[Ônibus Hacker] Chamada Pública Invasão Hacker Latinoware / Ciudad del Este

O Ônibus Hacker irá participar do Latinoware, a Conferência Latino-Americana de Software Livre, que vai rolar em Foz do Iguaçu - nos dias 17, 18 e 19 de outubro. Como só uma ponte nos separa da Ciudad del Leste, também vamos realizar uma Invasão Hacker por lá, nos dias 15 e 16 de Outubro.

______ Então, fica assim:

/// 13 e 14 de Outubro: Descolamento SP - Ciudad del Leste
/// 15 e 16 de Outubro: Invasão Hacker Ciudad del Este
/// 17, 18 e 19 de Outubro: Invasão Hacker Latinoware
/// 20 e 21 de Outubro: Deslocamento Ciudad del Este - SP

______ Sobre hospedagem, alimentação e vagas:

/// Temos hospedagem e uma ajuda de custo de 275 reais garantida para 20 pessoas.
/// Para viajar com o Ônibus, o limite é o espaço: 20 vagas.
/// Como as propostas independem de quem viaja, se você é de Foz Iguaçu, Ciudad del Este ou estará por lá na data, pode se inscrever do mesmo jeito.

______ E se lotar? Se mais de 20 pessoas apresentarem propostas e tal?

Isso será uma novidade prá gente e na lógica do trocar pneu com o carro andando, só vamos resolver o problema se ele aparecer. Mas o único critério que temos definido é: os caroneiros não terão prioridade. Por mais que o Ônibus seja um veículo, a gente acha que ele também é mais do que isso.

______ Propostas, oficinas, atividades. Vale tudo?

Entramos no Latinoware com um espaço independente, que incorpora a programação oficial. O 'independente' está relacionado ao fato de que nenhuma proposta passa pela aprovação da organização do evento. isso significa que sua proposta está automaticamente aprovada - a menos que ela seja muito fora da casinha. Como, por exemplo, um jabazão de tecnologias proprietárias.

Nas 14 Invasões que realizamos, a narrativa comum é a ética hacker, faça você mesmo, o tesão por abrir e compartilhar processos, experimentações.

Para você ter uma ideia do que cabe ou não, já sabemos que vamos levar oficinas de Rádio Livre; Mapeamento aéreo com balão metereológico; Crochê e tricô. :)

A gente encara o busão como um laboratório, que ocupa os espaços por onde passa com ações políticas. Por política, entendemos toda apropriação tecnológica, toda gambiarra, todo questionamento e exercício de direitos. Por ação, entedemos a prática, o faça você mesmo uma antena de rádio, um projeto de lei, uma escola. E nessa lógica, o download de um torrent é uma ação política tão potente quanto a construção de aplicativos a partir de dados abertos.

______ Infraestrutura

As oficinas inscritas por essa Chamada acontecerão no busão, na área interna (para quem ainda não conhece o nosso lab, tiramos metade dos bancos e ganhamos um espaço manero para atividades) e externa (onde, como de costume, montamos nossa tendinha, abrimos as cadeiras de praia, montamos mesas).

Aos poucos, o busão tem sido equipado com traquitanias que dão autonomia prá gente. Cadeira, mesa, extensões, projetor, flipchart, uma caixa de papelaria... E a cada viagem, os tripulantes carregam suas traquitanias também. Se sua oficina precisa de alguma coisa específica, apresenta aí prá gente ver como articula.

______ Ciudad del Este

A gente sabe que lá rola o maior comércio de traquitanias tecnológicas. A ideia da Invasão lá é trabalhar com a apropriação crítica disso. Mas prá ficar bacana, a gente sabe que é a pré produção/produção (pesquisa, mapear parceiros, articular com eles, desenhar a dinâmica) é importante. Por isso, aceitamos ideias e contribuições. Se não rolar, no limite, essa viagem será de produção e investigação. Depois voltamos \o/

É isso, bora?

    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question