Estudo SPSC
Este questionário foi desenvolvido pela Direcção da SPSC e tem por objetivo conhecer as problemáticas mais comuns que os/as sexólogos/as encontram habitualmente na sua prática em sexologia clínica (privada e/ou pública) e conhecer quais as alterações que têm encontrado nas queixas dos/as seus pacientes após o início da pandemia SARS- COV 2/COVID 19.

Para participar no estudo é necessário, obviamente, ser maior de idade, e:

•Ter formação na área da sexologia;
•Actuar em sexologia clínica;

Este é um questionário curto, pode deixar respostas por preencher, mas para que a sua participação seja válida tem de chegar à última página de agradecimento e submeter as suas respostas. "Clickar" na opção SUBMETER no final é fundamental para garantir que a sua colaboração fica validada.

Apenas os questionários submetidos serão registados

Os dados servirão para conhecer a realidade clínica na área da sexualidade, do ponto de vista dos profissionais que atuam na área, e serão utilizados para efeitos de divulgação científica pela SPSC.

Não são abordadas questões sensíveis relativamente à sexualidade do ponto de vista moral, nem há qualquer risco de dano físico ou emocional decorrente da aplicação deste questionário.

Este é um questionário anónimo e não são guardadas informações que permitam identificar o IP dos/as participantes.

Recomendamos que preencha o questionário num ambiente que garanta a confidencialidade das respostas.

O preenchimento é feito online e a duração do preenchimento é muito variável, uma vez que a maioria das questões são abertas e a extensão das respostas é da responsabilidade do/a participante.
Contudo, estima-se que o preenchimento possa durar entre 5 a 30 minutos.

Dúvidas acerca do inquérito devem ser enviadas para geral@spsc.pt.

Este estudo segue as orientações internacionais para a investigação científica com participantes humanos.

Ao clicar na opção “Participar” abaixo, declara que reúne as condições para colaborar e considera que recebeu toda a informação necessária para participar neste estudo. *
Next
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy