Ciclorotas - qual é a sua?

A CicloIguaçu, em parceria com o IPPUC, quer ouvir os ciclistas sobre seus caminhos na cidade. Queremos levantar as rotas utilizadas que podem receber um tratamento para melhorar a segurança e o conforto dos usuários de bicicleta.

Mande suas sugestões. Todas as propostas serão analisadas. As três mais votadas serão encaminhadas ao IPPUC para que sejam projetadas e implantadas o quanto antes.

    Captionless Image

    O que é uma CICLOROTA?

    Ciclorota é a rota ciclável constituída entre um par de origem/destino, interligado por vias com tráfego lento ou forçosamente acalmado. De uma forma geral a ciclorota tem por objetivo servir de opção de ligação nas viagens dos ciclistas no meio urbano. Ou seja, não se trata apenas de tratar uma ligação qualquer como complemento da rede cicloviária, mas sim construir uma rota capaz de ajudar os ciclistas em seus deslocamentos para diferentes destinos da cidade.

    Caracterização de vias componentes de uma Ciclorota

    O IPPUC entende que uma ciclorota deve ser composta por vias que conectem trechos cicloviários já existentes, ou que já estejam projetados, e que tenham as seguintes características: - Onde o tráfego já seja normalmente acalmado; - Onde o uso do solo tenha predominância residencial; - Onde o número de veículos estacionados não impeçam a circulação livre da bicicleta; - Onde os fluxos do tráfego motorizado sejam muito menores do que os das vias arteriais e coletoras. Ou seja, em vias não pertencentes ao sistema viário principal da cidade, ao se considerar seu volume de tráfego; - Que, devido ao seu posicionamento na malha urbana, não permitem tráfego direto aos veículos motorizados sem a realização de alguma intervenção física (p. ex. corte de um trecho de praça ou de jardinete) ou realizando conexão com outras vias através do uso de tramo viário com menor hierarquia. - Além disso, para este projeto, as ciclorotas sugeridas devem ter, no máximo, aproximadamente 5km. Algumas observações adicionais são importantes, a saber: - Quando existe estacionamento dos dois lados de uma via acalmada, ou integrante de uma ciclorota, isto pode gerar muitos conflitos, mas ao mesmo tempo permite que esta via seja naturalmente pacífica. Isto porque a resistência ocasionada pela presença de muitos veículos juntos aos bordos da via acaba por gerar velocidade de tráfego reduzida, e assim a via se torna amigável à circulação das bicicletas; - Em via pertencente a uma rota ciclável (ciclorota) não são previstas infraestruturas cicloviárias do tipo ciclovias ou ciclofaixas. Excepcionalmente, pode-se criar um passeio compartilhado para se vencer a impedância de algum trecho onde a ciclorota cruza com via do sistema principal de circulação da malha urbana. Mande suas propostas (até 3 por pessoa) preenchendo este formulário. Prazo: De 26 de agosto a 8 de setembro de 2013.

    Realização

    CicloIguaçu (Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu) IPPUC (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba)
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question
    This is a required question