Inventário de Micro-Agressões com Base na Orientação Sexual em Contexto Clínico (IMABOS-C)
No âmbito de um estudo que pretende caracterizar as experiências de discriminação ou preconceito subtis (micro-agressões) de pessoas Lésbicas, Gays e Bissexuais (LGB) em Portugal, desejamos identificar a presença e frequência de micro-agressões sentidas em contexto de apoio por psicólogos/as, psiquiatras, sexólogos/as, terapeutas familiares ou outros/as profissionais de saúde psicológica.

Neste sentido, a Equipa Saúde na Diversidade do ISCTE-IUL/CIS-IUL, coordenada pela Professora Doutora Carla Moleiro, pede a colaboração de pessoas maiores de 18 anos, que se identifiquem como LGB, e que já tenham tido pelo menos uma consulta de 45 minutos com um/a profissional de psicologia, psiquiatria, sexologia ou terapia familiar, preenchendo o questionário abaixo, através da seguinte escala:

1. “Não aconteceu de todo”
2. “Raramente”
3. “Algumas vezes”
4. “Frequentemente”
5. “Quase sempre”


Salientamos que não existem respostas certas ou erradas, pretendendo-se apenas a sua resposta pessoal e sincera a todas as perguntas. Trata-se de um questionário de preenchimento voluntário, confidencial e anónimo, com duração de cerca de 5 minutos.

Se tiver mais alguns minutos e quiser partilhar as suas experiências individuais, é convidado(a) a fornecer-nos mais informação no final do questionário.

Agradecemos desde já a sua colaboração, sem a qual este estudo não seria possível.

Equipa Saúde na Diversidade do ISCTE-IUL/CIS-IUL (Centro de Investigação e Intervenção Social, Instituto Universitário de Lisboa)

Next
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service