III Encontro Alumiar - MASTERCLASS COM PABLO ROMERO FRESCO (ING/ESP) - Cinema acessível: Por que a acessibilidade e a tradução devem ser consideradas como pós-produção?
Dia: 13/11/18
Horário: 14h30 às 17h30
Local: Cinema da Fundação/Derby

Esta masterclass apresentará o Accessible Filmmaking-AFM, um novo conceito que promove a integração de acessibilidade de mídia e a tradução audiovisual como parte do processo de filmagem. Depois de uma breve introdução histórica que ilustra alguns dos pioneiros da AFM, a apresentação foca em como esse modelo está sendo desenvolvido do ponto de vista de pesquisa, de treinamento e de prática em todo o mundo.

Pablo Romero Fresco é pesquisador titular Ramón y Cajal na Universidade de Vigo (Espanha) e professor honorário de Translation and Filmmaking na Universidade de Roehampton (Londres, Reino Unido). É autor dos livros Subtitling Through Speech Recognition: Respeaking (Routledge), Accessible Filmmaking: Integrating translation and accessibility into the filmmaking process (Routledge, a ser publicado em breve) e o editor de Reception of Subtitles for the Deaf and Hard of Hearing in Europe (Peter Lang). Ele faz parte do conselho editorial do Journal of Audiovisual Translation (JAT) e atualmente está trabalhando com várias instituições públicas e privadas, como universidades, empresas e associações em todo o mundo para introduzir e melhorar o acesso a eventos ao vivo para pessoas com perda auditiva. Ele colaborou com a Ofcom (a agência regulatória dos serviços de comunicação do Reino Unido) para realizar a primeira análise da qualidade de legendas ao vivo na TV no Reino Unido e está trabalhando em um projeto semelhante no Canadá com a Comissão Canadense de Rádio-Televisão e Telecomunicações (CRTC). Seu Accessible Filmmaking Guide está sendo usado por muitas emissoras de televisão públicas internacionais, por universidades e por produtores para introduzir uma abordagem mais inclusiva e integrada à tradução e acessibilidade na indústria cinematográfica. Ele é o líder do centro de pesquisa internacional GALMA (Observatório Galego de Acesso à Mídia), para o qual atualmente coordena vários projetos internacionais sobre acessibilidade de mídia e cinema acessível, incluindo Media Accessibility Platform (Plataforma de Acessibilidade de Mídia) e “ILSA: Interlingual Live Subtitling for Access”, financiado pela Comissão Europeia. Pablo também é cineasta. Seu primeiro documentário, Joining the Dots (2012), foi exibido durante o 69º Festival de Cinema de Veneza e foi usado pela Netflix e por escolas de cinema na Europa para aumentar a conscientização sobre a audiodescrição.

O III Encontro Alumiar de Cinema Acessível acontecerá de 13 a 17 de novembro de 2018. O encontro contará com filmes acessíveis, cursos e debates sobre acessibilidade comunicacional no cinema. As atividades serão gratuitas e terão certificados. Mais informações: cinemadafundacao.com.br/alumiar

Email address *
NOME COMPLETO *
CPF *
EMAIL *
TELEFONE/WHATSAPP *
É PESSOA COM DEFICIÊNCIA? SE SIM, QUAL? *
CURRÍCULO RESUMIDO *
A copy of your responses will be emailed to the address you provided.
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
reCAPTCHA
This content is neither created nor endorsed by Google. - Terms of Service