Zona Laboratorial: Reocupar as Ruas
Um Exercício de Ginga e Malandragem

CHAMAMENTO DE BOLSA INTEGRAL PARA PESSOAS NEGRAS OU INDÍGENAS
Somente 4 bolsas

Presencial
com Thiago Abel
Sábados de Agosto, Setembro, Outubro e Novembro
15h - 18h
Elevado João Goulart - Estação Marechal Deodoro

Devido as restrições necessárias em decorrência da pandemia do vírus Sars-Cov-2, esta oficina foi adaptada para ser realizada sem contato entre os participantes, com o devido uso de máscara e álcool gel, em espaço amplo e aberto.

DESCRIÇÃO

O Núcleo Experimental de Butô nasceu e foi criado nas ruas. Antes da pandemia, 90% das oficinas e criações desta companhia eram realizadas em espaços públicos da cidade. Durante o isolamento social, exploramos os trânsitos entre a carne e o digital descobrindo possibilidades de atuar em uma nova ambiência. Agora, diante um cenário que começa a esboçar a possibilidade de retorno das atividades presenciais graças a vacinação, a Zona Laboratorial propõe uma investigação em dança e performance a partir das seguintes perguntas:

- Como reocupar as ruas?
- Quem é o Povo da Rua?
- O que eles podem nos ensinar para enfim reabitarmos as ruas, os encontros e a nós mesmos?
- Como aprender e criar a partir da falha?
- Como desistir da megalomania de criar novos mundos e aprender habitar as ruínas?


OBJETIVOS
• Gerar e gerir uma plataforma onde pessoas interessadas na dança butô possam ter uma constância nos estudos, nos treinamentos e no cultivo de si e de suas experimentações criativas;
• Compartilhar os procedimentos de treinamento e criação do Núcleo Experimental de Butô;
• Desenvolver criações advindas dos encontros e não da justaposição de conteúdos individualizados de duas ou mais pessoas;
• Aprofundar os estudos acerca da dança butô no Brasil;
• Abordar a prática artística em sua perspectiva ético-estético-clínico-política;
• Auxiliar no desenvolvimento artístico e pessoal dos participantes;
• Colaborar com as investigações dos demais pesquisadores envolvidos;
• Debater acerca dos diversos fazeres artísticos e "cuidados de si" envolvidos;
• Orientar a criação, montagem e apresentação de happenings, performances e montagens cênicas;
• Desenvolver uma dramaturgia coletiva que as criações propostas em um programa performativo;

TEMAS DE ESTUDO E PROCEDIMENTOS DE CRIAÇÃO
- Capoeira - Arte da ginga como estratégia de luta
- Malandragem & Desbunde - Estratégias ladinas de subversão e desestabilização dos sistemas de operação
- Carnavalização & Riso como único caminho de libertação dos corpos
- Cosme e Damião como porta de Acesso Ao Devir-Criança de Tatsumi Hijikata e Kazuo Ohno
- Happening Marginais TransTemporais do Núcleo Experimental de Butô
- Performance Anhangás (Núcleo) como procedimento de criação e abertura aos devires
- Procedimento Caibalion (Núcleo) como procedimento de criação em direção ao conceito de corpo morto
- Fazer dos solos de antigos participantes matriz poética de novas danças e estratégias de luta e festa
Nome *
E-mail *
WhatsAPP (com DDD) *
Facebook *
Instagram *
Como ficou sabendo da oficina? *
Como você se declara quanto a etnia, sexualidade e gênero? *
Livre Espaço para escrever o que desejar sobre você e seu interesse (opcional)
Você já foi imunizad@ ou parcialmente imunizad@? *
Estou ciente da obrigatoriedade do uso de máscara PFF2 N95 durante todo o processo, bem como a necessidade de levar álcool para as mãos *
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy