O Auditor Perante a Fraude de Relato Financeiro.
O presente inquérito está inserido no âmbito de uma investigação a ser desenvolvida no Mestrado de Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais pelo Instituto Superior de Gestão e Economia (ISEG), destinando-se apenas aos Revisores Oficias de Contas (ROC). Este tem por objetivo analisar o modo como os auditores lidam com a fraude, nomeadamente a fraude de relato financeiro, nos vários processos de uma auditoria. Todas as informações prestadas serão tratadas de forma confidencial e apenas utilizadas para efeito da investigação.

O inquérito é composto por 18 questões e tem aproximadamente uma duração de 10 minutos. Obrigada pela sua colaboração.

1 - Quantos anos tem de experiência profissional? *
2 - Qual é o seu género? *
3 - Qual a forma de exercício da sua atividade profissional? *
4 - No decorrer da sua atividade profissional, com que frequência se deparou com situações de fraude *
5 - Na sua opinião, dos tipos de fraude apresentados, qual é o que ocorre com maior frequência? *
Muito frequente
Frequente a razoável
Pouco frequente
Esporadicamente
Nunca
Apropriação indevida de ativos
Demonstrações Financeiras Fraudulentas
Corrupção
6 - De acordo com a sua experiência, indique, hierarquizando numa escala de um a cinco, os principais agentes responsáveis pela ocorrência da fraude nas entidades auditadas (o nível um traduz menor responsabilidade e o nível cinco corresponde à responsabilidade máxima) *
1
2
3
4
5
Encarregados da governação / Órgãos de supervisão da empresa
Gerência / Administradores executivos
Dirigentes não gerentes
Outros empregados
7 - De acordo com a sua experiência, indique, hierarquizando numa escala de um a cinco, os principais agentes responsáveis pela deteção nos casos de fraude nas entidades auditadas (o nível um traduz menor responsabilidade e o nível cinco corresponde à responsabilidade máxima) *
1
2
3
4
5
Encarregados da governação / Órgãos de supervisão da empresa
Órgão de fiscalização estatuário
Gerência / Administradores executivos
Dirigentes não gerentes
Outros empregados
Auditor estatuário
Auditor externo
Autoridades externas
8 - De acordo com a sua experiência, indique, hierarquizando numa escala de um a cinco, os principais agentes responsáveis pela prevenção do risco de fraude nas entidades auditadas (o nível um traduz menor responsabilidade e o nível cinco corresponde à responsabilidade máxima) *
1
2
3
4
5
Encarregados da Governação / Órgão de supervisão da empresa
Administradores não executivos / Comissão de auditoria
Órgão de fiscalização estatuário
Gerência / Administradores executivos
Dirigentes não gerentes
Auditor estatuário
9 - No seu entender, como classifica as motivações a seguir indicadas para a fraude, em geral, em termos de frequência *
Muito frequente
Frequente a razoável
Pouco frequente
Esporadicamente
Nunca
Oportunidade
Problema assumido como não partilhável
Incremento de remuneração pessoal
Objectivos financeiros difíceis de atingir
10 - No seu entender, como classifica as motivações a seguir indicadas para a fraude no relato financeiro, em termos de frequência *
Muito frequente
Frequente a razoável
Pouco frequente
Esporadicamente
Nunca
Oportunidade
Problema assumido como não partilhavél
Incremento de remuneração pessoal
Fuga aos impostos
Mostrar situação financeira favorável junto de entidades financiadoras
Forçar o atingimento de objetivos de performance económica e financeira
11 - Nos seus trabalhos de auditoria financeira, o desenho e aplicação de procedimentos de auditoria visando a identificação e avaliação do risco de distorção material provocado por fraude *
12 - Em termos de planeamento da auditoria às demonstrações financeiras, escolha a característica que considera ter um maior impacto na identificação e avaliação dos riscos de fraude. *
13 - Concorda que um controlo interno eficaz e eficiente, é um método muito importante na prevenção e deteção dos riscos de fraude de relato financeiro? *
Discordo totalmente
Concordo totalmente
14 - Concorda que a possibilidade de a gerência e outros responsáveis têm de derrogar regras de controlo interno seja uma das fontes potenciadoras do risco de fraude? *
Discordo totalmente
Concordo totalmete
15 - Perante o conhecimento de factos altamente indicadores que constituem evidência da ocorrência de fraude, de relato financeiro, indique a atitude que considera a mais adequada (pode optar por adicionar comentário que considere oportuno em : outra) *
16 - Em sua opinião, a deteção de fraude de relato financeiro, quando da conclusão e relato do trabalho de auditoria deverá (o nível um traduz que discorda totalmente e o nível cinco indica que concorda totalmente) *
1
2
3
4
5
Merecer apenas modificações na opinião de auditoria, em função da materialidade
Merecer fundamentalmente recomendações com vista a que os encarregados da governação ou a gerência corrijam os factores propiciadores de fraude
Merecer menções na declaração do órgão de gestão
Não dar lugar a qualquer forma de relato, caso a situação seja previamente corrigida
17 - Considera que a rotatividade dos auditores externos é uma mais valia para a prevenção e deteção da fraude de relato financeiro? *
Discordo totalmente
Concordo totalmente
18 - Considera que, no decorrer de uma auditoria financeira, o auditor deve manter um alto grau de cepticismo profissional de modo a poder estar em melhores condições de identificar os factores associados ao risco de fraude de relato financeiro *
Discordo totalmente
Concordo totalmente
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Additional Terms