Request edit access
Percepção de profissionais a respeito de sistemas de produção de carne
Introdução
Caro(a) profissional, agradecemos a sua colaboração ao participar desta pesquisa respondendo às perguntas a seguir.
Nossa intenção é saber sobre seu conhecimento e opinião a respeito da carne celular. Sua participação é fundamental para que possamos entender mais sobre como esta temática é vista entre os profissionais paranaenses.
Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Paraná, com parecer número 3040865.
Termo de consentimento livre e esclarecido online
Nós, Carla Forte Maiolino Molento e Marina Sucha Heidemann – da Universidade Federal do Paraná, convidamos o (a) senhor (a), profissional de medicina veterinária, zootecnia ou engenharia de biotecnologia e bioprocessos, a participar de um estudo intitulado “Percepção dos profissionais a respeito da carne celular”. O estudo justifica-se pela necessidade de avaliar a percepção dos profissionais quanto à carne celular, para que sejam identificados os fatores mais expressivos de resistência a esta nova metodologia, e possam ser propostas formas de mitigação para estes desafios.
a) O objetivo desta pesquisa é explorar a percepção dos profissionais quanto à carne celular, para que sejam identificados os fatores mais expressivos de resistência a esta nova metodologia, e propostas formas de mitigação para estes desafios.
b) Caso você participe da pesquisa, será necessário que o (a) senhor(a) responda um questionário com perguntas relacionadas ao seu conhecimento quanto à carne celular e fatores relacionados a sua produção e introdução no mercado.
c) O risco relacionado ao estudo pode ser o de constrangimento ocasionado por dúvidas ao responder o questionário. Entretanto, os pesquisadores responsáveis Marina Sucha Heidemann e Carla Forte Maiolino Molento não terão acesso à sua identidade. Seus dados serão tratados em caráter anônimo em todas as etapas do projeto, e caso haja qualquer constrangimento, você poderá expressar seus comentários referentes às perguntas e/ou à pesquisa.
d) Os benefícios esperados com essa pesquisa são prever cientificamente se os profissionais pesquisados têm conhecimento sobre a carne celular, e verificar sua opinião quanto à produção, inserção no mercado de consumo e no mercado de trabalho da carne celular, a fim de que sejam identificados os desafios para aceitação da carne celular como nova alternativa de produção de carne.
e) Os pesquisadores Carla Forte Maiolino Molento, Médica Veterinária, professora da Universidade Federal do Paraná - UFPR, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias (PPGCV) da UFPR e coordenadora do Laboratório de Bem-estar animal - LABEA (E-mail: carlamolento@yahoo.com; Telefone fixo: (41) 3350-5788; Celular: (41) 99931-6302) e Marina Sucha Heidemann, Médica Veterinária, aluna de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias (PPGCV) da UFPR (E-mail: msuchah@gmail.com; Celular: (41) 99505-7996, responsáveis por este estudo, poderão ser contatadas por meio do seguinte endereço: Laboratório de Bem-estar Animal - LABEA, Universidade Federal do Paraná - UFPR, Setor de Ciências Agrárias, Departamento de Zootecnia, Rua dos Funcionários, 1540, CEP: 80035-050, Curitiba, PR, Brasil, das 08h30min às 17h30min, nos telefones supracitados, para esclarecer eventuais dúvidas e fornecer-lhe as informações que queira, antes, durante ou depois de encerrado o estudo.
f) As informações relacionadas ao estudo poderão ser conhecidas por pessoas autorizadas [Carla Forte Maiolino Molento e Marina Sucha Heidemann]. No entanto, se qualquer informação for divulgada em relatório ou publicação, isto será feito sob forma codificada, para que a sua identidade seja preservada e mantida sua confidencialidade.
g)Se você tiver dúvidas sobre seus direitos como participante de pesquisa, você pode contatar também o Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos (CEP/SD) do Setor de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Paraná, pelo telefone (41) 3360-7259. O Comitê de Ética em Pesquisa é um órgão colegiado multi e transdisciplinar, independente, que existe nas instituições que realizam pesquisa envolvendo seres humanos no Brasil, e foi criado com o objetivo de proteger os participantes de pesquisa, em sua integridade e dignidade, e assegurar que as pesquisas sejam desenvolvidas dentro de padrões éticos (Resolução nº 466/12 Conselho Nacional de Saúde).
Você concorda em participar voluntariamente deste estudo? *
Next
Never submit passwords through Google Forms.
This content is neither created nor endorsed by Google. Report Abuse - Terms of Service