Terapia comportamental e psicologia baseada em evidências: passado, presente e futuro.
A Prática Baseada em Evidências em Psicologia é, atualmente, um dos assuntos mais discutidos na Psicologia. Por um lado, há consenso entre os psicólogos clínicos de que suas intervenções devem estar embasadas em pesquisas empíricas, mas, por outro lado, a compreensão do que constitui uma evidência de boa qualidade, quais métodos deveriam ser empregados para produzi-la e a maneira pela qual ela deveria ser aplicada na prática da psicoterapia é alvo de uma enormidade de controvérsias.

Nesse contexto, as terapias comportamentais receberam destaque, uma vez que sua eficácia vem sendo amplamente demonstrada em pesquisa experimentais. Contudo, tanto no Brasil quanto no resto do mundo, existe uma grande diversidade de modelos de terapia comportamental, de modo que, muitas vezes, não há qualquer afinidade teórica, metodológica e prática entre eles, o que costuma gerar confusão quanto à sua identidade.

Além disso, a relação entre Prática Baseada em Evidências em Psicologia e as terapias comportamentais nem sempre fica clara. Em vista disso, este curso tem por objetivos:

(1) apresentar o movimento da Prática Baseada em Evidências em Psicologia sob uma perspectiva histórica, enfatizando o embate entre os diferentes posicionamentos sobre o assunto;

(2) debater o status das terapias comportamentais no contexto da Prática Baseada em Evidências em Psicologia;

(3) discutir os problemas e limites da Prática Baseada em Evidências em Psicologia e das terapias comportamentais;

(4) apontar possíveis soluções e rumos futuros para as terapias comportamentais no contexto da Prática Baseada em Evidências em Psicologia, com ênfase nas propostas de 4ª onda da terapia comportamental e da terapia baseada em processos.

Data:
30/05/2020 - 08:30 às 18:30.
31/05/2010 - 08:00 às 12:00.

Valores
Next
Never submit passwords through Google Forms.
This form was created inside of Diego F. Souza. Report Abuse