WEB ARTE - INFLUÊNCIA

Por Eduardo Girão

Resumo: Quem nunca foi influenciado por um amigo, parente, propaganda de TV, livro, música, ideologia, filme, objeto de arte? É de natureza humana influenciar e ser influenciado. Com o mundo cada vez mais globalizado, essa prática vem ganhando proporções ainda maiores. As fronteiras diminuíram e os homens aproveitam para mesclar, difundir e propagar diferentes modos de vida. A troca de influência acontece muitas vezes sem se perceber, dia após dia. Dependendo da ocasião, pode ser rápida ou lenta, ríspida ou gentil. Difícil não se deixar envolver, mesmo quando não se deseja. Muitas vezes, até mesmo o mais “fechado” dos seres não resiste ao charme dos influenciadores. A web arte Influência tem o objetivo de fazer uma reflexão sobre essa característica tão iminente de alguns indivíduos da sociedade representados metaforicamente por círculos, quadrados e retângulos. No lugar das pessoas, as figuras desempenham a função de influenciantes e influenciados. A direção dos objetos, movimento, altura, tamanho, forma, cor, posição, velocidade e dimensão se transformam no contato uns com os outros – uma referência ao mundo atual onde há gente de todas “cores, formas, tamanhos e gêneros”. A bibliografia escolhida para esse trabalho faz referência principalmente às características sociais presentes na globalização, onde a intolerância ao diferente ainda resiste mesmo com tantas informações nos dias de hoje. Palavras-chave: arte concreta - Leis da Gestalt, multiculturalismo, influência social, web arte e psicologia das cores.

PLANO DE AULA

• Tema: Influência – Web Arte;

• Carga Horária: oito aulas de 50 minutos cada;

• Área de conhecimento prática: Informática, web arte, Corel R.A.V.E (quadro chave, aplicação de cores, botão de comportamento, etc);

• Área de conhecimento teórica: Arte concreta (Leis da Gestalt, psicologia da forma), multiculturalismo, influência social, entre outras;

• Público Alvo: estudantes da disciplina Web Arte do Curso de Licenciatura em Artes Visuais do IFCE;

• Pré-requisito: conhecimento prévio adquirido na disciplina Web Arte, ministrada pelo professor M. sc. Maximiano Arruda.

ASSUNTO

Explicar aos alunos os recursos utilizados para a realização da web arte Influência que tem como objetivo principal fazer uma reflexão sobre a força influenciadora que alguns indivíduos da sociedade (metaforicamente representados por círculos, quadrados e retângulos) exercem em seus semelhantes. Para isso, foi escolhida uma bibliografia diversificada com referência principalmente na arte concreta (desenhos baseados nesse estilo da década de 30), influência social e globalização. Os estudantes acompanharão passo a passo as explicações para depois exercitarem o conteúdo aprendido em um exercício prático - onde eles próprios recriarão uma web arte.

EMENTA

Nesta aula, o aluno será capaz de recriar a obra de arte Influência para posteriormente poder fazer sua própria web arte. Terá também uma visão geral de assuntos ligados à web arte, arte concreta, influência social e globalização; irá ainda aprender noções básicas do programa Corel R.A.V.E e alguns de seus recursos de interatividade (botões).

OBJETIVOS

• Reproduzir a web arte Influência que servirá de base para futuras produções do alunato, utilizando os recursos do programa Corel R.A.V.E;

• Ajudar na formação dos alunos sobre o senso crítico e estético, através dos conceitos de arte concreta, globalização, influência social, etc.;

• Criar novas possibilidades em comunicação, vindas da cultura do ciberespaço;

• Desenvolver conceitos básicos sobre forma e composição visual gráfica;

• Capacitar os alunos de forma dialógica com os conhecimentos;

• Conhecer as principais etapas da web arte Influência, repassando as informações passo a passo;

• Interagir com os alunos, tendo como princípio básico a troca de conhecimento.

CONTEÚDO TEÓRICO

• Web Arte – explicar em poucas palavras as definições mais recentes sobre o que é web arte (interatividade, instantaneidade, imaterialidade, conectividade, tele presença, entre outros);

• Globalização – As mudanças comportamentais, sócio-culturais e econômicas que vem ocorrendo ao longo do tempo são frutos do processo de globalização. A convivência pluricultural advinda da globalização cria novas identidades, devido à influência e à penetração dos modos e estilos de vida. Multiculturalismo (ou pluralismo cultural) é um termo que descreve a existência de muitas culturas numa localidade, cidade ou país, sem que uma delas predomine, porém separadas;

• Arte Concreta – O termo arte concreta é usado por Theo van Doesburg em 1930, em Paris. Algumas características: o quadro deve ser inteiramente construído com elementos puramente plásticos, isto é, planos e cores; a técnica deve ser mecânica, exata como a matemática e anti-impressionista; tenta abandonar qualquer aspecto nacional ou regional e se afasta inteiramente da representação da natureza, nega as correntes artísticas subjetivistas e líricas; recusa o sensualismo e a arte como expressão de sentimentos;

• Influência Social – é o ato de levar uma pessoa (ou um grupo de pessoas) a fazer algo que, a princípio, desconheciam e/ou não tinham em mente. Tanto a psicologia e a sociologia quanto a antropologia, dizem que a influência social é uma das bases que define nossos comportamentos dialeticamente;

• Influência das Cores – As cores podem exercer diversas sensações na criação de ambientes. Elas possuem diversas funções e podem influenciar em nosso estado de espírito, pois elas podem criar diferentes atmosferas, alterar visualmente as proporções de um ambiente, aquecer ou esfriar e valorizar ou criar centros de interesse. Através de análises é possível mostrar como as atividades humanas sofrem influência de três aspectos: físico, cognitivo e o psíquico.

CONTEÚDO PRÁTICO

• Reapresentação do Corel R.A.V.E (menu; caixa de ferramentas; paleta de cores; termos da animação etc.);

• Quadro chave (preparar para fazer animação) de objetos (agrupando, combinando, organizando, clonando, copiando, colando e duplicando);

• Linha do tempo (velocidade; movimento);

• Cores (aplicação, texturas e efeitos especiais);

• Animações (definição de caminhos para a animação dos objetos);

• Criar botões (barra de botão, barra de comandos, barra de internet)

• Publicar

METODOLOGIA

• Aulas expositivas

• Rodas de conversa

• Leituras de textos

• Projeção de imagens e vídeos

• Uso do computador

• Exercícios práticos

• Trabalho individual

Os alunos terão aulas expositivas onde aprenderão os conceitos básicos de web arte e de outros conteúdos teóricos importantes sobre o tema. Terão liberdade para interagir com os colegas de classe (rodas de conversa) e para tirar dúvidas uns com os outros, ajudando-se mutualmente. As leituras de pequenos textos serão feitas em sala de aula para reforçar o aprendizado adquirido. As projeções de imagens e de vídeos de web arte baixados no site youtube ajudá-los-ão a melhorar suas habilidades com o uso das ferramentas do programa Corel R.A.V.E e do computador. Os exercícios práticos tem a proposta de fazer com que se sintam mais familiarizados com a linguagem da web arte, para posteriormente poderem construir sua própria web arte.

RECURSOS

Computadores plugados na WEB

Data show

Vídeo

Textos

Outros que o professor julgue necessário

AVALIAÇÃO

Participação

Análise de caso

Atividades práticas

Situações-problemas

Apresentação de trabalhos

O interesse individual do alunato em desenvolver-se durante as explicações do professor será avaliado como critério principal. Os alunos também serão avaliados através da apresentação dos trabalhos de Web Arte feitos em classe, acompanhados de um texto explicativo. Essa avaliação é muito menos no sentido de cobrança e mais como estratégia para entender e melhor definir as metodologias e conteúdos da disciplina.

REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO

• FON, Fábio. Artigos: Uma Internet para os artistas; Estrutura Hipertextual; O que é Web Arte? Três categorias da Web Arte, Sites Metalinguísticos de Web Arte, http://www.fabiofon.com/webartenobrasil/

• BAUMAM, Zygmunt; 2001 “Modernidade Liquida” Editora Zahah Rio de Janeiro-RJ;

• FARINA, Modesto, Psicodinâmica das Cores em Comunicação. 5 ed. São Paulo: Edgend Blusher, 2000;

• GULLAR, Ferreira, Etapas da Arte Contemporânea – Do cubismo à Arte Neoconcreta. Editora Revan, 3 edição, 1999, Rio de Janeiro;

• HOGAN, Kevin (2004) A ciência da influência: Como começar qualquer um dizer “sim” em 8 minutos ou em menos! (ISBN 978-0471670513); IANNI, Octavio; DOWBER Landislau; RESENDE, Paulo Edgar A. 1998 “Desafios da Globalização”, Petrópolis-RJ;

• IORIS, Rafael Rossoto. 2007 “Culturas em choque: a globalização e os desafios para a convivência multicultural” São Paulo, SP: Anna Blume;

• JELIN, Elisabeth, Cidadania e Alteridade, o Reconhecimento da Pluralidade. Brasilia.

• LOGAN, C. R. (2006). Lyle Lanley você é meu herói: ou o Psychology social da influência. No A. Nicola Abbagnano. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 1990. Verbete Behaviorismo, p. 105;

• LOPES, V.N. Afro-descendência: Pluralidade Cultural precisa e deve abordar a questão do negro brasileiro. Em pauta – Revista do Professor, Rio Grande do Sul, n.67, p.21-25, 2001.

• MARTINS, V. A teoria behaviorista da aquisição da linguagem. http://www.profala.com/arteducesp71.htm. Acesso em: 22/01/2007;

• MESTRINER, Fábio, As Cores de Liderança. http:www.designbrasil.org.br/ppd;

• Percepção das formas e elementos da composição visual. Web Arte Brava Gente. http://webartebravagente.wordpress.com/conteudos/conteudos-composicao-e-projeto-grafico/aula-2-percepcao-das-formas-e-elementos-da-composicao-visual/

• RÉ, A. D. et al. (2006). Aquisição da Linguagem uma abordagem psicolinguística. Editora Contexto. São Paulo.

• SANTOS, Milton; “Aceleração contemporânea: Tempo mundo e espaço-mundo” In Desafios da Globalização. IANNI, Octavio; DOWBER Landislau; RESENDE, Paulo Edgar A. 1998, Petrópolis-RJ;

• TAYLOR, Charles, Multicuturalismo, Diferença e Democracia. Editora Loyola. 1 edição, 1994.