DESCOBRIDORES DO BAIRRO ELLERY

Seis alunos da Escola Estadual Honório Bezerra criaram um blog sobre o bairro Ellery (www.vilaellery.blogspot.com). Os estudantes fizeram uma pesquisa sobre a história do bairro, sua localização, ruas e avenidas, transportes públicos, principais praças etc. Eles também fotografaram e entrevistaram os moradores, principalmente os mais antigos. O objetivo do site é ajudar a comunidade a manter-se informada sobre os assuntos mais importantes do bairro. O projeto pretende também fazer com que os jovens passem a conhecer melhor a comunidade onde vivem; com isso, participem mais das atividades escolares.

Linha do tempo - No final dos anos 40, o Bairro Ellery era apenas um grande loteamento chamado Parque Themóteo. Parte das terras pertencia a família Ellery que ainda hoje (alguns descendentes) reside no local. Naquela época, as ruas eram de barro cercadas por árvores frondosas como pitombeiras, cajueiros e azeitoneiras. Aos domingos, muitas pessoas vinham de fora só para tomar banho no açude João Lopes (atualmente poluído). Na década de 50, a área começou a ser loteada e ai tudo mudou: casas foram construídas, indústrias instaladas e igrejas erguidas. O Bairro Ellery tem de tudo um pouco, apesar de ser considerado um dos menores de Fortaleza (meio quilômetro quadrado de extensão). Há supermercados, pracinhas, lojas, restaurantes, escolas, etc. De lá para cá, o número de habitantes cresceu e muito: já são oito mil moradores. Gente simples e trabalhadora que gosta de bater papo com os vizinhos nas calçadas e não perde o bom humor nem com os problemas da comunidade. É o mundo que eu conheço e que gostaria de dividi-lo com você.

Fernanda Souza, 13 anos

Fernandinha, como é conhecida entre as amigas, adora dançar diversos ritmos, principalmente forró e pagode. Ela é tão fã do grupo Sorriso Maroto que criou até um blog para homenagear a banda. Além de divertida, também se considera comunicativa, companheira, leal e simpática. Atualmente, cursa o 7° ano do ensino fundamental. Um dos seus objetivos é passar no vestibular para o curso de veterinária. “Participar do projeto do thinkquest me ajudou a conhecer melhor a história do meu bairro. É incrível como tem coisa que a gente nem imagina que existe”.

Karolyne Souza, 12 anos

Quando o assunto é passear seja na praia ou no Shopping Center, Karolyne não pensa duas vezes. Apesar da pouca idade, é responsável, dinâmica, prestativa, gentil e decidida. Qualidades compatíveis com a advocacia - profissão que escolheu desde os nove anos. A garota sonha em defender as classes sociais menos favorecidas. Nas horas livres, um de seus hobbies é costurar roupas como blusas, saias e vestidos. “O site que a gente criou é legal porque mostra o quanto o Bairro Ellery é rico de tudo: cultura, meio ambiente, lazer, etc. Informa e conscientiza os moradores a preservar ainda mais o local”.

Rizia Freitas, 12 anos

Em sala de aula, Rizia é uma das melhores alunas de história e português. Além de conhecer os principais acontecimentos do mundo, ela escreve poesias que falam de amor, paz e união entre os povos. A criatividade da garota chama a atenção de todos os professores. Como se não bastasse saber escrever, Rizia ainda gosta de cantar, dançar e confeccionar bolsas artesanais. No futuro, pretende conciliar a carreira de escritora com a de obstetra. “Adoro participar dos projetos da escola. Acho que o nosso site é também um alerta sobre os problemas ambientais do Bairro Ellery”.

Latifa Pires, 11 anos

Disciplinada, estudiosa, pontual, responsável, objetiva, persistente, humana e ótima filha. São tantas qualidades que fica difícil até de numerá-las. As características de Latifa são unânimes também entre os colegas de classe e professores. Não é à toa que fizeram com que a adolescente participasse do projeto do Thinkquest. Daqui a alguns anos, quem sabe, a jovem poderá realizar um sonho: ingressar na carreira militar. Talento e vocação, ela tem de sobra. Para relaxar, adora assistir novelas brasileiras. Não perde um capítulo. “O thinkquest foi uma oportunidade de mostrar os nossos talentos. O site pretende influenciar as pessoas a fazerem algo pela comunidade”.

Jairo Freitas, 16 anos

De dia, Jairo ajuda o pai em um depósito de construção; à noite, vai à escola para concluir o ensino fundamental; nos horários livres, dedica-se a aprender mais sobre os computadores. Os colegas de classe o definem como uma pessoa tímida, disciplinada, educada e que gosta de paquerar. Romântico, Jairo criou um blog que fala de amor. Enquanto ouve música eletrônica, escreve poesias para postar em sua página na internet. Como muitos jovens, ele também sonha com um futuro melhor: comprar uma casa, ajudar os pais, construir uma família, ter uma profissão de respeito. Sabe que a educação é o melhor caminho a seguir. “Trabalhar na criação do site sobre o bairro Ellery foi uma experiência e tanto. Não conhecia o programa Kompozer nem o thinkquest. Agora, já me sinto mais seguro para encarar outros desafios”.

Aline Ricardo, 13 anos

Concentrada, simpática, estudiosa, comprometida e responsável. Todos os professores são unânimes em afirmar que Aline é uma excelente estudante. Não há dúvida que a jovem também será uma profissional exemplar. Qualidades não faltam: escreve bem, sabe ouvir conselhos, é obediente e gosta de ler. Como se não bastasse, ela ainda é craque em matemática. Se continuar assim, seus objetivos irão se concretizar: estudar direito na UFC. Fã da cantora Pity, Aline foi uma das mais atuantes no projeto do Thinkquest. "Acho que hoje tenho mais orgulho do lugar onde moro. Antigamente, nem sabia que existia tanta coisa. Acho que a gente pode também contribuir para melhorar nosso bairro".