2º Passeio BTT Solidário CERCI SJM

6 de julho de 2014 (9h00)
Partida e chegada: junto ao Fórum Municipal de S. João da Madeira
Inclui: Reforço alimentar, banhos quentes, lavagem de bicicletas e seguro
Oferta de brindes
Prémio para a equipa mais numerosa
Uso de capacete obrigatório
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question

    REGULAMENTO

    ARTIGO 1º - Definição O Passeio BTT Solidário CERCI SJM é um evento anual, de caráter amador, promovido pela CERCI S. João da Madeira e por um grupo de BTTistas liderados pela empresa Hélio & Vítor Design. ARTIGO 2º - Objetivo O objetivo deste passeio de BTT Solidário é a angariação de fundos para a CERCI S. João da Madeira. ARTIGO 3º - Condições de Inscrição 1 - A inscrição no passeio faz-se mediante o preenchimento de uma ficha de inscrição. 2 - A ficha de inscrição está disponível nas seguintes formas: a) Na secretaria da CERCI SJM, no horário das 9h00 às 17h30; b) Pelo email bttsolidario@cerci-sjm.pt. c) Preenchendo a ficha de inscrição online: no site da CERCI SJM (www.cerci-sjm.pt/) na página de facebook da CERCI SJM (www.facebook.com/cerci.sjm) na página do evento(www.facebook.com/events/455545201242528) ARTIGO 4º - Deveres dos participantes 1 - Cumprir com toda a legislação em vigor, designadamente no que respeita ao Código da Estrada e ao seu Regulamento. 2- Uso de capacete, devidamente colocado, ao longo de todo o percurso. ARTIGO 5º - Deveres da Organização 1 - Providenciar um seguro de desporto aos participantes; 2 - Fornecer reforço alimentar, ao longo do percurso 3 - Promover contactos com as autoridades policiais para que estes possam tomar as medidas necessárias para salvaguarda da segurança, quer dos participantes, quer das demais pessoas bens. 4 - Promover contactos com os Bombeiros Voluntários locais, no sentido da sua participação no evento, com o fornecimento dos meios que considerarem necessários para o efeito. ARTIGO 6º - Disposições Finais Os casos omissos a este regulamento serão decididos pela Organização, a qual será soberana nas suas decisões.
    This is a required question

    Captionless Image