Cadastro projetos e programas Fluxo Contínuo 2019
 Share
The version of the browser you are using is no longer supported. Please upgrade to a supported browser.Dismiss

View only
 
ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXY
1
NÚMEROTipoTítulo do Projeto/Programa de ExtensãoCampusÁrea TemáticaResumoObjetivo do Projeto/ProgramaPúblico-alvo do Projeto/ProgramaLocal e horário das atividadesNome Completo do(a) Coordenador(a) 1Nome Completo do(a) Coordenador(a) 2Início do Projeto/ProgramaPrevisão de Término do Projeto/ProgramaSITUAÇÃO
2
1FC
Projeto de Extensão
RessusciteMARACANÃSaúde
A American Heart Association preconiza que no mínimo 20% da população seja treinada para fornecer SBV. Já em 1993, a AAP recomendava o ensino de SBV na escola para os alunos do Ensino Médio. No Brasil, ainda não há um programa bem estabelecido de treinamento da população leiga, embora alguns pesquisadores já tenham sugerido a implementação do ensino de primeiros socorros na escola.
O projeto visa disseminar o conhecimento de Suporte Básico de Vida por meio de vídeo-aula e aula com simulação com manequins.
Este projeto foi motivado a fim de aumentar a sobrevivência de pessoas em situação de parada cardiorrespiratória e engasgo grave.
Para atingir um maior número de alunos , fizemos parceria com a Coordenação da Educação Física e com algumas Coordenações do Ensino Técnico para fazer o curso de Suporte Básico de Vida durante as aulas de Educação Física e o horário do Projeto Integrador.
Capacitar os estudantes e os trabalhadores a fornecer Reanimação Cardiorrespiratória e manobras de desobstrução de engasgo com o potencial de salvar vidas com promoção da cidadania.
Comunidade do CEFET-RJ com maior enfoque nos alunos do Ensino Médio
Os Cursos ocorrerão durante as aulas de Educação Física e nos horários dos Projetos Integradores com horário a ser combinado com os participantes.
Renata Carneiro da Cruz
0ABRILDEZEMBROAPROVADO
3
3FC
Projeto de Extensão
CASTELLEANI: Revista Virtual para o Ensino de Língua Espanhola
MARACANÃEducação
A proposta deste Projeto de Extensão é trabalhar o uso dos blogs como uma das muitas ferramentas disponíveis na Web 2.0. Tanto alunos quanto professores precisam adaptar-se aos novos modelos educativos e isto supõe uma mudança, um novo enfoque e novos métodos que nos aproximem da chamada “alfabetização digital”. A proposta de criação de uma revista digital em língua estrangeira faz com que o uso do blog seja uma ferramenta para a procura, o tratamento e a produção de informação relevante para a prendizagem
dos alunos como um todo. O blog pode proporciona que o objetivo de uma alfabetização digital seja mais próximo porque é uma ferramenta que permite apresentar conteúdos de maneira simples e atraente para os discentes.
Como o blog permite gerar, publicar e intercambiar conteúdos em múltiplos formatos (vídeo, imagem, áudio) sem a necessidade de contar com uma grande capacidade tecnológica e se relaciona com outros formatos e aplicações da rede como páginas web, marcadores sociais, geradores de conteúdo, etc. se converte em uma ferramenta idônea para o trabalho realizado pelos professores de língua estrangeira da instituição, para outros docentes da rede pública e/ou privada do Estado do Rio de Janeiro e promover atividades de promoção da língua estrangeira entre os alunos da instituição, em particular, a partir da criação da revista digital.
Sendo assim, este projeto tem como objetivo principal apresentar o blog como ferramenta tecnológica no ensino de línguas estrangeiras, em particular o espanhol.
- Definiir blog;
- Demonstrar as características dos blogs;
- Análisar os blogs centrados no ensino do espanhol como língua estrangeira;
- Apresentar alguns recursos e atividades dos blogs de E/LE (Espanhol como Língua Estrangeira).
- Criar e apresentar do nosso próprio blog em formato de revista eletrônica.
- Criar atividades através de diferentes ferramentas e programas informáticos.
- Introdução destas atividades no blog/revista.
- Melhorar a motivação dos alunos.
- Melhorar, por meio do blog, a qualidade do ensino de espanhol na nossa instituição, em especial dos alunos (voluntários) envolvidos no projeto.
Alunos e servidores do CEFET/RJ público externo em geral/ professores da rede pública e privada.
Sala C-211. Segundas das 12h30 às 14h30
Adriana Maria Ramos Oliveira
0ABRILDEZEMBROAPROVADO
4
5FC
Programa de Extensão
Jiu-Jitsu: Educação, saúde e qualidade de vida.
MARACANÃSaúde
Este projeto de extensão visa incentivar a prática do Jiu-Jitsu Brasileiro pela comunidade do CEFET-RJ, utilizando uma Metodologia de aprendizagem ativa combinada às Tecnologias.
Ensinar e estimular a prática do Jiu-JItsu Brasileiro.
Comunidade interna e externa do CEFET-RJ
Local: Pátio Azul. Horarios: Segundas/Quartas/Sextas de 18h às 19h30h.
Gustavo Silva Marchiori
0ABRILDEZEMBROAPROVADO
5
6FC
Projeto de Extensão
Histórias da Literatura no Cinema: questões de identidade
PETRÓPOLISEducação
O objetivo do projeto de extensão "Histórias da Literatura no cinema: questões de identidade" é possibilitar a realização de discussões amplas e aprofundadas acerca de temáticas que se fazem relevantes na atualidade, através do estudo, debate e compreensão de obras literárias que ultrapassaram os limites de suas versões impressas, chegando ao público por meio de releituras em formato cinematográfico.

Este projeto tem como proposta prioritária discutir a temática da identidade e da subjetividade por meio do estudo de diversas obras da literatura universal – clássica e contemporânea, interessando-nos, especialmente, aquelas escritas em língua portuguesa e língua inglesa, e que tenham sido adaptadas para o cinema.

Também será privilegiada a apresentação e o aprofundamento de conceitos relevantes quando do estudo de literatura, cinema e identidade, tais como os seguintes: teoria da literatura, intertextualidade, comunicação, metalinguagem, narrativas, subtexto, conotação, metáfora e outras figuras de linguagem, identidade, alteridade, subjetividade, representação, cultura, sociedade.

O projeto se justifica na medida em que são poucas as oportunidades de discussão aprofundada de obras literárias e cinematográficas oferecidas ao público-alvo – estudantes universitários, de ensino médio, professores, interessados na temática como um todo. Pode-se afirmar que, de uma forma geral, obras literárias, quando adaptadas para o cinema, são apresentadas pela mídia de massa de modo superficial e sem motivação crítico-analítica, deixando os leitores-espectadores submetidos a visões e versões parciais.

Dentre os objetivos gerais e específicos do curso, destacam-se os seguintes:
• estudar os textos literários selecionados, assim como elementos de teoria literária, fundamentais para sua compreensão;
• articular os aspectos de cada obra estudada com questões da contemporaneidade, buscando discuti-las e revelando o aspecto atemporal da literatura;
• investigar a questão da adaptação da linguagem literária para a cinematográfica, comparando as versões e analisando-as, de forma crítica;
• discutir questões relacionadas à formação da identidade e da subjetividade com/a partir das obras, considerando como relevantes peças fundamentais os atores de cada processo, assim como seu contexto histórico-social, observado de forma sincrônica e diacrônica;
• refletir acerca de questões de representação (dos escritores das obras literárias, de seus personagens, leitores, produtores e diretores das versões de cinema);
• desenvolver nos participantes do curso a capacidade crítico-analítica, tanto em relação ao texto literário quanto à narrativa do cinema;
• proporcionar debates e reflexões que permitam aos participantes colocar em prática os conceitos apreendidos;
• contribuir, de forma específica, para a formação de professores das diversas disciplinas, com o enriquecimento das possibilidades de temas amplos de discussão via literatura e cinema.
Dentre os objetivos gerais e específicos do curso, destacam-se os seguintes:
• estudar os textos literários selecionados, assim como elementos de teoria literária, fundamentais para sua compreensão;
• articular os aspectos de cada obra estudada com questões da contemporaneidade, buscando discuti-las e revelando o aspecto atemporal da literatura;
• investigar a questão da adaptação da linguagem literária para a cinematográfica, comparando as versões e analisando-as, de forma crítica;
• discutir questões relacionadas à formação da identidade e da subjetividade com/a partir das obras, considerando como relevantes peças fundamentais os atores de cada processo, assim como seu contexto histórico-social, observado de forma sincrônica e diacrônica;
• refletir acerca de questões de representação (dos escritores das obras literárias, de seus personagens, leitores, produtores e diretores das versões de cinema);
• desenvolver nos participantes do curso a capacidade crítico-analítica, tanto em relação ao texto literário quanto à narrativa do cinema;
• proporcionar debates e reflexões que permitam aos participantes colocar em prática os conceitos apreendidos;
• contribuir, de forma específica, para a formação de professores das diversas disciplinas, com o enriquecimento das possibilidades de temas amplos de discussão via literatura e cinema.
Interessados em geral, profissionais das diferentes áreas, estudantes. Escolaridade mínima: Ensino Médio em curso.
As atividades serão realizadas nas dependências do campus Petrópolis do CEFET-RJ. Em geral, os encontros deverão ser realizados às 6a feiras, de 14h a 17h ou 18h, de acordo com a programação estabelecida para o dia.
Felipe da Silva Ferreira
0MAIONOVEMBROEM ANÁLISE
6
7FC
Projeto de Extensão
Projeto de Língua Inglesa do Programa de Extensão Centro de Educação e Linguagens (CELi)
NOVA FRIBURGOEducação
O presente projeto faz parte do programa CELi que teve início no Campus Nova Friburgo em 2009 e visa abrir as portas da instituição à população carente de modo que ela tenha acesso a eventos acadêmicos e culturais, bem como a cursos gratuitos de idiomas com foco na formação geral e crítica do aprendiz. Sendo assim, este projeto oferece cursos de língua inglesa nos quais as aulas são ministradas semestralmente pelos próprios docentes em exercício na instituição, habilitados no idioma lecionado, capacitando os alunos no nível básico do idioma. Os alunos fazem parte da comunidade interna e externa ao CEFET campus Nova Friburgo. Ao concluir esses cursos, o aluno recebe um certificado da instituição, constando o número de horas cursadas.
Oferecer cursos regulares de Língua Inglesa gratuitos à comunidade interna e externa ao CEFET/RJ, campus Nova Friburgo, visando a capacitação em nível básico deste idioma.
Comunidade em geral, interna e externa ao CEFET campus Nova Friburgo
No momento, todas as atividades do projeto de Língua Inglesa do CELi são realizadas dentro das dependências do CEFET/RJ campus Nova Friburgo em horários regulares descritos no cadastramento individual de cursos e atividades de extensão do programa. Cumpre ressaltar que o projeto de Língua Inglesa do Programa CELi é contínuo. Ele é cadastrado anualmente, porém suas atividades são regulares. Os cursos de Língua Inglesa oferecidos possuem 4 níveis semestrais (I ao IV) com dois encontros semanais, perfazendo um total de cerca de 3 horas e meia por semana. Além disso, há também o curso ‘Conversação Básica’, que, em 2018, por exemplo, foi ofertado com a mesma regularidade e carga horária.
Alessandra Mitie Spallanzani
Suzana de Carvalho Barroso Azevedo
ABRILDEZEMBROAPROVADO
7
8FC
Projeto de Extensão
Camerata de Violões: concertos didáticos e oficinas de música e criação
MARACANÃCultura
Encampando a atuação do grupo Camerata de Violões coordenado pelos professores Eduardo Gatto (CEFET/RJ – campus Nova Friburgo) e Adriano Furtado (CEFET/RJ – campus Nova Iguaçu), o projeto conta ainda com outros 6 colaboradores de diversas instituições, dentre elas UFRJ e CBM-Ceu, todos profissionais com ampla experiência no ensino de música e na prática da música de câmara. Com uma formação instrumental inusual, constituindo-se de 8 violões que vão desde o requinto ao violão de 8 cordas, o repertório em sua maioria passa pela pesquisa da criação de arranjos, transcrições e composições específicas para esta formação. O projeto se desenvolve dentro de duas partes, em ações que envolvem perspectivas artísticas e de ensino. Tem início com a atividade da prática da musica instrumental em uma apresentação didático-interpretativa onde, junto à interpretação das obras, são abordadas questões como estrutura formal, texturas musicais, planos sonoros, e ainda uma pequena contextualização cultural e histórica, sendo um modelo de apresentação que prevê a interação e participação do público em debates sobre o que se mostra em questão. Em um segundo momento, o projeto prevê a realização de 3 oficinas musicais de curta duração: iniciação ao violão; a poesia e a criação de canções; e, a sonoridade da poesia grega. Estas oficinas com duração de 2:30h cada uma, abordam questões musicais por um enfoque mais específico buscando ampliar o campo de atuação insinuado no concerto didático-musical.
Promover o diálogo entre arte/música e educação;
Permitir acesso à música instrumental de concerto;
Instigar o questionamento sobre a realização musical frente às questões
propostas pela prática de música de câmara;
Comunidade acadêmica e público em geral, tendo por foco os alunos do ensino médio e técnico da instituição.
Os ensaios de preparação do repertório e das questões se realizam às 3ª feiras das 13:30 às 17:30 na sala de música (sala de responsabilidade do colegiado de Artes).
Os concertos com fóruns de debate serão devidamente agendados nos campi.
Eduardo Augusto Giglio Gatto
Adriano de Oliveira Furtado
ABRILDEZEMBROEM ANÁLISE
8
9FC
Projeto de Extensão
Cefet Duo: Música E FilosofiaMARACANÃCultura
O projeto promove a integração da arte e filosofia pelo viés da música. Nesse diálogo o projeto procura estimular a melhor compreensão da música instrumental de concerto pela formação de plateias focando o conhecimento das possibilidades musicais do violão, e instigando o questionamento da realização musical no âmbito da discussão ontológica. Operacionalmente o projeto prevê sua realização em um espaço de dois anos, tendo um momento inicial voltado à montagem do repertório e formulação das questões. A rotina de funcionamento prevê a realização de ensaios semanais regulares entre os coordenadores, adicionados de encontros semanais entre os participantes do projeto, para o desenvolvimento de atividades músico-filosófico que buscam envolver conjuntamente os âmbitos conceitual e interpretativo-musical. Uma terceira etapa das atividades está prevista para se realizar no modelo de concertos/workshops de música de câmara com fórum de discussão sobre música e filosofia, atuando de modo complementar ao trabalho realizado pelos professores de arte e filosofia da instituição. O estímulo ao questionamento da interpretação, e o entendimento dos mecanismos de funcionamento do trabalho de música de câmara, que envolve escolha de repertório e dinâmica de ensaios, é um atrativo à curiosidade sobre as questões musicais de um modo geral, e propaganda para os cursos de extensão de música da instituição e para a área da filosofia como conhecimento questionador. O projeto pretende, em integração com os professores de arte e filosofia do CEFET/RJ, o acesso do trabalho aos alunos de todos os Campi. De um modo geral, o Cefet Duo busca agregar às produções culturais do CEFET/RJ outra possibilidade de realização sendo esta mais uma oportunidade de divulgar o nome da instituição.
Promover o diálogo entre arte/música e filosofia;
Permitir acesso à música instrumental de concerto;
Instigar o questionamento sobre a realização musical frente às questões
propostas pela filosofia à luz do pensamento heideggeriano;
Comunidade acadêmica e público em geral, focando os alunos do ensino médio e técnico da instituição.
Os ensaios de preparação do repertório e das questões se realizam às 3ª feiras das 9 às 12h no bloco E, 5º andar, na sala 516.
Os concertos com fóruns de debate serão devidamente agendados nos campi.
Eduardo Augusto Giglio Gatto
Adriano de Oliveira Furtado
ABRILDEZEMBROPENDENTE
9
10FC
Projeto de Extensão
Cine-debate: Sociologia e movimentos sociais
MARACANÃCultura
O projeto tem como objetivo trabalhar o olhar crítico sobre temas relevantes na sociedade e abordado pela linguagem cinematográfica. Reconhecemos aqui a utilização deste tipo de mídia como ferramenta pedagógica, de amplo alcance e capaz de fomentar a reflexão sobre temas fundamentais do nosso cotidiano. Tal capacidade – analisar a vida imediata a partir da sua conexão com processos sociais mais amplo – faz da narrativa cinematográfica um caminho a ser explorado para tratarmos das questões trazidas pelos movimentos sociais que será o enfoque deste projeto. Direitos sociais básicos, pautas que reivindicam igualdade social e preservação do meio ambiente serão temas deste projeto.
Utilizar o cinema como ferramenta pedagógica abordando temas caros à sociedade por meio da sua aproximação com a perspectiva sociológica.
Estudantes do ensino médio técnico do Cefet e das escolas do entorno
Cefet-Maracanã
Segundas e quartas-feiras de 13:00 às 15:00. Soma-se a esse horário destinado à encontros presenciais quatro horas semanais dedicadas à leitura e a pesquisa que a equipe poderá realizar em bibliotecas ou em pesquisa virtual.
Caroline Araújo Bordalo
Caroline Araújo Bordalo
MAIODEZEMBROAPROVADO
10
11FC
Projeto de Extensão
Conexão GlobalNOVA FRIBURGOCultura
Conexão on line com destacados profissionais no campo da ciência e da cultura, através da tecnologia em rede protagonizada pelo colegiado de Sistemas de informação em parceria com o colegiado de Tecnólogo em Turismo, visando proporcionar troca de experiência acerca dos conteúdos sobre os quais cada um dos convidados vem dedicando atenção em seus respectivos campos de trabalho.
Proporcionar maior diálogo entre os cursos de Si e Turismo, permitindo ao primeiro desenvolver na prática a tecnologia de transmissão de dados em rede online, e ao segundo a aplicação de um formato diferenciado de evento, onde o espaço virtual seja sede da interlocução entre os participantes
Comunidade acadêmica do campus Nova Friburgo do CEFET/RJ e convidados
A princípio sala de estudos da biblioteca do Campus Nova Friburgo
André Queiroz Ferreira de Mello
Ambrózio Corrêa de Queiroz Neto
JUNHODEZEMBROPENDENTE
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100
Loading...