A flor curiosa

     Era uma vez uma flor muito bonita. Ela vivia num galho de árvore sobre um rio de águas verdes. Borboletas, abelhas e beija-flores visitavam a flor todos os dias. Nela encontravam seu alimento. E enquanto bebiam o gostoso néctar produzido pela flor, contavam-lhe histórias do mundo que viam em seus voos. A flor morria de inveja de seus amigos alados. Ela não podia sair do galho em que vivia. Todos os dias via o mesmo rio, as mesmas pedras, as mesmas árvores. Seu sonho era viajar para conhecer o mundo. Daria tudo para voar como abelhas ou borboletas. Mas era apenas uma flor.

     Certa noite, uma grande tempestade passou pelo rio onde morava a nossa flor. Um vento forte fazia os galhos de árvores dançarem para todos os lados. E num desses movimentos, a flor se soltou e caiu no rio. A correnteza começou a levá-la. Ela finalmente iria conhecer o mundo. Começava aí a aventura da flor que sempre sonhou com um mundo desconhecido.

 Jarbas Novelino

    A noite era fria, o vento forte e a água muuuuuuuuuuuuuuito gelada. Mas o sonho de conhecer o mundo iniciava. Apesar do medo, ela queria muito aproveitar todos os momentos. Olhava tudo, cheirava tudo, o medo acompanhava.

Rosane