Colo e Empatia
Que bom saber que você deseja participar deste nosso 5° encontro do Colo e Empatia.

"O que eu quero em minha vida é compaixão, um fluxo entre mim mesmo e os outros com base numa entrega mútua, do fundo do coração.” Marshall Rosenberg

MAIS UMA MANHÃ DE DIÁLOGOS E PRÁTICAS PARA CONVERSAS MAIS SIGNIFICATIVAS E AMOROSAS, NUM AMBIENTE DE ACOLHIMENTO ENTRE MÃES, PAIS, BEBÊS E SLINGS.

Nosso lanche é colaborativo, desta forma convidamos você a trazer algum alimento para compartilhar.

QUANDO: sábado dia 25 de novembro das 9:00 às 12:00

PÚBLICO
Encontro voltado para adultos com bebês de colo e engatinhantes.

VAGAS:
10 famílias

ONDE: Instituto Nhandecy - Rua Dom Alberto Gonçalves, 556
CONTATO: (41) 99660-2220 (Patricia Maciel)

TROCA FINANCEIRA:
O convite è praticarmos a corresponsibilização financeira.
A participação é aberta a todos, sem valor fixo cobrado.
Ao final do encontro os custos serão apresentados.
Cada um é livre para fazer a contribuição que desejar.
O valor recebido será calculado e essa informação compartilhada.

FACILITADORA

PATRICIA MACIEL é yoga terapeuta, arte-educadora, doula e aprendiz no percurso da Comunicação Não-Violenta, cujos princípios tem norteado sua vida pessoal e profissional. Formada no método Kaiut, de Yoga Terapêutico, atualmente está se aprofundando no Yoga na Tradição de Krishnamacharya. É arquiteta e formada em Design em Sustentabilidade pelo Gaia Education.
Como arte-educadora trabalhou em projetos sociais com adolescentes e idosos, quando percebeu o quanto o apoio é mais importante e transformador que o julgamento - ainda mais nestes dois períodos da vida.
Focada na comunicação e na humanidade das relações, recentemente também começou a se dedicar ao estudo da pedagogia Waldorf. Nas práticas e vivências de Comunicação Não-Violenta, facilitadas por Dominic Barter e Maristela Lima, em Curitiba e São Paulo, tem se aprofundado nesta que é uma das ferramentas mais poderosas para servir à vida e cuidar do que realmente importa: as relações e os diálogos que possibilitam a compreensão do outro, de si mesmo, e através desta comunhão, a transformação e a libertação pessoal.
E é no encontro transformador, no coletivo, nos diálogos em que se realmente se fala e se é ouvido que escolheu colocar sua energia.

Nome *
Your answer
Nome e idade do(s) bebê(s) *
Your answer
Email *
Your answer
Telefone *
Your answer
Já tem algum conhecimento sobre Comunicação Não-Violenta? *
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Additional Terms