Agricultura e Alterações Climáticas a nível Europeu
É atualmente reconhecido que as alterações climáticas estão a influenciar o sector agro-alimentar a nível Europeu e Portugal não foge a este fenómeno. Os eventos climáticos extremos, como os períodos de seca prolongada e inundações, colocam os agricultores numa posição difícil para combater os efeitos destes fenómenos. Ao mesmo tempo, é aconselhável reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) resultantes da produção agrícola.

Para reduzir as emissões de GEE e adaptar o setor agro-alimentar aos efeitos causados pelas alterações climáticas, é essencial compreender as oportunidades e os riscos do agricultor perante este fenómeno. Dois projetos financiados pela União Europeia, ECO-SERVE (www.ecoserve-project.eu) e SOLMACC (www.solmacc.eu) têm como objetivo analisar quais as práticas agrícolas mais favoráveis para minimizar os efeitos das alterações climáticas e de que modo os agricultores as podem utilizar para se adaptarem a este fenómeno.

Assim, este questionário visa compreender a motivação e os desafios dos agricultores que implementam este tipo de práticas agrícolas mais resilientes e mais eficientes para combater os efeitos das alterações climáticas.

Agradecemos desde já sua contribuição. Qualquer dúvida que tenha ou qualquer comentário adicional que queira fazer, pode entrar em contacto com José Paulo Sousa (jps@zoo.uc.pt)
Obrigado por suas opiniões e contribuições!

Com os melhores cumprimentos

A equipa dos projetos ECO-SERVE e SOLMACC

Next
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Additional Terms