POR UMA BH DEMOCRÁTICA, POPULAR E PROGRESSISTA
O MOMENTO EXIGE COMPROMISSO, COLETIVIDADE E CORAGEM

Convivemos simultaneamente com o tempo da destruição e com o tempo da emancipação.

A crise humanitária sem precedentes que atravessamos está sendo tratada pelo governo Bolsonaro como uma oportunidade macabra para seguir aprofundando o golpe neoliberal em curso no país desde 2016 e que, com sua chegada ao poder, ganhou feição fascista, militar-miliciana. Neste momento, as forças democráticas do país - assim como em outras nações do mundo - enfrentam uma grande ameaça à democracia, à liberdade, à vida e à dignidade do povo. O horror do fascismo nos ronda com sua pulsão de morte e tenta instrumentalizar as instituições para colocar em prática seus planos de destruição e extermínio. Construir um campo amplo de enfrentamento ao avanço do fascismo é a exigência do tempo da emancipação e uma tarefa histórica da qual as esquerdas não podem se furtar.

As próximas eleições municipais estarão condicionadas por essa disjuntiva nacional. Nelas se expressarão projetos distintos. De um lado, o bolsonarismo buscará se capilarizar nos municípios e potencializar sua necropolítica. Antigos plumados e “novos” neoliberais se apresentarão como alternativa moderada da destruição dos direitos sociais, trabalhistas, da igualdade e da liberdade para todas/os.

De outro lado, a construção do tempo da emancipação impõe às esquerdas a unidade. Uma unidade que expresse a nossa plural identidade democrática, libertária, classista e popular. Uma unidade programática que expresse a cidadania ativa radical, a dignidade do trabalho, as economias populares e solidárias, o fim das opressões de gênero, raça e sexualidade que violentam e matam por asfixia, a justiça social e o bem viver. Uma unidade dialética sensível aos legítimos desafios e objetivos partidários e, ao mesmo tempo, disposta a construir com coragem novos compromissos coletivos.

A política da unidade tem, então, um fundamento ético: derrotar o bolsonarismo neoliberal e fascista. Ela tem um fundamento programático: construir a plataforma da emancipação. Mas ela tem também um fundamento pragmático: sem essa unidade a esquerda se verá diluída, incapaz de ter reconhecida toda a sua força política potencial, arriscando reduzir todas as possibilidades eleitorais.

Diante dessa política da unidade, os partidos de esquerda podem e devem superar diferenças e evitar que a população fique à mercê de uma escolha insuportável. Diante da ameaça fascista, não pode haver vacilações. O caminho é o que já expressou a solidariedade militante: ninguém solta a mão de ninguém! É hora de reunir a diferença para enfrentar o antagônico.

Em Belo Horizonte, essa possibilidade existe, pois já construímos os seus fundamentos éticos e programáticos para responder ao tempo da destruição neoliberal fascista com a construção do tempo da emancipação. A necessária unidade das esquerdas exige agora um movimento de pactuações eleitorais, de compromisso com a cidade e o país, de construção de uma chapa comum construída com trabalhadoras e trabalhadores e com as comunidades periféricas. Uma unidade que convoque os movimentos populares, reencante a política, resgate a paixão pela militância e a vontade de mover as estruturas do poder. Essa paixão que surpreende e que foi um dia cantado em versos por Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro:

“De repente olha eu de novo
Perturbando a paz, exigindo o troco
E se a força é tua ela um dia é nossa
Que medo você tem de nós, olha aí”

Mandatos que assinam:
André Quintão - deputado estadual/PT
Arnaldo Godoy - vereador de Belo Horizonte/PT
Aurea Carolina - deputada federal/PSOL
Beatriz Cerqueira - deputada estadual/PT
Bella Gonçalves - vereadora de Belo Horizonte/PSOL
Cida Falabella - vereadora de Belo Horizonte/PSOL
Gilson Reis - vereador de Belo Horizonte/PCdoB
Patrus Ananias - deputado federal/PT
Pedro Patrus – vereador de Belo Horizonte/PT
Rogério Correia - deputado federal/PT

Mandatos que apoiam:
Dr Jean Freire - deputado estadual/PT
Leninha - deputada estadual/PT
Margarida Salomão - deputada federal/PT
Marília Campos - deputada estadual/PT
Pe. João - deputado federal/PT

Militantes partidários e de movimentos sociais:
Alice Soares Andrade - PT Pampulha
Ana Laura Matias - PTBH
Ana Luisa A. Guimarães – Executiva PTMG e Diretorio PTBH
André Xavier – PT Barreiro
Angela Mourão - atriz, participante da ATAC (Articulação dos Trabalhadores e Trabalhadoras das Artes da Cena)
Bernadete Esperança
Bernardo Jefferson - Professor UFMG
Bim Oyoko - poeta e integrante do Coletivo Nosso Sarau e do Fórum das Juventudes da Grande BH
Carla Machado de Castro – Psicológa
Cascão - Ator e ativista cultural
Celeste de Souza Rodrigues - Militante do SUS
Cid Adorno Araujo Dias - empresário
Clara Lino - Executiva JPT-MG e PTBH
Dalva Estela – PTBH
Dário de Moura - PSOL BH
Denise Pires da Costa - Secretaria de Mulheres PT Pampulha
Délcio Fonseca - médico, mestre em Ciência Política, psicanalista
Di Souza - artivista cultural
Duda Salabert - professora / Vice-presidenta do PDT
Ederson Alves - Vice Presidente do Conselho Estadual de Saúde/Militante PTBH
Edgar Silva dos Anjos - Executiva PTBH
Eliane de Andrade – PTBH
Eliana Maria de Moraes - Fórum Mineiro de Saúde Mental / PT BH
Elias Sunshine Santos - Radialista e Professor
Ermínia Maricato - Urbanista/Professora USP/ BRCidades
Estevão Cruz - Executiva PTBH
Fernando Tadeu David - PTBH
Flávio Carsalade - Professor UFMG
Flávia Nolasco - Brigadas Populares
Frei Paulo Gabriel – Agostinianos
Geraldo Abreu - PTBH
Glênio Martins - ex-Secretário de Desenvolvimento Agrário de MG/ PTBH
Guilherme Teles - PTBH
Gustavo Bonnes - PSOL BH
Heráclito Marciano – Diretório Regional PT Pampulha
Ilca Morais - Executiva PTBH
Isabel Cristina de Lima Lisboa - Secretária de Mulheres do PTBH
Jairo Nogueira - Presidente da CUT Minas
Joanna Arllen- artista, performer e integrante do Fórum das Juventudes da Grande BH
João Abdala - PTBH
Jorge Afonso Mairink – Diretório PTBH/Secretário Cultura PTMG
José Luiz Quadros de Magalhães - Professor UFMG
Juarez Dayrell - professor aposentado FAE/UFMG, Fórum das juventudes
Juarez Guimarães - Professor UFMG
Lais Azzi - PTBH
Leandro Zerê - poeta, integrante do Coletivo Terra Firme e do Fórum das Juventudes da Grande BH
Letícia Péret - Coordenação Estadual Marcha Mundial das Mulheres e PTBH
Lígia de Laurentiis – Marcha Mundial das Mulheres e PTBH
Lilian Macena - Secretária de Mobilização PTMG
Luana Costa – educadora, agitadora cultural e integrante da assessoria de mobilização do Movimento Nossa BH
Lucas Monteiro - PTBH
Lucia Helena A Leite - Professora
Luis Carlos da Silva – Diretório PTBH
Luiz Paulo Guimarães de Siqueira
Luiza Lino - PTBH
Macaé Evaristo – professora, assistente social, ex-Secretária de Educação de BH e MG
Maria Angélica Salles Dias – Diretório PTBH/Núcleo Saúde PTBH
Maria Júlia Andrade Vale - psicóloga social, consultora Políticas Sociais
Mariana Lino - PTBH
Munish - ator/diretor teatro Leela Grupo Teatral
Murilo Rodrigues - PTBH
Neila Baptista - Executiva do PT-BH
Nilma Lino Gomes - Professora Emérita da UFMG
Nilmário Miranda - ex-Deputado Federal/ex-Ministro dos Direitos Humanos do Governo Lula
Paula Oliveira - PTBH
Philippe Silva - PTBH
Priscylla Ramalho - educadora e integrante do Fórum das Juventudes da Grande BH
Rafa Barros - PSOL BH
Rafaela Lima - Presidente da AIC (Associação Imagem Comunitária)
Reginaldo Silva – Presidente PT Barreiro
Rita Carolina - Secretaria de Mulheres PTBH
Rita Velloso - Professora UFMG/Vice-Diretora Escola de Arquitetura UFMG
Roberto Andres - urbanista/Professor UFMG
Roberto Luis Monte-Mor - Professor UFMG
Roberto Nery - Executiva JPTMG e PTBH
Rogério Coelho - poeta slamer
Roseli da Costa Oliveira - Núcleo Saúde PTBH
Silvio Neto - Direção Nacional MST
Sônia Lansky - Sentidos do Nascer/REHUNA/SUS-BH
Sonia Maria Dias - Pesquisadora da rede global WIEGO
Stael Luiza Rocha de Santana - Professora Aposentada UFMG
Stefânio Marques Telles - Sindicato Metalúrgicos BH/Contagem
Stella Gontijo - Diretora de Mulheres ANPG
Unaí Tupinambás - médico / professor UFMG
Valéria Guerra Mendes - Núcleo Saúde PT BH
Vania Mintz - empresária

VEJA AS OUTRAS ASSINATURAS QUE ESTÃO CHEGANDO: https://bit.ly/2zpLj5b

Coletivos, movimentos e tendências partidárias:
Associação Henfil Educação e Comunicação
Articulação de Esquerda – PT BH
Brigadas Populares
Casa Socialista Dôra Gomes e Bira Freitas
Coletivo Alvorada BH
Coletivo ParaTodos - PTBH
Coletivo Pontos de Luta BH
Consulta Popular
Democracia Socialista – PT BH
Esquerda Popular e Socialista - PT BH
Fórum Metropolitano de EJA
Fórum Mineiro de EJA
Insurgência – PSOL BH
Kizomba BH
Levante Popular da Juventude
Linhas do Horizonte BH
Marcha Mundial das Mulheres
Movimento dos Atingidos por Barragens - MAB
Movimento dos Trabalhadores e trabalhadoras por Direitos - MTD
Movimento pela Soberania Popular na Mineração - MAM
Primavera Socialista – PSOL BH
Resistência – PSOL BH
NOME *
Profissão *
Instituição (partido/movimento) *
Telefone (whatsapp)
E-mail
Submit
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service - Privacy Policy