XXV SEMIC - Palestras e Mesas-Redondas
 Share
The version of the browser you are using is no longer supported. Please upgrade to a supported browser.Dismiss

View only
 
 
ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ
1
PROGRAMAÇÃO XXV SEMIC
2
3
24/1008h30 as 9h15Abertura Oficial - TUCA
4
5
09h20 as 10h00Palestra de Abertura
6
TituloA área de energia na PUCPR
7
DescriçãoApesar de jovem,na instituição, a área de energia tem recebido destaque tanto na ciência como na inovação, dentro e fora da pós-graduação stricto sensu. Esta palestra apresenta um breve histórico, fatos e uma visão sobre perspectivas futuras para sua consolidação e internacionalização
8
PalestranteProf. Dr. Nathan Mendes
9
CurrículoDoutor em Engenharia Mecânica pela UFSC em colaboração com o Lawrence Berkeley National Laboratory em 1997. Atualmente, é professor titular e Diretor Institucional de Pós-Graduação Stricto Sensu da PUCPR. Recebeu o Prêmio Jovem Cientista em 2002, é membro dos corpos editoriais do Journal of Building Physics e do Journal of Building Performance Simulation e Conference Papers in Energy. Atua na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em energia, transferência de calor e umidade em elementos porosos utilizados em construções, modelagem e análise experimental de sistemas de climatização, eficiência energética de edificações e simulação de desempenho higrotérmico e energético de edificações. Tem participado de comitês assessores de área ou temáticos de órgãos de fomento e como consultor ad-hoc de projetos nacionais e internacionais.
10
LocalAuditório TUCA
11
12
13h30 às 15h15Palestra - CANCELADA
13
TituloVigie Aqui - uma inovação que tem o potencial de mudar o Brasil!
14
DescriçãoA informação é sempre a maior arma para qualquer discussão, com este princípio, o aplicativo Vigie Aqui foi criado e disponibilizado gratuitamente para que todos saibam quem são os políticos investigados por corrupção no Brasil. Trata-se de uma ferramenta para você conseguir separar os políticos honestos dos desonestos, navegando em qualquer site que acesse. Participe do combate a corrupção, por meio da conscientização e da comunicação.
15
PalestranteMauricio Vargas
16
CurrículoFundador e CEO do Reclame Aqui
17
LocalAuditório Mario de Abreu
18
19
25/1009h00 as 10h00Palestra
20
TituloDiferenças geracionais (de geração): elas são importantes?
21
DescriçãoEm vários países que estão lutando para estabelecer a sua identidade nacional, as pessoas mais jovens são muito mais propensas do que os idosos a ter uma visão inclusiva do que é preciso para que as pessoas sejam verdadeiramente consideradas "uma de nós" - se a medida está nascendo em seu país, compartilhar costumes e tradições locais, ou ser cristão. Será que os centros acadêmicos e médicos estão prontos para o novo estilo de liderança de indivíduos nascidos depois de 1980?
22
PalestranteProf. Dr. Alexandre Vieira (Universidade de Pittsburgh)
23
CurrículoDentista, Mestre em Odontopediatria, Doutor em Genética, Professor de Biologia Oral, Odontologia Pediátrica e Genética Humana. Nascido no RJ, Dr. Vieira seguiu uma rota que o trouxe para a Universidade de Pittsburgh depois de passar pela Universidade de Iowa por quase seis anos para um treinamento de pós-doutorado em genética molecular humana. Dr. Vieira recebeu seu DDS da UFRJ e depois se especializou em pacientes com necessidades especiais, odontologia pediátrica e genética. Dr. Vieira é um dos nomes mais reconhecidos no campo e recebeu o prêmio “Distinguished Scientist in Dental Caries” da Associação Internacional de Pesquisa Odontológica (a maior honra da organização) pelo seu trabalho pioneiro sobre a susceptibilidade genética individual à cárie dentária. Já publicou mais de 250 artigos científicos revisados por pares e 330 resumos, incluindo um artigo que é o mais citado por ano no campo de fissura labial e palatina. Este artigo definiu o termo "mutações privadas", que agora é amplamente utilizado por cientistas de todo o mundo.
24
LocalAuditório Gregor Mendel
25
26
13h30 as 15h30Mesa-Redonda
27
TituloEnergia: Leis e Aplicações em eficiência e conversão
28
TemasEnergia e a Segunda Lei da Termodinâmica - Prof. Philipi
Eficiência de máquinas térmicas reais
Tendências futuras na área de simulação energética de edificações
29
DescriçãoO conceito de energia em sua forma cinética ou ‘força viva’ (vis viva) foi introduzido por Leibniz no Séc. XVII, em contraposição ao princípio de conservação da quantidade de movimento de Descartes. O princípio de conservação da energia mecânica decorrente deste conceito, foi generalizado por Helmholtz (Helmholtz, 1847), com base nos trabalhos de Benjamin Thompson, Mayer e Joule para todas as formas de energia (em suas formas molecular e macroscópica) e deu origem à ‘Teoria Mecânica do Calor’, hoje conhecida como Termodinâmica. Faltava entender a natureza irreversível dos processos físicos, caracterizados por processos de dissipação que, invariavelmente, transformam formas úteis de energia em calor. Em meados do Séc. XIX, Rudolf Clausius (Clausius 1867) criou o conceito de entropia e enunciou um segundo princípio fundamental para a compreensão dos processos de transformação de energia no universo: ‘A entropia do universo tende a um máximo’. Após a apresentação do Prof. Philippi sobre esses aspectos teóricos associados à termodinâmica, Prof. Moura mostrará como a eficiência energética de máquinas térmicas depende de fundamentos termodinâmicos que a limitam. Serão analisadas as principais máquinas térmicas existentes e discutidos os limites de evolução destas tecnologias. Por fim, Prof. Mendes expressará sua visão sobre tendências futuras na área de simulação energética de edificações e a importância da transdisciplinaridade frente aos novos desafios do século XXI.
30
ConvidadosProf. Dr. Paulo C. Philippi (PUCPR), Prof. Dr. Luiz Mauro Moura (PUCPR), Prof. Dr. Nathan Mendes (PUCPR)
31
CurriculosLuis Mauro Moura: Graduado em Engenharia Mecânica pela UFSC (1991), mestrado em Engenharia Mecânica pela UFSC(1993), doutorado em Thermique et Energétique Institut National des Sciences Appliquées de Lyon (1998) e Pós-doutorado no Lamcos (Laboratoire de Mécanique des Contacts et des Solides et de la dynamique des Structures) também do Institut National Des Sciences Appliquées de Lyon (2011-2012). É avaliador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Vice-Presidente da Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM) e professor titular da PUCPR. Tem experiência na área de Térmica e/ou Energia, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas térmicos, eficiência energética, radiação térmica, sistemas de refrigeração e propriedades termofísicas.
32
Nathan Mendes: Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina em colaboração com o Lawrence Berkeley National Laboratory em 1997. Atualmente, é professor titular, Diretor Institucional de Pós-Graduação Stricto Sensu da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e coordenador do projeto institucional de Excelência no Stricto Sensu. Recebeu o Prêmio Jovem Cientista em 2002, é membro dos corpos editoriais do Journal of Building Physics e do Journal of Building Performance Simulation e Conference Papers in Energy. Atua na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em energia, transferência de calor e umidade em elementos porosos utilizados em construções, modelagem e análise experimental de sistemas de climatização, eficiência energética de edificações e simulação de desempenho higrotérmico e energético de edificações. Tem participado de comitês assessores de área ou temáticos de órgãos de fomento e como consultor ad-hoc de projetos nacionais e internacionais.
33
Paulo C. Philippi: Professor Titular, Pesquisador 1A do CNPq. Autor ou co-autor de mais de 50 artigos em revistas científicas com peer-review, e 120 artigos em congressos nacionais e internacionais. Possui experiência em: ‘Termodinâmica Teórica’, ‘Meios Porosos’ e ‘Métodos Cinéticos em Mecânica dos Fluidos’, tendo orientado várias teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado nestas áreas. É Membro do Comitê Científico Internacional da série anual de conferências: ‘Discrete Simulation of Fluid Dynamics (DSFD)’.
34
Público AlvoAlunos, Professores, Pesquisadores, Empresários
35
LocalAuditório Gregor Mendel
36
37
13h30 as 18h15Workshop Editage
38
TituloEstratégia e dicas para escrever um artigo de alta qualidade
39
Temas• Como estruturar um manuscrito e ao mesmo tempo focar sua atenção em seções críticas
• Como escrever um manuscrito de alta qualidade, conhecendo componentes essenciais e desnecessários das seções de Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão
• Como escolher um título claro e conciso e elaborar um resumo informativo
40
DescriçãoVocê possui um estudo que gostaria de publicar? No entanto, ao encarar a tela em branco de seu computador, não sabe por onde começar? Venha participar desta sessão!
Por que você deve participar?
Nesta sessão, você aprenderá sobre a estrutura mais comumente utilizada na elaboração de um manuscrito. Além disso, compreenderá quais são as exigências dos editores de revistas acadêmicas e de seus leitores. Aprenderemos a evitar erros de redação e estrutura em cada uma das seções que compõem um artigo.
Complementarmente, nós realizaremos exercícios que o ajudarão na prática! Embora esta seja uma sessão em nível introdutório, ela é certamente útil para pesquisadores em todas as fases de sua carreira.
41
ConvidadoKarin H. F. Ale
42
CurriculosBióloga e Mestre em Ciências Biológicas pelo Dep. de Zoologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e Doutora em Ciências Biológicas pelo Dep. de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP). Ela tem atuado como pesquisadora nível pós doutorado há seis anos em diferentes instituições, incluindo o Centro de Biologia Marinha da USP, o Life Sciences Dep. do Natural History Museum of London (NHM) e o Centro de Estudos do Mar da UFPR. Atualmente é editora de área da revista Zootaxa e instrutora da Editage.
43
Público AlvoAlunos, Professores, Pesquisadores
44
LocalAnfiteatro Brasílio Vicente de Castro
45
46
16h00 as 18h15
Mesa-Redonda
47
TituloEnergias Limpas ou Renovaveis?
48
ConvidadosEvandro Razzotto (UTFPR), José Viriato Coelho Vargas (UFPR), Ariel Scheffer da Silva (UFPR), Antônio Sérgio de Souza Guetter (COPEL), José Fernando Arns (PUCPR), Luiz Alberto Blanchet (PUCPR)
49
CurriculosEvandro Razzotto: Coordenador de Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná. Professor da UTFPR, Consultor e Conferencista Internacional, Autor dos Livros Eco Sustentabilidade e Cultura para a Sustentabilidade. Recebeu diversos prêmios no mundo relacionados a meio ambiente e sustentabilidade.
50
José Viriato Coelho Vargas: Possui graduação em Engenharia Mecânica e Automóveis pelo Instituto Militar de Engenharia (1989) e em Ciências Biológicas pela UFPR (2013), mestrado em Engenharia Mecânica pela PUC-RIO (1992) e doutorado em Engenharia Mecânica pela Duke University, EUA (1994). Atualmente é Professor Titular da UFPR, e exerce a função de membro do Comitê Gestor do Fundo Setorial de Energia/MCT. Na UFPR atua como líder do Grupo de Energia e Ciências Térmicas, que desenvolve pesquisa científica teórica, numérica e experimental em fontes de energia alternativas, processos de refino de petróleo, sistemas de potência e co-geração, refrigeração e ar condicionado, transferência de calor e massa, biotecnologia e engenharia biomédica.
51
Ariel Scheffer da Silva: Graduado em Ciências Biológicas pela UFPR, Mestre em Aquicultura pela Simon Fraser University, British Columbia, Canadá e Doutor em Zoologia pela UFPR. Atua nas áreas de Ecologia Bêntica, Ecologia de Recifes Artificiais Marinhos, Conservação da Biodiversidade Marinha e continental, Bioinvasões aquáticas, Gerenciamento Costeiro, Gestão Ambiental, Aquicultura Sustentável e Desenvolvimento de Tecnologias para Conservação. Coordenou diversos projetos de conservação, ensino, pesquisa e de desenvolvimento de tecnologias. Atualmente atua como superintendente de Meio Ambiente da Itaipu Binacional.
52
Antonio Sergio de Souza Guetter: Diretor Presidente da Companhia Paranaense de Energia-COPEL, possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (1986); Especialização em Qualidade pela Japanese Union of Scientists and Engineers - JUSE (1997); Especialização em Gestão Estratégica e Marketing pela Texas University (1997); MBA Executivo em Finanças pelo ISPG (1997); Especialização em Gestão e Planejamento pela Drexel University of Philadelphia (1998); MBA em Administração pela PUC/ISAD (1998); Especialização em Finanças pela New York University (2000); PDGGovernança Corporativa no IBMEC Business School (2002); Especialização em Finanças na Wharton School (2012).
53
José Fernando Arns: Possui graduação em Engenharia Civil pela PUCPR (1986), mestrado em Planejamento Regional e Ciência Regional - Universitat Karlsruhe (1991) e doutorado na área de Gestão Ambental em Engenharia de Produção pela UFSC(2003). Atualmente é professor titular da PUCPR. Participa do grupo de pesquisa Desenvolvimento Sustentável do mestrado e doutorado do Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção e Sistemas (PPGEPS/PUCPR). Tem experiência na área de Planejamento Urbano e Regional, com ênfase em Informação, Cadastro e Mapeamento.
54
Luiz Alberto Blanchet: Doutor e Mestre em Direito pela UFPR (1997/1991). Possui graduação em Direito pela PUCPR (1975). Atualmente é Professor do Programa de Pós-graduação em Direito da PUCPR e Membro Catedrático da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito do Estado, atuando principalmente nos seguintes temas: Direito Administrativo, Iniciativa Privada, Estado e Desenvolvimento, Concessão de Serviço Público, Contrato Administrativo e Licitação. Suas principais obras são as seguintes: Concessão de serviços públicos: Estado, Iniciativa Privada e Desenvolvimento Sustentável (Juruá, 2012); Direito Administrativo: o Estado, o Particular e o Desenvolvimento Sustentável (Juruá, 2011); Roteiro Prático das Licitações - atualizada com as inovações da LC 123/06 (Juruá, 2009) e Coordenou a obra: Serviços Públicos - Estudos Dirigidos (Fórum, 2007).
55
ModeradorArnaldo Carlos Muller (PUCPR)
56
CurrículoPossui graduação em Engenharia Florestal pela UFPR (1971), mestrado em Engenharia Florestal pela UFPR (1974) e doutorado em Engenharia Florestal pela UFPR (2006). Atualmente é professor titular do Curso de Engenharia Ambiental da PUCPR e é Diretor da empresa A.Muller Consultoria Ambiental. Tem experiência na área de Gestão de Recursos Naturais e Energia e Meio Ambiente, atuando em temas como desenvolvimento sustentável, perícia, auditoria e avaliação ambiental, gestão de unidades de conservação
57
DescriçãoAtravés de experiências dos palestrantes será destacada a entrada do Brasil, e mais especificamente do Paraná na era das energias renováveis, considerando as vocações energéticas disponíveis. O debate tratará da questão ambiental na dualidade renováveis ou limpas.
58
Público AlvoAlunos, Professores, Pesquisadores, Empresários
59
LocalAuditório Gregor Mendel
60
61
26/10
09h30 as 12h00
Workshop
62
TituloÉtica e informação genômica nas vidas de pessoas comuns
63
DescriçãoOs registros médicos podem ser informações privadas, mas os genes de um paciente pertencem a toda a família. Quando confrontados com resultados preocupantes de um teste genético que foi feito para decisões de tratamento médico ou fins de pesquisa, essa informação deve ser transmitida para a família? Mesmo depois que o paciente morre? A possibilidade de que a nova informação possa ser divulgada é real, mesmo depois de muitos anos da coleta da amostra biológica original, muito tempo depois que os participantes de um determinado estudo ou os pacientes morreram. Os pesquisadores e os médicos poderiam permitir "divulgações passivas" aos membros da família sobre uma mutação genética fortemente ligada a doenças graves, o que potencialmente poderia prevenir danos graves? Ou deveriam honrar as preferências dos pacientes quanto à divulgação, inclusive depois que eles morrer? E quanto aos bebês de grife (designer babies), devemos escolher um bebê cuja composição genética é selecionada para erradicar um defeito particular ou para garantir que um gene particular esteja presente? Esta perspectiva permitiria que uma criança que sofresse leucemia tenha um irmão que seja uma fonte "perfeitamente combinada" de sangue, medula óssea, células tronco e todos os órgãos para falar a verdade. Mas qual é o limite para o irmão não afetado? Apenas doações de medula óssea, ou a criança saudável também deve doar seu rim extra? E os futuros pais que são surdos selecionando uma criança que carrega a mutação que leva à surdez e, inversamente, evitando os embriões que teriam uma audição normal? A surdez é uma doença ou apenas uma variante extrema da capacidade de ouvir, o que leva a normas culturais ajustadas que também levam a vidas perfeitamente saudáveis?
Discutir essas questões e equilibrar opiniões e valores morais é a única maneira de avançar como uma sociedade que respeite os direitos de um indivíduo ao mesmo tempo em que usamos a melhor evidência para tratar doença. Este evento proporcionará um fórum para estudantes para debater essas questões, usando um formato dinâmico em que vários casos serão discutidos.
64
ObjetivosDiscutir essas questões e equilibrar opiniões e valores morais é a única maneira de avançar como uma sociedade que respeite os direitos de um indivíduo ao mesmo tempo em que usamos a melhor evidência para tratar doença. Este evento proporcionará um fórum para estudantes, para debater essas questões, usando um formato dinâmico em que vários casos serão discutidos.
65
PalestranteProf. Dr. Alexandre Vieira (Universidade de Pittsburgh)
66
CurrículoDentista, Mestre em Odontopediatria, Doutor em genética, Professor de Biologia Oral, Odontologia Pediátrica e Genética Humana. Nascido no RJ, o Dr. Vieira seguiu uma rota que o trouxe para a Universidade de Pittsburgh depois de passar pela Universidade de Iowa por quase seis anos para um treinamento de pós-doutorado em genética molecular humana. O Dr. Vieira recebeu seu DDS da UFRJ e depois se especializou em pacientes com necessidades especiais, odontologia pediátrica e genética. Dr. Vieira é um dos nomes mais reconhecidos no campo e recebeu o prêmio “Distinguished Scientist in Dental Caries” da Associação Internacional de Pesquisa Odontológica (a maior honra da organização) pelo seu trabalho pioneiro sobre a susceptibilidade genética individual à cárie dentária. Publicou mais de 250 artigos científicos revisados por pares e 330 resumos, incluindo um artigo que é o mais citado por ano no campo de fissura labial e palatina. Este artigo definiu o termo "mutações privadas", que agora é amplamente utilizado por cientistas de todo o mundo.
67
LocalAuditório Gregor Mendel
68
69
10h30 as 12h00
Palestra
70
TituloBolsa Rotary de Intercâmbio e bolsa de mestrado Rotary pela Paz
71
DescriçãoO Programa de Intercâmbio de Jovens do Rotary International modalidade Novas Gerações - NGSE tem como objetivo criar oportunidades para que o jovem crie laços afetivos internacionais, adquira conhecimentos gerais e diferenciados e assim diminua as distâncias culturais entre as nações, promovendo a paz e a compreensão mundial.
72
PalestranteAna Milléo, José Geraldo Zanella
73
LocalAuditório Carlos Costa
74
75
10h30 as 11h30
Palestra
76
TituloProjeto Vida Universitária e Trilha de Pesquisa
77
DescriçãoO Projeto Vida Universitária da PUCPR almeja a inserção transformadora dos estudantes na comunidade acadêmica e na sociedade. Nesta apresentação mostraremos como a partir do comprometimento e dos valores humanísticos é possível desenvolver uma pesquisa e construir uma trilha autônoma no ambiente universitário.
78
PalestranteProfa. Diana Chao Decock (PUCPR) e Prof. Júlio Nievola
79
LocalAuditório Mário de Abreu
80
81
10h30 as 11h30
Palestra
82
TituloRX Renault
83
PalestranteAlexandre Gratenski - Coordenador de Open Innovation na Renault e Nissan
84
LocalAuditório Brasilio Vicente
85
86
14h00 as 15h00
Palestra de Encerramento
87
TituloO papo é tecnologia da informação e comunicação
88
DescriçãoA área estratégia(AE) de TIC é uma área transversal, que tem sinergia em diferentes níveis, com todas as áreas de conhecimento da atualidade. Mas, há domínios de conhecimento dentro da AE de TICs que são demandados de maneira mais recorrente pela grande maioria das outras áreas, por exemplo, Telecomunicações, Inteligência artificial, Segurança, Big Data e Internet das Coisas. Nesta palestra mencionaremos como estas e outras tecnologias afetam nossas vidas e a revolução da indústria, sob a ótica das principais oportunidades e desafios da AE de TICs na PUCPR.
89
PalestranteProf. Dr. Altair Olivo Santin (PUCPR)
90
CurrículoGraduado em Engenharia da Computação pela PUCPR (1992), mestre em Engenharia Elétrica e Informática Industrial pela UTFPR (1996) e doutor em Engenharia Elétrica pela UFSC (2004). Atualmente é professor titular da PUCPR. Tem experiência na área de Ciência e Engenharia da Computação, com ênfase em Segurança de Sistemas e de Informação. Prof. Santin tem atuado principalmente com Segurança Computacional (mecanismos de autenticação, autorização e controle de acesso; infraestrutura de chaves públicas; modelos de ameaças/uso) aplicada a hardware (system on-chip e medidor de energia elétrica), sistemas distribuídos (incluindo computação em nuvem, redes definidas por software, smart grid e big data) e Internet (incluindo serviço de e-mail, arquitetura orientada a serviço/web services, internet das coisas e sistema de detecção de intrusão), e forense computacional (coleta/geração de evidências em redes de computadores, sistema operacional/distribuído e internet).
91
LocalAuditório TUCA
92
93
94
95
96
97
98
99
100
Loading...