Agentes de combate às endemias/guardas de endemias: relação entre saúde e trabalho no contexto da pandemia de COVID-19
Olá, queremos saber um pouco mais sobre você!

Esta pesquisa está sendo coordenada por pesquisadores do Centro de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana/Fiocruz, com coparticipação de outras instituições, com o objetivo de analisar a relação entre saúde e o trabalho de agentes de combate às endemias/guardas de endemias no contexto da pandemia de COVID-19.
PARA PARTICIPAR, BASTA TER A IDADE MÍNIMA DE 18 ANOS E TRABALHAR NO CONTROLE DE ENDEMIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

As informações obtidas através dessa pesquisa serão confidenciais e asseguramos sigilo sobre sua participação.


Todas as questões com asterisco (*) são obrigatórias.
Email address *
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO (TCLE)
Você está sendo convidado a participar da pesquisa "Agentes de combate às endemias/guardas de endemias: relação entre saúde e trabalho no contexto da pandemia de COVID-19". Este estudo é parte integrante do projeto de pesquisa “Estudo do impacto à saúde de Agentes de Combate às Endemias/Guardas de Endemias pela exposição a agrotóxicos no estado do Rio de Janeiro” e está sendo desenvolvido pelo Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana – CESTEH (ENSP/Fiocruz) em coparticipação com o Instituto Nacional do Câncer – INCA, Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz-PE), Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (Fiocruz), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO), Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN e a Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (UEZO), em parceria com os sindicatos representantes da categoria, Sindsprev/RJ, Sintsauderj e Sintrasef, e conta com apoio da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS).
Esta pesquisa será realizada da seguinte maneira: você está recebendo um questionário online e sua participação consiste em responder 6 seções com questões que englobam dados sociodemográficos, caracterização do trabalho, COVID-19 (saúde, isolamento e distanciamento social), rastreamento de transtornos mentais comuns (estresse, depressão e ansiedade) através do instrumento SRQ-20 e a qualidade do sono. O objetivo é analisar de forma transversal a relação entre a saúde e o trabalho de agentes de combate às endemias/guardas de endemias do estado do Rio de Janeiro no contexto da COVID-19. O preenchimento de todas as questões levará cerca de 45 minutos.
Os riscos envolvidos na aplicação deste questionário são mínimos, mas algumas questões envolvendo renda familiar, etilismo, tabagismo, drogas ilícitas e sofrimento mental podem gerar algum tipo de desconforto. Contudo, os benefícios relacionados à sua participação no projeto envolve um maior conhecimento das condições de trabalho, saúde e processo de adoecimento da categoria. Além disso, como benefícios indiretos, as informações e dados obtidos alimentarão um banco de dados sobre o assunto, o qual fornecerá subsídios para ações estratégicas junto ao Ministério da Saúde em Vigilância em Saúde do Trabalhador na atuação do Sistema Único de Saúde (SUS).
Este formulário deve ser identificado com seu nome, telefone e e-mail para entrarmos em contato posteriormente, caso seja necessário. Você pode ser convidado a participar de outras etapas do projeto de pesquisa que contam com uma coleta de sangue (para avaliação de biomarcadores) e a discussão e validação dos resultados através de grupos de trabalho denominados "Encontros sobre o Trabalho", que deverão acontecer por webconferência ou presencialmente no Cesteh/Fiocruz e poderão ser gravados. Contudo, a participação em todas as etapas se dará de forma facultativa (voluntária). Os resultados desta pesquisa serão utilizados para avaliação e propostas de mudança no processo de trabalho, relatórios de pesquisa, textos científicos e materiais de divulgação. O questionário e os termos de consentimento serão mantidos em segurança, e apenas a coordenação e a equipe de pesquisa terão acesso as informações.

TODAS AS INFORMAÇÕES OBTIDAS ATRAVÉS DESTA PESQUISA SERÃO CONFIDENCIAIS, SENDO ASSEGURADO O SIGILO DA SUA PARTICIPAÇÃO.

Em caso de dúvidas, a coordenadora responsável pela pesquisa é Dra. Ariane Leites Larentis e você poderá entrar em contato através do e-mail: arilarentis@yahoo.com.br. Caso necessite de esclarecimentos quanto à condução ética do estudo, entre em contato com o Comitê de Ética em Pesquisa da ENSP. O Comitê é formado por um grupo de pessoas que têm por objetivo defender os interesses dos participantes das pesquisas em sua integridade e dignidade e assim, contribuir para que sejam seguidos padrões éticos na realização de pesquisas.

VOCÊ PODERÁ IMPRIMIR OU COPIAR DA SUA TELA (PRINT) ESTE TERMO DE CONSENTIMENTO APÓS O ENVIO DO FORMULÁRIO!

Telefone do CEP/ENSP: (21) 2598-2863
E-mail: cep@ensp.fiocruz.br
http://www.ensp.fiocruz.br/etica
Este termo foi elaborado em formato eletrônico, caso você aceite participar, deve assinalar "Sim" abaixo: *
Next
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy