Oficina de Tambor Xamânico "Shadow"
Com; Mário Fernandes

Local: Aldeia do Vale projecto agroecológico

Data: 11 Março 2018

Horário: 10.00 ás 18.00

Investimento: 147€

Inclui:
- Construção de tambor ( o instrumento irá para casa contigo), todos os materiais estão incluídos
- Refeição vegetariana preparada com amor + pequenos lanches manhã e tarde
- Ambiente familiar
- Acesso a wifi
- Paisagens exuberantes do oeste

Mais insformações;
ecoaldeiadovale@gmail.com
learning.mario@gmail.com

Numa cerimónia de um dia inteiro, começamos por chegar a um circulo de partilha onde nos apresentamos, apresentamos as nossas intenções e damos voz a uma ideia, a um sentimento, a um lugar de onde sentimos a batida do tambor.
"Sou a batida do coração da Terra de Mãe e o presente sagrado da Criação. Sou a batida do coração universal dos mundos da luz e da sombra. Ajudo pessoas trazendo-lhes a verdade sobre suas existências. Ponho quem me toca em contacto com o Grande Espírito."
- Mitakuye Oyasin - Thunderbird Woman
Muitas vezes não sabemos expressar esta batida...este som...porque estamos distantes,distraídos... pois esta oficina é o sítio onde damos corpo essa batida!
Desde a barriga da nossa mãe até ao momento presente em que acordámos novamente este som, não existiu tempo, apenas um fio que vibra e nos faz vibrar...Homens e Mulheres...
Honramos, consagramos todos os elementos e espíritos dos materiais que usamos na construção do tambor, por que assim é!
“Assim como os seres humanos, cada tambor tem sua própria voz e vibração. Cada animal e árvore de que o tambor é feito tem sua própria medicina; seus espíritos são parte do tambor. Para dar voz ao tambor ele precisa ser “despertado” em cerimónia sagrada. Até a cerimónia o tambor não deve ser tocado. Durante cerimónia o tambor primeiro é dedicado ao Criador Original. O tambor é um objecto sagrado."
- Mitakuye Oyasin - Thunderbird Woman
Ligamo-nos ao nosso espirita, viajamos ao som do tambor e quando chegarmos partimos novamente... para a construção da baqueta que simboliza o masculino e o Tambor que simboliza o feminino em nós, mas desta vez mais inteiros e conscientes do "que" e "quem" sou\somos!
Ao final do dia teremos ainda uma oportunidade de partilhar algo que se mova dentro e que precise de ser expresso num último circulo de partilha e dirigimo-nos para casa.
Bem Haja!

Nome *
Your answer
Email ( confirma se está correcto)
Your answer
Tlf.
Your answer
Alguma intolerância alimentar? *
Your answer
Nº de participantes a inscrever? *
Your answer
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Additional Terms