Infelizmente não pude participar do chat, pois estava em aula, mas pelo que li na sessão anterior a discussão foi muito produtiva. Creio que a cada dia, estamos nos adaptando as inúmeras inovações tecnológicas entre elas as redes sociais. É uma pena que na maioria das vezes as escolas não conseguem adptar a essa nova realidade, que faz parte do mundo dos nossos educandos. Com certeza seria bem mais fácil se as escolas conseguissem trabalhar as TIC no currículo escolar, isso sem dúvida seria maravilhoso, principalmente se os alunos tivessem a oportunidade de colocar em prática seus conhecimentos adqueridos com o mundo virtual.

        Mas se é tão bom assim trabalhar com as redes sociais, como foi dito por alguns de nossos colegas no chat da ultima terça-feira, deixo aqui  meus questionamentos:

  1. Por que as escolas não colocam em seus currículos o uso e a aplicabilidade desses novos recursos em sala de aula?
  2. Será assim tão difícil lidar com o que muitos chamam de novo?
  3. Ou será que realmente o simples fato de algumas escolas não aceitar o uso do Orkut, Facebook ou qualquer outra rede em sala de aula é pelo fato de não saberem como lidar com as situações que estão por vim?
  4. Será que o professor terá que mudar sua prática pedagógica em função das novas tecnologias? Ou vão continuar a usar o giz e a saliva?

        Lidar com as novas gerações, é sem sombra de dúvida um desafio para o professor que está acostumado  a usar o seu velho caderninho de páginas amarelas. Os alunos de hoje querem muito mais, do que simplesmente ficar sentados  ouvindo o blá, blá, blá de todo dia. Eles querem desafios, emoção, oportunidades de aplicar em prática aquilo que na maioria das vezes se torna um desafio para alguns , como por exemplo lidar com o mundo das tecnologias. O professor que sabe ser mediador do conhecimento ele jamais vai ser capaz de dar uma aula igual a outra, por que ele sabe que uma aula bem planejada e com o uso das tecnologias a seu favor, ele vai muito além do que se possa imaginar.

         Para isso o professor, ou melhor o educador não precisa ter medo de encarar os desafios. Afinal , tudo que é novo é um desafio gostoso de se saboreado. Pense nisso!