OPEN CALL
TINCAL LAB | DESAFIO 2019 | JOALHARIA E ANATOMIA
INSPIRAÇÃO
"O desconforto é um gosto adquirido, tal como muita da joalharia contemporânea. Mas sentir-se desconfortável estimula a auto-consciência e provoca um estado de alerta elevado. (…) E às vezes sentir-se inquieto no mundo é a única forma de sentir-se confortável na sua própria pele."
Suzanne Ramljak, "Contemporary Jewelry in Perspective", p 219

Difícil dissociar a peça tradicional de joalharia do corpo - este afirma-se como o seu destinatário, ponto de referência e suporte por excelência.
A abordagem contemporânea questiona muitas vezes esta relação, lançando provocações, desafiando convenções, testando os limites físicos e alterando a percepção do espectador através de esculturas usáveis que se encontram na fronteira entre o objecto funcional e a obra de arte.

Mas o que acontece a partir do momento em que, para além de usar o corpo como suporte, o usamos como fonte de inspiração?
Como pode o corpo passar de cenário a participante activo no processo de criação?

Existem jóias que marcam e furam o corpo e jóias que nem o tocam, casos exemplares de utilidade e ergonomia e também óptimos exemplos de superficialidade e desconforto.
Será a peça de joalharia um adorno que ambiciona servir e enaltecer este suporte humano, objecto artístico autónomo ou elemento estranho que o agride?

Vamos olhar para o corpo e descobrir mais do que o palpável e visível, todo um universo composto por camadas de tecidos, estruturas e informação. Cores, texturas, formas, membros, órgãos, ossos, veias, nervos, músculos, cabelos, fluidos, gestos, movimentos, sentidos e sensações.

A inspiração no corpo pode incluir referências formais, até no que respeita a fontes de matéria-prima. Pode ser um ponto de partida para novas abordagens à forma de fazer joalharia, uma pesquisa por novas áreas onde posicionar a jóia, uma nova percepção da anatomia humana e o estabelecimento de diferentes níveis de relação da jóia com o corpo. Pode ser simplesmente a exteriorização formal de algo que costuma estar escondido ou passa despercebido à primeira vista.

Mais uma vez o nosso papel é levantar questões, desafiar e não restringir - queremos abrir olhos enquanto abrimos horizontes, convidando os joalheiros a inspirar-se na anatomia como ponto de partida para um novo Desafio - desafiem-se!

INFORMAÇÃO
Com o principal objectivo de mostrar a qualidade e diversidade da joalharia contemporânea, abrindo as suas portas ao grande público, o Tincal lab convida todos os anos joalheiros de todo o mundo para um Desafio: a criação de até 3 peças com o preço máximo de 100€, inspiradas por um tema.
Deste Open Call lançado anualmente em Junho resulta uma exposição internacional colectiva de características únicas, composta por cerca de 100 peças de joalharia exclusivas criadas pelos 40 a 45 joalheiros seleccionados pelo júri para a integrar. A inauguração decorre no Tincal lab em Novembro, na data do evento de Inaugurações Simultâneas em Miguel Bombarda, no Porto, acompanhada do lançamento de um catálogo.
Em cada edição é, desde 2018, atribuído o Prémio Selecção do Júri e dois Prémios Selecção do Público (votação presencial e online), que consistem numa exposição a decorrer no Tincal lab durante o ano seguinte.

Em 2019, a quinta edição do Desafio Tincal lab propõe o tema: Joalharia e Anatomia.

A selecção será feita por um júri com base no portfólio do autor e será reduzida ao máximo de 40 participantes.
Tenham em atenção que o trabalho apresentado para apreciação do júri não precisa de reflectir o tema deste ano - as peças a integrar o evento deverão ser criadas apenas após a participação ser aprovada.
Todos os candidatos serão contactados. Os candidatos seleccionados terão até 15 de Julho para formalizar a inscrição através do pagamento da taxa de participação (20€).
O envio deste formulário implica a aceitação das condições de participação descritas no final da página (ler com atenção, por favor).

_ p r a z o s
Envio de candidaturas: até 30 de Junho de 2019
Selecção dos autores: até 10 de Julho de 2019
Recepção das peças: até 30 de Setembro de 2019
Exposição: de 9 de Novembro a 31 de Dezembro de 2019
Período de venda em loja e online: até 30 de Junho de 2020
Devolução das peças aos autores: a partir de 1 de Julho de 2020

_ j ú r i
Ana Pina (Portugal) | representante Tincal lab | http://anapina.com
Arquitecta de formação (FAUP, 2004), trabalha alguns anos nesta área antes de descobrir o mundo da joalharia. Desenvolve uma marca em nome próprio desde 2012, depois de uma formação na Escola Engenho e Arte. Em 2015 funda o Tincal lab, espaço de trabalho, exposição, venda e dinamização da joalharia contemporânea, no centro do Porto.

Áurea Praga (Portugal) | representante Joalharia | http://cargocollective.com/aureapraga
Dedica-se à joalharia e ilustração, cruzando estas áreas. Pós-Graduada em Design de Joalharia e Mestre em Design, ambos na ESAD Matosinhos; licenciada em Design de Comunicação, pela FBAUP. É actualmente Coordenadora do Departamento de Joalharia e Docente na ESAD Matosinhos desde 2016.

Paulo Rui Monteiro (Portugal) | representante Anatomia | http://tinyurl.com/y3hcoa25
Licenciado em Medicina (FMUP, 1995), com especialidade em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética, destaque para o título de Fellow of the European Board of Plastic Reconstructive and Aesthetic Surgery, 2005. Desenvolve actividade cirúrgica de forma combinada em várias unidades públicas e privadas do país. Desde sempre também um apaixonado pelas artes plásticas.

Mais sobre o Tincal lab em tincallab.com
[crédito da foto: Anatomie Pour l'Artiste, Sarah Simblet/John Davis]

Nome *
Your answer
Marca
Your answer
Eu sou: *
País de origem *
Your answer
País actual *
Your answer
E-mail *
Your answer
Portfólio
Portfolio - Plataforma online (site, loja online, redes sociais, etc) com apresentação do trabalho e percurso em joalharia. Em alternativa, enviar para o e-mail info@tincallab.com fotografias de 3 a 5 trabalhos representativos.
Your answer
Questões e sugestões
Your answer
CONDIÇÕES
Os autores seleccionados são livres de criar até 3 peças de joalharia diferentes, que se enquadrem no tema Joalharia e Anatomia, que irão estar em exposição e disponíveis para venda durante o evento.

As peças deverão ser criadas em exclusivo para o evento.
O autor não deverá torná-las públicas antes da data do evento e não deverá comercializá-las em paralelo durante o período de uso exclusivo pela organização. A possibilidade e condições de reprodução e comercialização posterior ficarão ao critério do autor.
Por outro lado, incentiva-se a promoção do evento (com a devida referência), mesmo durante o período de criação, incluindo a partilha de imagens relativas ao processo de trabalho ou fontes de inspiração, por exemplo, se possível acompanhadas das tags #tincallab e #tincallabchallenge2019.

A formalização da inscrição implica a aceitação das condições de participação e o pagamento de uma taxa de participação de 20€, que prevê cobrir algumas despesas logísticas e a eventual devolução de peças.
Todos os pagamentos deverão ser feitos, preferencialmente e conforme os casos, por transferência bancária (autores em Portugal) ou Paypal (autores de outros países).

As peças terão que ser entregues atempadamente à organização (pessoalmente ou enviadas por correio). Se chegarem depois de 30 de Setembro não é possível garantir que o autor seja incluído no catálogo.
De acordo com as exigências do catálogo e dependendo das características das peças, é possível que apenas uma seja fotografada pela organização. Para garantir que todas as peças serão mais tarde incluídas na loja online, aconselha-se o envio por email de fotografias com qualidade (fundo branco, 300dpi, tamanho mínimo de 2000x2000px).

Alertamos para o facto de que envios feitos para Portugal de países fora da União Europeia poderão ser sujeitos a verificação alfandegária - o Tincal lab não poderá ser responsável pelo atraso e pagamento das taxas que daí poderão resultar. Aconselha-se, nestes casos, a utilização de metais não-preciosos.

Após o evento, as peças que não forem vendidas serão, na totalidade ou parcialmente, comercializadas na loja online durante o período mínimo de 6 meses, depois do qual serão devolvidas ou continuarão a ser comercializadas pela organização consoante o que for acordado entre as partes.
Coloca-se a hipótese da itinerância do conceito expositivo, se para isso surgirem propostas.

As peças serão entregues à consignação e o preço máximo de venda ao público será de 100€. A comissão do Tincal lab será de 40% (exemplo: numa peça com o preço final de 100€ o preço de autor é 60€ (IVA incluído, quando aplicável).
O estabelecimento de um preço máximo para as peças não deverá ser encarado como uma limitação, mas antes como uma forma de elevar a fasquia do desafio, ajudando a desmistificar a joalharia contemporânea perante o público e dando oportunidade a qualquer pessoa de adquirir uma peça.

Pretende-se criar um evento com uma imagem própria e unificadora, mas garantindo a individualidade de cada autor, por isso incentiva-se a entrega das peças em embalagem própria, de modo a tornar clara a sua autoria perante o cliente final.

Ambicionamos, acima de tudo, que este conceito sirva para inspirar-nos a criar e levar o universo da joalharia contemporânea a um público mais abrangente e interessado.

Bom trabalho!

Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service