CICLO DE ESTUDOS ECOLÓGICOS: sabedoria fúngica
🍄 O que os cogumelos podem nos ensinar sobre o cuidado?
🍄 Como o estudo da ecologia pode compor com a prática psi?
🍄 Como olhar ao redor e não apenas à frente?
🍄 Como, de fato, praticar a multiplicidade?

Anna Tsing nos convida a "participar" (não a "pertencer") ativamente de uma ecologia multiespécie. Convoca a sobrevivência colaborativa diante das ruínas da Modernidade. Cogumelos persistem nas ruínas. Como escutar esta sabedoria?

"É hora de prestarmos atenção na colheita de cogumelos. Não que isso vá nos salvar - mas pode abrir as portas da nossa imaginação" (p. 62).

Margens indomáveis. Mundos multiespécies. Assembleias, agenciamentos, contaminação, polifonia vital. O abandono dos ritmos do progresso. O acolhimento da precariedade.
"... a indeterminação também torna a vida possível" (p. 64).

Promessas e ruínas.
Promessas e ruínas.
"O que mais pode emergir em paisagens devastadas, além do apelo da promessa industrial e da ruína?" (p. 61)

☸ ☸ ☸ ☸ ☸ ☸ ☸ ☸

CICLO DE ESTUDOS ECOLÓGICOS: sabedoria fúngica

A proposta é cultivar um espaço contínuo de reflexões, estudos, apoios, proposições e demais trocas a respeito de temas que tangenciem a intersecção entre as práticas ecológicas e as práticas de cuidado.

Traçaremos este percurso coletivamente através de inquietações, incômodos, anseios e desejos des participantes - também apoiadas por leituras disparadoras que serão decididas em grupo. Elegeremos livros e/ou textos que gostaríamos de ler e estudar conjuntamente e nos encontraremos semanalmente para discussão e reverberação do conteúdo escolhido. Não há um caminho pré-estabelecido. O processo se fará conforme os encontros nos demandarem.

De início, começamos pelo livro "O cogumelo no fim do mundo - sobre a possibilidade de uma vida nas ruínas", da antropóloga Anna Tsing. A ideia é lermos 1 capítulo por semana, em média 20 páginas e nos encontrarmos para tecermos reverberações.

➡ terças-feiras
➡ das 11h - 12h30
➡ online
➡ R$ 30 encontro avulso
➡ R$ 100 pacote mensal
Sign in to Google to save your progress. Learn more
Next
Clear form
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy