Disciplina: Geografia

Série/Ano: 7ª série/8º ano

Vol/Bim: Vol 4/4ºBm

CADERNO DO PROFESSOR/ALUNO

Situação de Aprendizagem (Número/título)

Sequência Didática

Recursos audiovisuais e/ou de TIs  sugeridos no caderno

Recursos audiovisuais e/ou de TIs sugeridos pelo PCNP

Interfaces interdisciplinares / Temas trasnsversais

Situação de Aprendizagem 5 – Peru e México: a herança Pré-colombiana.

Competências e habilidades: identificar elementos representativos da herança pré-colombiana no Peru e no México.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Para iniciar, sugerimos que os alunos discutam e respondam à questão a seguir no Caderno do Aluno, na seção Para começo de conversa. 1. Registre seus conhecimentos sobre as civilizações pré-colombianas, em especial a asteca e a inca.

 

Leitura e análise de texto e imagem

Sugerimos a leitura do texto presente no Caderno do Aluno. Ele contribuirá para que os alunos conheçam um pouco da capital do Império Asteca.  Em seguida, proponha a observação da Figura 21, presente no Caderno do Aluno, que se refere ao antigo templo asteca; apresente também a Figura 22, que mostra como era o sítio urbano de Tenochtitlán na época da chegada dos espanhóis e, na sequência, a Figura 23, que mostra a sobreposição da atual Cidade do México. Após a observação, os alunos deverão responder às questões propostas no Caderno do Aluno.

1. A Cidade do México cresceu sobre o antigo Lago Texcoco. Explique como isso correu. 2. Antes da invenção do papel, as peles de animais eram preparadas para servir como suporte para a escrita. Algumas delas, os palimpsestos, podiam ser raspadas e reutilizadas, embora sempre sobrassem vestígios das escritas anteriores. A Cidade do México pode ser comparada a um palimpsesto? Justifique a sua resposta.  Organize a correção coletiva das questões em um ambiente de cooperação e diálogo. Em duplas, os alunos poderão ler as respostas uns dos outros. Ao término da aula, as principais conclusões devem ser registradas na lousa.

 

Etapa 1 – A herança das comunidades indígenas

Para os alunos tomarem contato com essa realidade, propomos a discussão do filme Reino nas nuvens, da série Terras Místicas. Produzido em 1997 pela empresa canadense The Duncan Group, dura cerca de 25 minutos. Por meio do relato da construção de Machu Picchu, os alunos devem coletar dados a respeito da história do Império Inca e da herança cultural deixada às comunidades indígenas atuais. Sugerimos que, antes de começar a exibição do vídeo, a classe seja orientada a registrar as informações necessárias para responder o roteiro disponível no Caderno. Com base nas respostas dos alunos, você poderá concluir a aula com uma breve discussão do documentário, encaminhando como tarefa de casa a complementação das respostas do roteiro. Novamente, incentive o debate em sala de aula. Dessa vez, organize grupos maiores para a troca de impressões e de conceitos acerca do filme. Sugerimos na seção Pesquisa em grupo que você oriente os alunos para que façam uma pesquisa sobre a civilização inca, levantando os seguintes dados: localização geográfica; história; características sociais, religiosas e econômicas; grau de desenvolvimento técnico; a sofisticação da arquitetura de seus principais centros urbanos (especialmente Machu Picchu e Cuzco, capital do império) e as técnicas utilizadas, como os sistemas de cultivo em terraços adequados aos sistemas montanhosos; e a produção de diversos tipos de artesanato.

 

Etapa 2 – A diversidade cultural por meio de gráficos

 

Leitura e análise de tabela e mapa

 

Para estudar o violento processo de dominação do continente americano, propomos, no Caderno do Aluno, as atividades a seguir, entre elas a elaboração de um mapa, com o uso de gráficos de setores que representem a porcentagem de população indígena de alguns países selecionados. Veja a tabela do Quadro 7. 1. Qual dos países representados na tabela possui a maior população indígena em termos absolutos (número total de habitantes)? E em termos relativos porcentagem? No mapa mudo, disponível no Caderno do Aluno, eles devem elaborar um mapa que represente a porcentagem de população indígena nos países selecionados, tendo como base os dados da tabela. Para realizar essa tarefa, os alunos devem localizar e nomear os países selecionados no mapa, utilizando, se achar necessário, um mapa político da América Latina. Depois, fazer um gráfico no território correspondente a cada um deles. Peça aos alunos que deem um título ao mapa. Para a elaboração do gráfico de setores, devem ser respeitados os seguintes passos, conforme orientações presentes no Caderno do Aluno. Após, a elaboração dos mapas, discuta com os alunos a participação dos indígenas na composição da população da América Latina. 3. O que os países com maior porcentagem de população indígena têm em comum do ponto de vista da Geografia Física? Se precisar, consulte o mapa físico da América em um atlas geográfico escolar para responder a esta questão. Após o comentário e a comparação das respostas da atividade anterior, finalize propondo a leitura do texto Índios e escravos nas sociedades coloniais, apresentado na atividade da seção Lição de casa. Essa atividade também levará em consideração as informações contidas na tabela América Latina: população indígena estimada em alguns países (Quadro 7), o gráfico de setores e o mapa elaborado pelos alunos nesta Situação de Aprendizagem.  Em casa, os alunos deverão elaborar um texto que explique a distribuição desigual da população indígena na América Latina. Para encerrar essa Situação de Aprendizagem, na seção Você aprendeu?, propomos a questão: Por que as civilizações que edificaram as construções retratadas nas imagens a seguir são chamadas civilizações pré-colombianas?

Imagens digitais; textos; tabela; mapas; filme

Filme Reino nas nuvens, da série Terras Místicas - disponível no NPE

AYERBE, Luis Fernando. Estados Unidos e América Latina: a construção da hegemonia.

São Paulo: Editora da Unesp, 2002.

BORON, Atílio A. et al. América Latina: estado e reformas numa perspectiva comparada. São Paulo: Cortez, 2003.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da

América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

KLIKSBERG, Bernardo. Desigualdades na

América Latina: o debate adiado. São Paulo: Cortez; Brasília: Unesco, 2001.

Por uma economia com face mais humana. Brasília: Unesco, 2003.

LEMOS, Amália Inês; SILVEIRA, Maria Laura;

ARROYO, Mônica (Org.). Questões territoriais na América Latina. Buenos Aires: Consejo

Latinoamericano de Ciencias Sociales – Clacso; São Paulo: Universidade de São Paulo, 2006.

América Latina: cidade, campo e turismo.

Buenos Aires: Consejo Latinoamericano

de Ciencias Sociales – Clacso; São Paulo: Universidade

de São Paulo, 2006.

LOVELOCK, James. Gaia: cura para um planeta doente. São Paulo: Cultrix, 2006

MAGNOLI, Demétrio. O grande jogo: política,

cultura e ideias em tempo de barbárie. São

Paulo: Ediouro, 2006.

SILVEIRA, Maria Laura (Org.). Continente em chamas: globalização e território na

América Latina. Rio de Janeiro: Civilização

Brasileira, 2005.

Observatório Social da América Latina. Disponível em: <http://www.clacso-posgrados.net/portal_observatorios/> . Acesso em: 26 nov. 2013.

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

(PNUD). Disponível em: <http://www.pnud.org.br> Acesso em: 3 dez. 2013.

Texto de Apoio

http://www.coladaweb.com/cultura/cultura-maia,-asteca-e-inca-pre-ocidentalizacao

Material para apoio

http://professoracelinammr.blogspot.com.br/2011/08/textos-para-7a-serie-8o-ano-4o-bimestre.html

Arquivo de Vídeos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/video/arquivoVideos.php?menu=193#barra_tit

 

Mapas Interativos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/links/links.php?categoria=25

 

Recursos Didáticos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=330

 

Banco Internacional de Objetos Educacionais

http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/

Programa EJA - Mundo do Trabalho uma série de materiais didáticos

http://www.ejamundodotrabalho.sp.gov.br/Conteudo.aspx

 

Telecurso Ensino Fundamental

http://www.telecurso.org.br/geografia-ens-f/

 

Telecurso Ensino Médio

http://www.telecurso.org.br/geografia/

 

Currículo mais

http://curriculomais.educacao.sp.gov.br/pesquisa-avancada/?ciclo=5281&disciplina=26&tema_curricular=5355

 

Ciências Humanas - Material didático

http://cejarj.cecierj.edu.br/mat_cienc_hum.html

História

Arte

Língua Portuguesa

Situação de Aprendizagem 6 – Brasil e Argentina: as correntes de povoamento.

Competências e habilidades: diferenciar correntes de povoamento, relacionando-as com a formação socioespacial.

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Nesta etapa inicial, sugerimos que sejam analisados os dados relativos à densidade demográfica do Brasil. Depois de apresentar esses números, explique aos alunos que a população brasileira não é uniformemente distribuída pelo território do país. A tabela do Quadro 8 contribuirá para que os alunos compreendam a distribuição da população brasileira.

 

Leitura e análise de tabela e mapa

 

Com base na tabela e no mapa, responda às questões a seguir, presentes no Caderno do Aluno.

1. Identifique na tabela as dez Unidades Federativas brasileiras que apresentavam, em 2010, as menores densidades demográficas do país. Em quantas delas a densidade demográfica era superior a 10 hab./km2? 2. Identifique as Unidades Federativas que apresentavam, em 2010, densidade demográfica superior a 100 hab./km2. 3. Considerando suas respostas anteriores, o que é possível dizer a respeito da distribuição da população pelo território brasileiro? 4. A distribuição da população pelo território está relacionada a padrões históricos de povoamento e de ocupação. No Brasil, as maiores densidades demográficas estão localizadas nas proximidades do litoral, como você pode observar no mapa a seguir (Figura 27). Explique por que isso acontece.

 

Leitura e análise de tabela e mapa

Ainda, nesta etapa de sensibilização, sugerimos duas atividades com base nos dados referentes à população da Argentina, presentes no Caderno do Aluno. a) Qual é a província de maior densidade demográfica da Argentina? b) No mapa disponível no Caderno do Aluno, os alunos deverão elaborar um mapa ordenado que represente a densidade demográfica das províncias argentinas, com base nos dados da tabela. Para realizar essa tarefa, os alunos criarão uma escala, que será usada como base da legenda. Com relação aos intervalos que serão empregados para a elaboração do mapa, sugerimos que oriente os alunos a utilizar a legenda disponível no material.

c) Observando o mapa ordenado da Argentina que você elaborou, responda: quais são as províncias com densidade demográfica superior a 10 hab./km2 nas porções central e ocidental do território argentino?

 

Etapa 1 – Os movimentos colonizadores no século XVI

 

Leitura e análise de mapa

Sugerimos que os mapas das Figuras 28 e 29 sejam discutidos em sala de aula. Peça aos alunos que analisem as áreas de colonização portuguesas e espanholas no século XVIII (Figura 28) e que atentem para os vetores da expansão colonial luso-brasileira nos séculos XVI e XVII (Figura 29). Na sequência, respondam à questão a seguir, presente no Caderno do Aluno. Quais são as principais características das rotas de colonização no território que viria formar o Brasil?

 

Etapa 2 – O povoamento no século XIX e suas consequências

Propomos que os alunos façam uma pesquisa em grupo sobre o padrão de povoamento do Brasil e da Argentina no século XIX. Combine com eles a melhor forma de apresentar o trabalho realizado.

Mapas; Textos; fotografia;

FAUSTO, Boris; DEVOTO, Fernando. Brasil e Argentina: um ensaio de história comparada.

São Paulo: Editora 34, 2004.

Texto de apoio

http://pt.wikipedia.org/wiki/Imigra%C3%A7%C3%A3o_no_Brasil

Arquivo de Vídeos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/video/arquivoVideos.php?menu=193#barra_tit

 

Mapas Interativos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/links/links.php?categoria=25

 

Recursos Didáticos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=330

 

Banco Internacional de Objetos Educacionais

http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/

Programa EJA - Mundo do Trabalho uma série de materiais didáticos

http://www.ejamundodotrabalho.sp.gov.br/Conteudo.aspx

 

Telecurso Ensino Fundamental

http://www.telecurso.org.br/geografia-ens-f/

 

Telecurso Ensino Médio

http://www.telecurso.org.br/geografia/

 

Currículo mais

http://curriculomais.educacao.sp.gov.br/pesquisa-avancada/?ciclo=5281&disciplina=26&tema_curricular=5355

 

Ciências Humanas - Material didático

http://cejarj.cecierj.edu.br/mat_cienc_hum.html

História

Arte

Língua Portuguesa

Situação de Aprendizagem 7 – Colômbia e Venezuela: entre os Andes e o Caribe.

Competências e habilidades: estabelecer semelhanças e diferenças socioculturais; caracterizar processos de apropriação e valorização territorial.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Nesta etapa de sensibilização, sugerimos que os alunos leiam o texto a seguir, presente no Caderno do Aluno, na seção Para começo de conversa. Agora, proponha aos alunos que, em dupla, consultem em mapas físico e político do continente americano, os países e locais apresentados em destaque no texto e, em seus cadernos, indiquem a situação geográfica desses países: onde se localizam, quais biomas possuem, formas de relevo, países fronteiriços etc.

 

Leitura e análise de imagem

Após a aula expositiva, trabalhe com as Figuras 30 e 31, disponíveis no Caderno do Aluno, que retratam as principais cidades venezuelanas e colombianas. Cada uma dessas cidades deve ser localizada em um mapa político. Depois, os alunos tentarão localizá-las em um mapa físico da América do Sul. Mesmo que esse último não apresente cotas para as cidades, é possível inferir a localização aproximada, guiando-se pelo mapa político.  Em seguida, a classe deverá responder às perguntas presentes no Caderno do Aluno. 1. O que existe em comum entre as três principais cidades venezuelanas: Caracas, Maracaibo e Valência?  2. O que existe em comum entre as três principais cidades colombianas: Bogotá, Medellín e Cali?

 

Etapa 1 – Análise de mapas

Para esta etapa, sugerimos que a análise e a interpretação do mapa da Figura 32 sejam feitas pelos alunos individualmente, em casa, conforme atividade do Caderno do Aluno, na seção Lição de casa.  Para finalizar, sugerimos a atividade do Caderno do Aluno, seção Você aprendeu?.

 

Etapa 2 – Os contrastes de Caracas

Para finalizar esta Situação de Aprendizagem, propomos a exibição do filme Um olhar sobre Caracas, produção francesa com aproximadamente 20 minutos de duração, que pertence ao acervo da TV Escola. Sugerimos que, após a exibição, os alunos, divididos em grupos, produzam um texto sobre o filme, em forma de crítica jornalística.

Mapas; fotos;

Filme Um olhar sobre Caracas, produção francesa

com aproximadamente 20 minutos de duração, que pertence ao acervo da TV Escola.

Disponível no NPE

Arquivo de Vídeos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/video/arquivoVideos.php?menu=193#barra_tit

 

Mapas Interativos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/links/links.php?categoria=25

 

Recursos Didáticos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=330

 

Banco Internacional de Objetos Educacionais

http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/

Programa EJA - Mundo do Trabalho uma série de materiais didáticos

http://www.ejamundodotrabalho.sp.gov.br/Conteudo.aspx

 

Telecurso Ensino Fundamental

http://www.telecurso.org.br/geografia-ens-f/

 

Telecurso Ensino Médio

http://www.telecurso.org.br/geografia/

 

Currículo mais

http://curriculomais.educacao.sp.gov.br/pesquisa-avancada/?ciclo=5281&disciplina=26&tema_curricular=5355

 

Ciências Humanas - Material didático

http://cejarj.cecierj.edu.br/mat_cienc_hum.html

História

Arte

Língua Portuguesa

Situação de Aprendizagem 8 – Haiti e Cuba: as Revoluções.

Competências e habilidades: analisar histórica e geograficamente processos de formação política e econômica; comparar informações de interesse geográfico, interpretando diversos indicadores sociais e econômicos.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

 1. Na seção Para começo de conversa, do Caderno do Aluno, propomos aos alunos que leiam o texto Haiti – cronologia, e elaborem em uma folha avulsa uma linha do tempo na qual estejam destacados os principais acontecimentos da história do Haiti a partir da chegada dos colonizadores. 2. Repita o procedimento da questão anterior considerando o texto Cuba – cronologia (também disponível no Caderno do Aluno), que traz os acontecimentos importantes da história de Cuba, após a chegada dos colonizadores. 3. Compare as duas linhas do tempo que você elaborou, destacando semelhanças e diferenças históricas e geográficas entre esses países.

 

Etapa 1 – Indicadores sociais e econômicos de Cuba e Haiti

Na sequência, peça aos alunos que respondam às questões, presentes também no Caderno do Aluno.

 

Leitura e análise de mapa

1. Podemos dividir a América Central em dois blocos de países: continentais e insulares. Quais países compõem cada um desses blocos? 2. Qual é o mar que banha essa região? 3. A Ilha Hispaniola é ocupada por dois países. Um deles, na porção oriental, formou-se a partir da colonização espanhola. O outro, na porção ocidental, a partir da colonização francesa e da revolta dos escravos. Quais são esses países? 4. Descreva a localização de Cuba e do Haiti no contexto regional.

 

Leitura e análise de tabela e texto

A partir da explicação das questões propostas no Caderno do Professor, pode-se solicitar aos alunos a análise da situação de Cuba e do Haiti, no contexto regional. Assim, os alunos deverão responder às questões a seguir presentes no Caderno do Aluno. 1. Com base nos indicadores apresentados na tabela do Quadro 10, compare a situação social e econômica de Cuba e do Haiti. Depois, compare a situação de cada um deles com a dos demais países da América Central. a) Cuba e Haiti. b) Cuba e os demais países da América Central.

 

Etapa 2 – A situação política de Cuba e Haiti

2. Para finalizar, peça aos alunos para fazer um resumo das características da economia do Haiti e de Cuba, destacadas em trechos de dois artigos publicados, em abril de 2008, no jornal Folha de S. Paulo.  Sugerimos que organize com a turma um mural com notícias mais recentes sobre a situação desses países.

Tabelas de dados; Textos; Representações gráficas; Atlas geográfico;

Surplus (Surplus: terrorized into being consumers).

Direção: Erick Gandini. Holanda,

2003. 54 min.

Matérias sobre o tema

http://www.grupoescolar.com/buscar/haiti_e_cuba_as_revolucoes

Texto de apoio

http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Cubanaín

Arquivo de Vídeos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/video/arquivoVideos.php?menu=193#barra_tit

 

Mapas Interativos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/links/links.php?categoria=25

 

Recursos Didáticos

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=330

 

Banco Internacional de Objetos Educacionais

http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/

Programa EJA - Mundo do Trabalho uma série de materiais didáticos

http://www.ejamundodotrabalho.sp.gov.br/Conteudo.aspx

 

Telecurso Ensino Fundamental

http://www.telecurso.org.br/geografia-ens-f/

 

Telecurso Ensino Médio

http://www.telecurso.org.br/geografia/

 

Currículo mais

http://curriculomais.educacao.sp.gov.br/pesquisa-avancada/?ciclo=5281&disciplina=26&tema_curricular=5355

 

Ciências Humanas - Material didático

http://cejarj.cecierj.edu.br/mat_cienc_hum.html

 

História

Arte

Lgua Portuguesa

PROPOSTAS DE SITUAÇÕES DE RECUPERAÇÃO

Para a recuperação das Situações de Aprendizagem 1, 2, 3 e 4, propomos duas situações diferentes. Na primeira delas, você poderá orientar os alunos a retomar os principais conceitos tratados no decorrer do volume. O segundo procedimento está relacionado à aplicação dos conhecimentos trabalhados em leituras complementares, com o objetivo de reforçar a compreensão dos alunos. No primeiro caso, sugerimos que os alunos retomem o contexto no qual são apresentados os seguintes termos e expressões: recurso natural; reciclagem; escassez hídrica; gases de efeito estufa; desenvolvimento sustentável; pegada de carbono; lixo; resíduo sólido; desperdício. Em seguida, os alunos deverão elaborar individualmente um mapa conceitual, ininterligando esses termos por meio de flechas que estabeleçam relações de complementaridade, de determinação ou de contradição entre eles. Sugerimos que, sob sua orientação, os alunos discutam coletivamente os mapas produzidos, e os problemas de cada um sejam identificados e corrigidos por todos. Para o segundo procedimento de recuperação, sugerimos a leitura e a interpretação dos textos propostos, que dialogam diretamente com os eixos temáticos propostos neste volume.

Questões de interpretação – Texto 1

1. O autor do texto afirma que as substâncias minerais estão presentes em quase todos os produtos e serviços utilizados no cotidiano. Quais exemplos ele utiliza para justificar essa afirmação? 2. Escolha um entre os exemplos citados e faça uma ilustração que sintetize as informações fornecidas pelo texto.

Questões de interpretação – Texto 2

1. Explique o significado da expressão “consumo sustentável”. 2. O consumo sustentável está relacionado à promoção do desenvolvimento sustentável? Justifique a sua resposta.

Para as Situações de Aprendizagem 5, 6, 7 e 8, a proposta de trabalho refere-se aos processos de formação territorial e de povoamento de países latino-americanos. Espera-se que, no processo de recuperação, os alunos possam refazer os procedimentos de leitura e interpretação dos mapas selecionados e reconstruir os conceitos e temas propostos. Para recuperar esse percurso, sugerimos as seguintes estratégias. 1. Elaboração de um mapa das línguas oficiais dos países da América Latina. Os alunos, mais uma vez, devem desenhar o contorno do mapa político da América, sobrepondo um papel transparente a um mapa de um atlas geográfico escolar. De posse do mapa, os alunos deverão produzir  um pequeno texto explicando a diversidade linguística encontrada. 2. Proposta de redação: “Brasil: vetores de povoamento e densidades demográficas”. O mapa a seguir mostra as densidades demográficas registradas no território brasileiro. Com base nele, os alunos deverão elaborar uma pequena redação explicando as razões do caráter marcadamente litorâneo do povoamento do território brasileiro.

EM DESENVOLVIMENTO POR CLEUNICE DIAS DE OLIVEIRAÚLTIMA ATUALIZAÇÃO EM 04/12/2014 ÀS 09h03

CEDIDO PELO AUTOR PARA USO EXCLUSIVAMENTE DIDÁTICO SOB RESPONSABILIDADE DOS GESTORES ESCOLARES NAS ESCOLAS ESTADUAIS JURISDICIONADAS À DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SÃO VICENTE - PROIBIDA A REPRODUÇÃO FORA DA JURISDIÇÃO OU PARA FINS COMERCIAIS E/OU ACADÊMICOS