Só um biscoitinho?


         Lembro-me quando era criança, que a minha mãe sempre me falava quando eu era flagrado tentando pegar um biscoito antes do almoço para não comê-los, porque mataria a minha fome antes da refeição. E sempre pensei, será? Só um biscoitinho? Claro que, algumas vezes, coloquei o biscoito de volta, e nas outras, escondi três... Ou quatro dentro do meu bolso. E sabe de uma coisa, minha mãe tinha razão. Todas às vezes cheguei lá sem apetite porque já tinha provado a comida antes da hora certa.

        É a mesma coisa com os relacionamentos. Posso te dizer que, se você pegar alguns "biscoitos" antes da hora, vai estragar o seu relacionamento.
Conheço muitos casais que estavam pegando biscoitos antes de casar e tiveram problemas depois, por razão de terem provado antes. Sei bem de um casal que se conheceu na JOCUM (Jovens Com Uma Missão). Eles eram muito compromissados com Deus e queriam serví-Lo. Só que quando eles noivaram, começaram há lanchar um pouco. No início era tudo legal. Até falaram em não se beijar até casar. Mas, num ponto do caminho, começaram a se beijar... E o beijo levou para carinhos... E as mãos chegando aos lugares que não deviam estar... Só pela graça de Deus, eles não caíram na cama.

        É uma história muito bem conhecida na juventude, não é? Só que essa historia é minha. Conheci minha esposa na JOCUM e me apaixonei na hora por ela. Passei um ano e meio como o melhor amigo dela, até tinha coragem de pedi-la pra casar comigo. Depois, num "momento cego" dela, aceitou. Nós começamos bem e realmente tínhamos falado em não se beijar até o pastor nos dar permissão no nosso casamento: "Agora, você pode beijar a sua noiva".

        Do que aconteceu é, infelizmente, sem desculpas.
Sabíamos do que o Senhor queria de nós, mas ainda assim, pisamos na bola. Começamos com aqueles beijinhos nervosos que se transformaram em mais apaixonados e daí o resto rolou. MAS, não caímos na cama.

        Interessante como achamos que "pelo me

nos não caíram na cama" é uma coisa admirável. O cara comeu todo o biscoito do pacote... Só faltou comer a embalagem! E isso é admirável? Será que terá efeito no casamento? Porque, eles, de qualquer jeito, se casariam.

        O nosso problema, realmente, estava comigo. Eu queria comer um biscoitinho no início e depois, mais um e... O outro problema é que a minha esposa deu liberdade para mim aonde ela não deveria. Ela deixou por medo de me desapontar ou me deixar chateado etc. Ela sentiu a coisa na pele. Ela nunca queria ultrapassar essas linhas. E eu, sendo muito estúpido, achei que era nada porque não transamos. Pensei que nós tínhamos nos poupado e, para mim, era uma vitória. Que vitória...

        Devia tem escutado a minha mãe.
        Aqueles "biscoitinhos" bagunçaram com o meu almoço mais tarde. O que aconteceu é que depois de um ano e meio de casados, minha esposa esfriou muito comigo. E isso é um problema muito grande num casamento. Ela não queria para eu tocar nela, nem abraçar. Esse foi um momento assustador pra mim. O que houve? Como é que a minha esposa estava sentindo uma repulsa por mim?
        Somente depois de muita conversa, achamos que ela se sentiu violada por mim por causa das coisas que rolaram entre nós... Os biscoitos. E eu, sendo o líder, não deveria deixar essas coisas terem acontecido. Ela falou que quando aconteceu, toda esperança que ela tinha em mim de ser um bom líder e um cara que iria respeitar e protegê-la, caiu por terra. Ela se sentiu violada por mim, e na verdade foi. Eu sabia que estava errado. Nós pedimos perdão um ao outro pela milésima vez e de Deus, mas isso não foi o fim da história, levou mais dois anos pra ela se recuperar e perder aquela revolta por mim que estava dentro dela. Nós perdemos três anos e meio do nosso casamento por quatro meses de comer biscoitos. Não valeu.

        Como eu gostaria de voltar e refazer tudo de novo. As pessoas que se acham bem porque pararam antes de transar estão enganadas. Não há casal crente ou incrédulo que não sente os resultados de ter comido o biscoito antes de casar. Aqueles carinhos são caros. Muitos casais não sabem por que falta confiança nos seus casamentos. É porque romperam as linhas antes de casar. Uma mulher que não podia confiar no seu homem de ficar fora das suas calcinhas antes de casar não vai, de repente, começar a confiar tudo em suas mãos só porque se casaram. Ao contrário, eles começam com uma falta de confiança e nem sabem por quê.

        O fato triste é que a maioria dos casais não agüenta isso e acabam se divorciando sem saber o que deu errado no seu casamento. A verdade é que nada deu errado nos seus casamentos, o problema aconteceu antes. Só que a hora de pagar chegou depois, e com um preço grande. O problema não foi o almoço, foi o fato que já estavam roubando biscoitos antes de almoçar. É melhor entrar no seu casamento faminto e detonar, aproveitar tudo que Deus tem para você lá do que aproveitar tudo antes e entrar no seu casamento com nada de novidade e um preço ainda a pagar.

         Aqui são alguns versículos para meditar.

1 Co 7:8-9; "Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.”

( Está se queimando?).

1 Tm 5:1-2; "Não repreendas asperamente os anciãos, mas admoesta-os como a pais; aos moços como a irmãos; As mulheres idosas, como a mães, às moças, como a irmãs, em toda a pureza.

Eu não conheço muitos rapazes que tratam as suas irmãos como tratam as suas namoradas.E eu não conheço nenhum que troca língua com a sua própria irmã).

Mt 5:29-30 fala:

"Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno."

(É uma coisa de pensar. Se fosse para ser feito mesmo, quantos de nós estaríamos sem olhos e mãos?).

Meu amigo, Deus está levantando uma geração pura e santa. Uma geração que vai esperar até casar para provar dos biscoitos. Eu devia dar ouvidos à minha mãe e você também deve. 

(Texto tirado do site Mulher Cristã)