Psiquiatria, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Neurologia/Neurocirurgia, Nefrologia, Urologia.
Simulado para testar conhecimentos adquiridos na 7ª fase.

A prova conta com questões de residência, que são de múltipla escolha e das disciplinas de: Psiquiatria, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Neurologia/Neurocirurgia, Nefrologia, Urologia.

Sugerimos tentar responder como se estivesse em prova. Tempo: 2h de prova.

A ideia é praticar e analisar questões que caem na residência. Não se preocupem com erros. Além disso, ao enviar o gabarito no final da prova, você já pode verificar quantas questões acertou e a justificativa das respostas (quando possuem). Caso não tenha tempo, não se preocupe. O gabarito oficial será divulgado no site do CAMBLU junto com as justificativas. Como nem todas são comentadas, será disponibilizado também o link de acesso às provas/gabaritos.

Boa prova!
Email address *
1. FMUSP/2020 - Um estudante de direito de 28 anos é admitido no hospital por acidente automobilístico sem traumatismo craniano. Ele se mostra obstinado e rígido, exigindo que a equipe faça as coisas à sua maneira, mantendo suas tarefas acadêmicas no computador. Fala que sua namorada ameaçou deixá-lo caso ele continue com sua forma inflexível de ser e não jogue fora coisas inúteis que costuma armazenar. Qual a principal hipótese diagnóstica quanto ao tipo de transtorno de personalidade? *
1 point
2. AMRIGS/2017 - Homem, 20 anos, vem apresentando um isolacionismo crescente, com descuido de sua aparência e fumando cerca de três carteiras de cigarro por dia. Apresenta condutas que são descritas pelos familiares como estranhas, com ideias de que vem sendo perseguido e de que seres de outro planeta vem se comunicando com ele através de ondas que invadem a sua mente. Em função do provável diagnóstico, a conduta terapêutica psicofarmacológica mais adequada seria iniciar com: *
1 point
3. AMRIGS/2017 - Homem de 50 anos, branco, solteiro (nunca casado), médico, está em tratamento para doença renal crônica, realizando hemodiálise. Vem à consulta clínica e conta que tem se sentido bastante desanimado, desesperançoso, triste e anedônico. Relata que perdeu peso nos últimos meses por diminuição importante do apetite e apresenta insônia quase que diariamente (utiliza um benzodiazepínico de forma constante como hipnótico e não faz uso de nenhum outro psicofármaco). Não vê perspectiva para o seu futuro, seja pessoal ou profissional. Nos últimos tempos, tem permanecido muito em casa sozinho, afastado de familiares e amigos. Ao final da consulta, conta que não vê mais muito sentido em seguir vivo. Tem, eventualmente, pensado em tirar a própria vida e já imaginou a forma como o faria. Assinale a alternativa correta. *
1 point
4. FMUSP/2020 - Dentre as alternativas abaixo, quais são as alterações mais precoces encontrados na retinopatia diabética? *
1 point
5. RESIDÊNCIA MÉDICA – 2007 (ACESSO DIRETO) HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO/RJ – A hemianopsia homônima direita é encontrada em lesões do: *
1 point
6. RESIDÊNCIA MÉDICA – 2010 (ACESSO DIRETO) UNIV. FED. DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE – RS 8- Homem consultou por vir apresentando há 5 dias hiperemia conjuntival mais intensa em um dos olhos, presença de folículos na conjuntiva e adenopatia pré-articular. Qual o diagnóstico mais provável? *
1 point
7. RESIDÊNCIA MÉDICA – 2009 (ACESSO DIRETO) UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA/SP – A principal consequência funcional do estrabismo não tratado na criança é a: *
1 point
8. AMRIGS/2019 – Associe os tipos de crises epilépticas e fenômenos relacionados (coluna da esquerda) às respectivas descrições (coluna da direita).
8. AMRIGS/2019 – Associe os tipos de crises epilépticas e fenômenos relacionados (coluna da esquerda) às respectivas descrições (coluna da direita). *
1 point
9. AMRIGS/2019 – Paciente masculino, de 23 anos, foi trazido à Emergência em razão de uma agressão sofrida com objeto contundente na cabeça (“paulada”), sem perda da consciência e com um episódio de vômito. À admissão, encontrava-se em Glasgow 15, sem lesão de continuidade no couro cabeludo e sem déficit neurológico focal, mas queixando-se de cefaleia intensa. Com rápida deterioração neurológica (Glasgow 7), passou a apresentar anisocoria com midríase à direita e hemiparesia esquerda. Que diagnóstico, dentre os abaixo, é o mais provável? *
1 point
10. FMUSP/2020 - Mulher, 23 anos de idade, procurou o Pronto-Socorro com queixa de “sensação estranha e fraqueza nas pernas”; também relata “uma sensação de aperto, como uma faixa apertada na altura do meu umbigo”. Diz que percebeu os sintomas há três dias, que inicialmente eram muito leves, mas que pioraram progressivamente. Quando indagada, acha que também notou algum tipo de dificuldade para controlar a micção. O exame clínico geral está normal. O exame neurológico mostra: paresia crural direita (força muscular grau 4), perda da sensibilidade vibratória e artrestésica no membro inferior direito; diminuição da percepção dolorosa e térmica em membro inferior esquerdo; sinal de Babinski à direita; os reflexos patelar e aquileu à direita estão exaltados. Qual a topografia responsável pelos achados do exame neurológico? *
1 point
O caso seguinte se refere às próximas 2 questões: Mulher, 52 anos de idade, veio trazida ao Pronto-Socorro por queixa de cefaleia e uma crise tônico-clônica generalizada que ocorreu dois dias antes da admissão. Em seguida evoluiu com sonolência. Ao exame de admissão tem temperatura de 38ºC, PA 100x60 mmHg, FC: 112bpm e restante do exame clínico geral sem alterações. No exame neurológico, encontrava-se sonolenta, com abertura ocular aos estímulos verbais vigorosos, retirada inespecífica dos membros à dor, falando palavras desconexas, reflexos profundos globalmente vivos e reflexo cutâneo plantar em flexão bilateral. Também foram observadas algumas clonias em hemiface direita. Tomografia computadorizada de crânio mostrou uma hipoatenuação em lobo temporal esquerdo. Exames laboratoriais revelaram uma leucocitose de 13500 sem desvios à esquerda e um aumento da proteína C reativa. Foi então submetida a uma punção lombar para coleta de líquor cujo resultado foi de 41 células (66% de linfócitos, 32% de monócitos e 2% de neutrófilos), 48 hemácias, proteína de 59 mg/dL, glicose de 64 mg/dL e lactato de 25 mg/Dl
11. Qual é a pontuação dessa paciente pela escala de coma de Glasgow? *
1 point
12. FMUSP/2020 - Qual é a principal hipótese diagnóstica? *
1 point
13. UFSC/2019 - Uma paciente feminina, 43 anos, procura a emergência com queixa de cefaleia de forte intensidade com início súbito. Ao exame apresenta-se consciente, pontuando 15 na escala de coma de Glasgow. Não foi detectada rigidez de nuca ou qualquer alteração focal. É levantada a hipótese diagnóstica de hemorragia subaracnoide (HSA). Neste cenário clínico, qual a abordagem diagnóstica mais adequada para esse caso? *
1 point
14. UFPR/2017 – Em relação ao acidente vascular encefálico isquêmico, assinale a alternativa que apresenta as principais manifestações clínicas típicas de envolvimento da artéria cerebral anterior. *
1 point
15. UFSC/2019 - Assinale a alternativa correta em relação à infecção do trato urinário associada a cateteres vesicais. *
1 point
16. AMRIGS/2017 - Homem, 36 anos, procura atendimento de urgência devido à dor intensa em fossa ilíaca esquerda irradiada para região escrotal. A dor iniciou leve há um dia com piora na última hora. Mostra-se assustado devido à urina com “sangue vivo”. Não consegue fornecer mais dados de sua história pela dor intensa. No exame físico, não apresenta anormalidades aparentes. Temperatura axilar=37,6ºC. Níveis pressóricos elevados na vigência da dor (PA= 150/90 mmHg). Qual a hipótese diagnóstica provável? *
1 point
17. AMRIGS/2020 - Sobre o tratamento da incontinência urinária, está correto afirmar que: *
1 point
18. UFPR/2020 – Paciente mulher, 32 anos, apresenta disúria, urgência miccional, febre e dor lombar. Qual é o diagnóstico mais provável e o tratamento, respectivamente? *
1 point
19. AMRIGS/2019 – Apesar de ocorrerem em zonas anatômicas distintas, hiperplasia de próstata e câncer de próstata possuem algumas características comuns. Considere as propostas abaixo. I - Faixa etária de acometimento. II - Dependência de androgênios para proliferação celular. III - História familiar como fator de risco. Quais delas são comuns às duas patologias? *
1 point
20. AMRIGS/2017 PRÉ-REQUISITO NEFROLOGIA – A síndrome nefrótica se caracteriza por: I. Proteinúria > 3 g. II. Albumina sérica < 3 g/dL. III. Dislipidemia. IV. Edema periférico. Quais estão corretas? *
1 point
21. AMRIGS/2018 - A manifestação mais precoce de Doença Renal Crônica em pacientes portadores de Diabetes é a presença de: *
1 point
22. AMRIGS/2019 – Paciente feminina, de 45 anos, com diagnóstico de diabetes melito tipo 2 e hipertensão arterial há 10 anos, veio à consulta por apresentar edema progressivo 3+ nos membros inferiores. Naquele momento, a pressão arterial era de 150/90 mmHg. Referiu que procurou oftalmologista por diminuição da acuidade visual, tendo recebido o diagnóstico de retinopatia diabética proliferativa. O exame de urina indicou proteína 3+. O índice proteína/ creatinina era de 4, a creatinina sérica de 2,1 mg/dl (valor normal: até 1,2 mg/dl), a ureia de 100 mg/dl e a albumina sérica de 2 g/dl. Há 1 ano, a creatinina sérica era de 1,7 mg/dl. Realizou ultrassonografia renal, que mostrou rins de tamanho normal. Em relação ao quadro, assinale a assertiva correta. *
1 point
23. AMRIGS/2016 – Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do parágrafo abaixo. Para um portador de nefrolitíase por cálculos de oxalato de cálcio reduzir o risco de formação de novos cálculos, a orientação dietética deve incluir dieta .......... em cálcio, .......... em proteína de origem animal, .......... em sódio e .......... potássio. *
1 point
24. SANAR/MED – Sobre a anemia na insuficiência renal crônica, tem-se que: *
1 point
25. AMRIGS/2017 (MODIFICADA) - Paciente de 53 anos, com história de diabetes melito, hipertensão arterial e cardiopatia isquêmica, submete-se a cirurgia de revascularização miocárdica. No 25o dia pós-operatório, foi transferida para o Centro de Tratamento Intensivo por quadro de insuficiência respiratória com necessidade de intubação orotraqueal e ventilação mecânica. A gasometria revelou pH de 7,05, PCO2 de 7 mmHg, PO2 de 150 mmHg, HCO3 de 3 mmol/l, déficit de base de -15 e ânion gap aumentado (cloro normal). Todas as condições abaixo são possíveis causas deste distúrbio ácido-base, exceto. Lembrando: pH 7,35 – 7,45. pCO2 35 – 45 mmHg. HCO3 22 – 26 mEq/L. AG 6 – 12 mEq/L. *
1 point
26. UFPR/2020 – Paciente masculino de 27 anos procura o pronto atendimento por quadro de rinorreia, congestão nasal e cefaleia frontal. Ele se queixa de aumento e mudança da coloração (amarela) da rinorreia há três dias. A cefaleia piora quando ele se inclina para frente. Não apresenta outras comorbidades ou uso de medicações. Sinais vitais dentro da normalidade. Ao exame físico, nota-se apenas hiperemia de mucosa nasal e presença de secreção amarelada. Não tem dor à palpação de seios da face. A conduta nesse caso é: *
1 point
27. AMRIGS/2017 – Analise a figura do teste de Rinne reproduzida abaixo, em que a condução aérea dura mais tempo do que a condução óssea, e considere as condições clínicas associadas à hipoacusia. I - Exposição sustentada a ruído II - Uso de fármacos ototóxicos III - Tumor do 8o nervo craniano Quais delas podem ser a causa da perda auditiva neste caso?
27. AMRIGS/2017 – Analise a figura do teste de Rinne reproduzida abaixo, em que a condução aérea dura mais tempo do que a condução óssea, e considere as condições clínicas associadas à hipoacusia. I - Exposição sustentada a ruído II - Uso de fármacos ototóxicos III - Tumor do 8o nervo craniano Quais delas podem ser a causa da perda auditiva neste caso? *
1 point
28. CONCURSO PÚBLICO MÉDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA / PREFEITURA DE ARAUCÁRIA/UFPR/2011 – A otite externa difusa, bastante comum em nosso meio, tem como sintomas principais: dor, prurido, plenitude auricular e sensação de “ouvido trancado”. Todas as bactérias abaixo listadas podem ser suas causadoras, mas uma delas é de longe a mais frequente. Assinale a alternativa correspondente a essa bactéria. *
1 point
29. SANAR/MED – Laura tem apresentado quadros frequentes de dor no ouvido após seu ingresso na escola aos 2 anos. A Característica da membrana timpânica que confere maior especificidade para o diagnóstico de otite média aguda é *
1 point
30. AMRIGS/2016 - Ao exame neurológico, que resposta motora, dentre as abaixo, representa a melhor situação clínica, recebendo a melhor pontuação na Escala de Coma de Glasgow? *
1 point
31. AMRIGS/2017 - Paciente de 25 anos apresentou quadro compatível com cólica renal à direita, tendo sido encaminhada à Emergência. Os exames mostraram cálculo de 4 mm localizado no ureter distal e leve hidronefrose. A avaliação laboratorial não revelou anormalidades. A dor em cólica aliviou de maneira substancial após analgesia intravenosa. Considerando as opções abaixo, qual a mais indicada para o manejo inicial? *
1 point
32. AMRIGS/2016 - Atendente de telemarketing de 36 anos, divorciada, previamente hígida, consultou por vir apresentando quadro de desânimo, abulia, tristeza e falta de apetite há 3 semanas. Negou ideação suicida ou homicida e sintomas psicóticos. Relatou episódios de impulsividade e abuso de cocaína no passado. Na última consulta na Unidade de Saúde, há mais de 1 ano, para coleta de material para exame citopatológico, queixara-se de irritação e ansiedade, acompanhadas de taquipsiquismo e construções mentais grandiosas. Com base nesse quadro, assinale a assertiva correta. *
1 point
33. SANARMED - Feito o diagnóstico de otite media aguda (OMA), quais devem ser o agente etiológico mais comum e o respectivo antibiótico de primeira linha a ser prescrito, desde que não haja contraindicações a seu uso? *
1 point
34. AMRIGS/2016 - Considere as condições abaixo. I - História de câncer II - Febre ou estado de imunossupressão III - Disfunção esfincteriana. Quais delas constituem situações que configuram sinais de alerta para uma possível doença subjacente grave em um paciente com lombalgia aguda? *
1 point
35. AMRIGS/2017 - Paciente de 46 anos chegou à Emergência com história de cefaleia intensa, vômitos e perda transitória de consciência. Ao exame físico, encontrava-se alerta, com pupilas isocóricas e fotorreagentes, sem deficit focal, pressão arterial de 180/110 mmHg, frequência cardíaca de 90 bpm, frequência respiratória de 18 mrm e saturação de oxigênio de 98%. Qual a principal hipótese diagnóstica e qual o exame de imagem inicial a ser solicitado? *
1 point
Submit
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy