Inscrição | Oficinas da Mostra Sesc de Cinema - 3ª edição
Estão abertas as inscrições para as Oficinas da Mostra Sesc de Cinema - 3ª edição. O pagamento será feito no primeiro dia da oficina no valor de R$30,00. Comerciários e dependentes, mediante apresentação do Cartão Sesc, paga R$15,00.

Pedimos aos interessados(as) atenção para os dias e horários das oficinas e que efetivem a inscrição somente se tiverem disponibilidade e interesse, pois as vagas são limitadas (até 20 pessoas por oficina). A inscrição estará sujeita a aprovação do Sesc e do ministrante da oficina. Os selecionados receberão um e-mail da produção da Mostra.
Nome completo *
Your answer
E-mail *
Your answer
Telefone *
Your answer
Síntese curricular (até sete linhas) *
Your answer
Oficina de Introdução ao Roteiro Audiovisual - Obras de narrativas negras
Data: 26 a 29 de novembro
Horário: 9h às 13h
Local: Teatro Sesc Senac Pelourinho

Ementa: Introdução aos conceitos iniciáticos, ferramentas e estruturas da escrita de roteiros audiovisuais, com aulas expositivas, tendo como ponto de partida filmes com narrativas negras de conteúdo documental e ficcional, dirigidos ou produzidos pela facilitadora Susan Kalik, e que além de extensa participação em Festivais e Mostras Nacionais, foram selecionados nas três edições da Mostra Sesc de Cinema.

Facilitadora: Susan Kalik

Roteirista, diretora e produtora. Em 2019 foi selecionada para a Residência Base de Roteiros, com Barra Azul, seu novo longa. Ficou entre os 10 finalistas do FRAPA 2019, maior concurso de roteiros da América Latina e foi selecionada para o SESC Novas Histórias, com Lafond, roteiro desenvolvido no Edital de Novos Roteiristas do MINC. Recebeu o prêmio de Melhor Roteiro na Mostra SESC de Cinema Bahia 2017, com Cores e Flores para Tita, prêmio de Melhor longa baiano no Panorama Internacional Coisa de Cinema 2018, para Bando, um filme de, onde é diretora assistente e produtora e seu média Do que aprendi com minhas mais Velhas, sobre Candomblé, onde é roteirista e diretora foi escolhido como um dos dez filmes para representar o Brasil na Rede de Salas Digitais do MERCOSUL 2019. É sócia da Modupé Produtora, produtora do NATA- Núcleo Afro-brasileiro de Teatro de Alagoinhas, roteirista das Tirinhas do Lazinho e produtora de conteúdo de Humor do programa Se Joga da TV Globo.
Deseja se inscrever na Oficina de Introdução ao Roteiro Audiovisual - Obras de narrativas negras *
Oficina de Crítica Cinematográfica
Data: 25 a 30 de novembro
Horário: 9h às 12h20
Local: Museu da Enfermagem, no Pelourinho

Ementa: Através da exibição de trechos de filmes e de alguns curtas-metragens na totalidade, leitura de textos críticos e com base em uma abordagem transversal (a inserção de conceitos e perspectivas, sobretudo, das artes plásticas e da música); a oficina vai abordar, a cada aula, um aspecto do processo histórico de formação do pensamento crítico já consolidado e, ainda em curso, sobre o audiovisual (Aula 1 – A consolidação do cinema como arte: história e desconstrução; Aula 2 - Pioneiros da crítica cinematográfica no Brasil; Aula 3 – A elaboração de um olhar crítico; O cinema brasileiro contemporâneo e os regimes de representação; Aula 5 - A escrita crítica, reflexões e exemplos).

Facilitador: Adolfo Gomes

Jornalista, crítico de cinema (Abraccine) e cineclubista. Ministrou as oficinas “Olhar o cinema – uma introdução à cinefilia” (Iphan – Belém-PA), “Cinema Corsário – uma viagem pelos filmes de gênero” (Panorama Internacional Coisa de Cinema) e “Gostoso de ver: uma revisão da pornochanchada brasileira” (Festival Internacional Lume de Cinema). Curador e jurado de mostras e festivais, também organizou ciclos como “O Mito de Dom Sebastião no Cinema” e "Somos todos marginais, do udigrúdi à pornochanchada". Colaborou com as revistas eletrônicas Contracampo e CineRocinante. Atualmente é crítico do portal de internet "Cabine Cultural".
Deseja se inscrever na Oficina Crítica Cinematográfica *
Oficina MOBGRAFANDO
Datas: 25 e 26 de novembro
Horário: 13h às 17h
Local: Sesc Nazaré

Ementa: A oficina de Mobgrafia tem como objetivo entender o aparelho de celular enquanto uma ferramenta de possibilidades. Nesse sentido, a proposta é apresentar esses dispositivos como uma porta de entrada, apurando o olhar dos alunos através de subsídios teóricos e práticos.

Facilitador: Ariel L. Dibernaci

Graduado em Produção em Tecnologia Audiovisual pelo Centro Universitário Jorge Amado, cofundador da produtora audiovisual/coletivo de cinema independente "Saturnema Filmes" e integrante do coletivo de cinema "Gran Maître Filmes”. Dirigiu em 2016 o curta "Cantos dessa Cidade”, finalista do concurso DirecTV Cinema+ da SKY, escreveu e co-dirigiu o curta metragem “A Sete Tragos do Chão”, em 2018. Atualmente está dirigindo curta metragem “Tubarão de Água Doce”, o qual também assina o roteiro.
Deseja se inscrever na Oficina MOBGRAFANDO *
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This form was created inside of Escola SESC de Ensino Médio. Report Abuse