Oficina: O Museu como patrimônio cultural - prática Educacional
Visando contribuir para que os professores cada vez mais encontrem pontos de contato entre os temas abordados em sala de aula e a visita a museus, foi elaborada essa proposta, que tem por objetivo apresentar o conjunto do universo museal no que diz respeito à valorização, preservação e divulgação de bens culturais; identificar os diferentes meios e profissionais que participam das atividades de preservação, identificação e análise dos bens culturais e refletir sobre as relações entre o público e os processos de salvaguarda e conservação dos bens patrimoniais.

O tema proposto pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) para a 13ª Primavera de Museus, em 2019, é “Museus por dentro, por dentro dos museus” “envolve” ainda mais os públicos na aventura de conhecer, preservar e compartilhar memórias”, e termina com um convite para que os museus brasileiros reflitam sobre o momento em que os museus estão inseridos e busquem maneiras de fortalecer esta relação de pertencimento, e identidade.

O incêndio recente do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, despertou nos profissionais de museus e na própria sociedade um sentimento de urgência em relação à salvaguarda dos bens patrimoniais que nos identificam como brasileiros.
A cidade de São Paulo tem, na atualidade, dois museus importantes que estão fechados sendo que um deles, o Museu da Língua Portuguesa, também passou por um incêndio e comoveu os paulistanos com sua perda. O outro é o Museu do Ipiranga, referência patrimonial de várias gerações, cujo edifício sede passa atualmente por uma restauração. Ambos têm previsão de reabertura até 2022.

A história da Caixa Econômica Federal remonta ao período imperial, quando em 12 de janeiro de 1861, D. Pedro II assinou o decreto de criação do Banco com o objetivo de “conceder empréstimos e estimular o hábito de poupar entre a população até então tida como imprevidente e perdulária” 1. Com esse espírito a Caixa nasceu da poupança de pequenos depósitos feitos por escravos desejosos de comprar suas cartas de alforria, da concessão de empréstimos aos comerciantes sem os juros extorsivos dos agiotas e do penhor de joias de senhoras da corte. Do momento de seu nascimento até os dias atuais a Caixa ampliou sua atuação junto à população brasileira, sempre respondendo às suas necessidades e sobrevivendo aos revezes das políticas econômicas implantadas pelos governantes do país, como, por exemplo, no governo Collor, quando por decreto mandou confiscar as cadernetas de poupança do povo brasileiro.

O acervo exposto no Museu da Caixa, além de ser testemunho material da história do edifício que o abriga e das pessoas que ali conviveram, também é indicador da memória do patrimônio imaterial, pois está impregnado da história do Banco e da economia do Brasil. Sendo assim, como objeto de estudo, o Museu da Caixa é o local apropriado para que os participantes do encontro tenham uma experiência de fruição em um ambiente museológico, instalado num prédio tombado, de grande importância arquitetônica, e que apresenta objetos preservados da década de 1940 expostos de maneira a conduzir o público a uma viagem no tempo e na história da cidade e do Brasil.
Concluindo, é um convite à uma experiência viva, na qual o participante, estimulado pelo tema, dialogará com a História que o personifica, por meio do patrimônio e dos objetos expostos, no contexto do Museu da Caixa.


SERVIÇO:
PROGRAMA EDUCATIVO CAIXA GENTE ARTEIRA
Oficina: O Museu como patrimônio cultural - prática educacional
Oficineiro: Denyse Emerich
Data: 28/09
Horário: 14h
Duração: 4h
Público: Museólogos, Educadores Sociais e de Museus, Professores.
Inscrições: www.caixagentearteira.com.br
Capacidade: 40 vagas
Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo/SP.




Você declara estar ciente que as inscrições serão efetivadas seguindo a ordem dos inscritos? *
Nome completo *
(para o certificado)
Your answer
Telefone *
Your answer
E-mail *
Your answer
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service