Disciplina: Geografia

Série/Ano: 5ª série/6º ano

Vol/Bim: Vol 2/4ºBm

CADERNO DO PROFESSOR/ALUNO

Situação de Aprendizagem (Número/título)

Sequência Didática

Recursos audiovisuais e/ou de TIs  sugeridos no caderno

Recursos audiovisuais e/ou de TIs sugeridos pelo PCNP

Interfaces interdisciplinares / Temas trasnsversais

Situação de Aprendizagem 5 – Os Setores da economia e as cadeias produtivas

Competências e habilidades: caracterizar os setores da atividade econômica e estabelecer relações entre eles no processo de organização do espaço geográfico.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Nesta etapa, sugerimos que os alunos sejam convidados a refletir sobre a organização das atividades econômicas no mundo contemporâneo. Você poderá conduzir essa reflexão por meio das seguintes questões disponíveis no Caderno do Aluno, na seção Para começo de conversa. 1. Grande parte dos produtos alimentares que são vendidos nos supermercados passou por algum processo de industrialização. Dê pelo menos três exemplos.  2. Onde foram produzidas as matérias-primas que abastecem as indústrias que processam e beneficiam esses alimentos? 3. Os estabelecimentos rurais, que produzem essas matérias-primas, também utilizam produtos industriais. Dê alguns exemplos.

 

Leitura e análise de esquema

A seguir, sugerimos que você analise o esquema da Figura 17 (disponível no Caderno do Aluno), que relaciona os diferentes tipos de atividades econômicas que foram mencionados pela classe. Na seção Leitura e análise de esquema, os alunos são desafiados a sistematizar, com base nesse esquema, o conceito de “cadeia produtiva”.

 

Etapa 1 – Os setores de atividades

Esta etapa apresenta, principalmente, a divisão entre os três setores da atividade econômica, na forma de uma aula dialogada, para a qual sugerimos seguir o roteiro disponível no Caderno do Professor. Com base nas informações anteriores, sugerimos que a classe seja dividida em grupos. Cada grupo deve produzir um painel com desenhos e fotografias (extraídas de jornais e revistas) de estabelecimentos ou de pessoas realizando atividades econômicas em cada um desses setores. As imagens selecionadas para compor o painel deverão estar acompanhadas de uma pequena legenda explicativa. Após a exposição dos painéis de cada grupo, os alunos poderão registrar no quadro, presente no Caderno do Aluno, na seção Pesquisa em grupo, o que aprenderam sobre cada um dos setores econômicos. É importante que os alunos sejam orientados para que a sua pesquisa revele a diversidade de formas de trabalho existentes em cada um desses setores, conforme sugerido no Caderno do Professor.

 

Leitura e análise de mapa e texto

Para finalizar esta etapa, apresente o mapa da Figura 18 aos alunos. Para interpretar esse mapa, sugerimos as atividades a seguir, que devem ser respondidas individualmente no Caderno do Aluno. 1. Quais regiões do mundo exibem maior porcentagem de trabalhadores no setor primário da economia? 2. Quais regiões do mundo apresentam menor porcentagem de trabalhadores no setor primário da economia?

 

Etapa 2 – Montando uma cadeia produtiva

Nesta etapa sugerimos a atividade a seguir, disponível na seção Desafio!, do Caderno do Aluno, no qual eles deverão montar a cadeia produtiva de um produto que usam no dia a dia (seguir roteiro disponível). Com base nas informações coletadas, os alunos deverão elaborar individualmente um texto sobre a cadeia produtiva montada pela classe. Essa última etapa da atividade está sugerida no Caderno do Aluno, na seção Lição de casa.

 

Você aprendeu?

Por fim, ainda com o objetivo de consolidar os temas até aqui estudados os alunos são desafiados a responder à seguinte questão: 1. Sobre as relações entre o campo e a cidade, é correto afirmar que: a) A cidade produz tudo o que consome, sendo, portanto, autossuficiente em relação ao campo. b) Na cidade, estão situadas principalmente as atividades do setor primário da economia, enquanto o campo abriga os setores secundário e terciário. c) As cadeias produtivas agroindustriais integram atividades realizadas tanto no campo como na cidade. d) O campo não consome serviços ou mercadorias produzidos na cidade, ainda que forneça alimentos para as populações urbanas.

Cartolina; recortes de jornais e revistas; elaboração de desenhos;

ARROYO, Mônica. Território brasileiro e mercado externo: uma leitura dessa relação na virada do século XX. In: SOUZA, Maria Adélia

Aparecida de (Org.). Território brasileiro: usos

e abusos. Campinas: Edições Territorial, 2003.

p. 428-457.

Texto produzido a partir do São Paulo faz escola

TEXTO AQUI...

Plano de Aula sobre Cadeias Produtivas sustentáveis

CLIQUE AQUI

Da produção da terra ao prato Vídeo 2 - 6º ano - 1º Termo - EJA Mundo do Trabalho.

CLIQUE AQUI

Videoaulas AQUI

Vídeoaulas AQUI

Conteúdos e vídeoaulas variadas

CLIQUE AQUI

Vídeo - Setores da Economia

CLIQUE AQUI

Vídeo - Setores da Economia

ACESSE AQUI

Vídeo - Setores da Economia

ACESSE AQUI

Arquivo de Vídeos

CLIQUE AQUI

Ciências

Biologia

Língua Portuguesa

História

Sociologia

Matemática

Situação de Aprendizagem 6 –   A cadeia Produtiva da Laranja 

Competências e habilidades: identificar características e dinâmicas dos fluxos de produção agropecuária, relacionando-os com a constituição do espaço geográfico contemporâneo.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Nesta etapa, sugerimos que apresente aos alunos as informações contidas no texto disponível no Caderno do Aluno, e você poderá conduzir a reflexão por meio das atividades a seguir na seção Para começo de conversa. 1. O cultivo da laranja e a produção industrial de suco de laranja integram a mesma cadeia produtiva. De acordo com sua opinião, como seria essa cadeia? 2. Você acha que toda a produção de laranja no Brasil é processada industrialmente? 3. A laranja que chega sem processamento ao mercado também integra uma cadeia produtiva? Explique. Nesta etapa de sensibilização, espera-se que os alunos entendam os diferentes elos que integram as atividades econômicas envolvidas na cadeia produtiva da laranja, mesmo quando não ocorre o processamento industrial da matéria-prima.

 

Etapa 1 – A geografia da laranja no Brasil

Para iniciar esta etapa, sugerimos que os alunos conheçam um pouco da história da citricultura no Brasil, por meio de uma aula para a qual indicamos um roteiro baseado em informações do ensaio Perspectivas da cadeia produtiva da laranja no Brasil: a agenda 2015, coordenado pelo Prof. Dr. Marcos Fava Neves e pelo Prof. Dr. Marcos Sawaya Jank, em 2006. Com base nessas informações, você poderá construir na lousa uma linha do tempo, sintetizando a história da citricultura e da indústria de suco de laranja no Brasil.

 

Leitura e análise de mapa

Depois disso, sugerimos que o mapa da produção de laranja no Brasil (Figura 19) seja trabalhado com os alunos, para que eles respondam à questão a seguir. 1. Com o auxílio do mapa, registre quais são as principais regiões produtoras de laranja no Brasil. 2. De posse da informação sobre a importância de São Paulo na produção nacional de laranja, os alunos deverão analisar a geografia da produção na escala do Estado. Para isso,

sugerimos o trabalho com o mapa da Figura 20. Peça aos alunos que se organizem em duplas e respondam no Caderno do Aluno, com o auxílio de um mapa político do Estado de São Paulo, às questões propostas. a) Cite cinco municípios do Estado de São Paulo que se destacam como os principais produtores de laranja. b) No Estado de São Paulo, a produção de laranja é mais significativa nos municípios litorâneos ou nos do interior? Caso a escola não possua um mapa da malha municipal do Estado de São Paulo, você poderá utilizar uma prancha do Capítulo 2 – Caracterização do território, do Atlas Seade da Economia Paulista, disponível em: <http://www.seade.gov.br/produtos/atlasecon/>, acesso em: 25 nov. 2013. Propomos, então, um exercício simples de localização, mas que convida os alunos a “investigar” o mapa do Estado. Talvez seja interessante informar que, ao todo, São Paulo compreende 645 municípios.

 

Etapa 2 – Produção e consumo de suco de laranja

 

Leitura e análise de gráfico

Nesta etapa, os alunos deverão analisar os três gráficos que são apresentados a seguir (Figuras 21, 22, 23) e estabelecer relações entre os dados representados, conforme atividade disponível no Caderno do Aluno. Sugerimos que o questionário seja respondido individualmente e que a correção seja comentada por você. 1. Quantas toneladas de suco de laranja o Brasil produziu na safra 2012-2013? Qual é a posição do país no ranking de maiores produtores de suco de laranja nessa safra? 2. Compare os dois primeiros gráficos (Figuras 21 e 22). a) A produção do Brasil se destina ao mercado interno ou ao mercado externo? Justifique sua resposta. b) No caso dos Estados Unidos da América, segundo maior produtor mundial, o consumo de suco de laranja é maior que a produção. Procure explicar esse fenômeno. c) No México, a maior parte do suco produzido é vendida no país (como acontece nos EUA) ou exportada (tal como ocorre no Brasil)? 3. Com base nos gráficos, identifique pelo menos três importadores de suco de laranja. 4. Considerando as respostas dadas nas questões anteriores, podemos afirmar que a cadeia produtiva do suco de laranja no Brasil é internacionalizada?

 

Etapa 3 – Investigando a cadeia produtiva da laranja

A cadeia produtiva da laranja envolve um grande número de agentes que operam basicamente em três estágios: antes das fazendas, nas fazendas e após as fazendas. O diagrama da Figura 24, disponível no Caderno do Aluno, ilustra esses estágios.

Leitura e análise de diagrama

Para a interpretação e análise da Figura 24, propomos as atividades a seguir, que poderão ser trabalhadas em duplas. 1. As fazendas de produção de laranja são consumidoras de produtos industrializados. Dê exemplos desse processo. 2. As fazendas de produção de laranja são, ao mesmo tempo, fornecedoras das indústrias. Dê exemplos desse processo. 3. Como você já sabe, a atividade econômica pode ser dividida em três grandes setores: primário, secundário e terciário. Quais desses setores estão presentes na cadeia produtiva da laranja?

 

Você aprendeu?

Para finalizar essa Situação de Aprendizagem, os alunos são desafiados a apresentar outros exemplos de cadeia produtiva agroindustrial, destacando pelo menos três de suas etapas.

Mapas, Gráficos, tabelas

Ensaio Perspectivas da cadeia

produtiva da laranja no Brasil: a agenda 2015,

coordenado pelo Prof. Dr. Marcos Fava Neves

e pelo Prof. Dr. Marcos Sawaya Jank, em 2006.

Esse ensaio está disponível no site da Fundace

Business School disponível AQUI

Acesso em: 25 nov. 2013).

Atlas Seade da Economia Paulista, disponível AQUI

Acesso em: 25 nov. 2013.

Vídeo Um Pé de Quê? Laranjeira com Regina Casé; Música Laranja Madura com Ataulfo Alves; Bagaço da Laranja Zeca Pagodinho; Texto AQUI... 

Sugestão de trabalho no site: CLIQUE AQUI

Ciclos econômicos e transformação das cidades Vídeo 4 - 6º ano - 1º Termo - EJA Mundo do Trabalho.

CLIQUE AQUI

Videoaulas AQUI

Sugestão de videoaulas

CLIQUE AQUI

Sugestão de videoaulas

AQUI...

Ciências

Biologia

Língua Portuguesa

História

Sociologia

Matemática

Situação de Aprendizagem 7 – A cadeia Produtiva do Setor Automobilístico

Competências e habilidades: identificar características e dinâmicas dos fluxos de produção industrial, relacionando-as com a constituição do espaço geográfico contemporâneo.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Para começar esta etapa, propomos o seguinte tópico de discussão em classe, conforme proposto na seção Para começo de conversa. Os alunos deverão registrar suas conclusões em uma folha avulsa. Todos os tipos de indústrias utilizam recursos extraídos da natureza? Apresente alguns exemplos. Sugerimos que você estabeleça a diferença entre as indústrias de bens de produção e as indústrias de bens de consumo.

 

Etapa 1 – A cadeia produtiva dos automóveis

Nesta etapa, sugerimos que os alunos produzam um pequeno cartaz, utilizando o espaço disponível no Caderno do Aluno, na seção Pesquisa individual, no qual as diferentes etapas da cadeia produtiva dos automóveis sejam representadas por meio de desenhos e colagens de figuras extraídas de jornais e/ou revistas. O esquema da Figura 25, que distingue as principais etapas dessa cadeia produtiva, deve ser tomado como ponto de partida para o trabalho dos alunos. Nesta etapa, sugerimos que os alunos produzam um pequeno cartaz, utilizando o espaço disponível no Caderno do Aluno, na seção Pesquisa individual, no qual as diferentes etapas da cadeia produtiva dos automóveis sejam representadas por meio de desenhos e colagens de figuras extraídas de jornais e/ou revistas. O esquema da Figura 25, que distingue as principais etapas dessa cadeia produtiva, deve ser tomado como ponto de partida para o trabalho dos alunos.

 

Etapa 2 – Produzindo no limite

 

Leitura e análise de texto

Em junho de 2008, diversos jornais noticiaram que a cadeia produtiva dos automóveis no Brasil estava sendo pressionada pelo aumento da venda de carros. O conteúdo de uma dessas notícias pode ser trabalhado em sala de aula, conforme o roteiro de exposição disponível no Caderno do Professor. Considerando os cartazes produzidos na etapa 1 e as informações obtidas em sala de aula, sugerimos que os alunos façam um pequeno texto dissertativo de um ou dois parágrafos, explicando por que o aumento da venda de carros tem pressionado os fornecedores que participam dessa cadeia produtiva.

Cartolina, texto, mapas

Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Setor Automotivo com preservação dos empregos

TEXTO DE APOIO

Videoaulas AQUI...

Materiais didáticos do Programa EJA Mundo do Trabalho.

CLIQUE AQUI

Automóvel, saiba como se faz um carro: produção e estratégia

CLIQUE AQUI

Videoaulas AQUI...

Conteúdos e videoaulas - temas variados.

ACESSE AQUI

Ciências

Biologia

Língua Portuguesa

História

Sociologia

Matemática

Situação de Aprendizagem 8 – A Sedução do Consumo 

Competências e habilidades: discutir formas de propagação de hábitos de consumo que induzem a sistemas produtivos predatórios do ambiente e da sociedade.

 

Etapa prévia – Sondagem inicial e sensibilização

Nesta etapa, a princípio, sugerimos que os alunos sejam convidados a refletir e a debater sobre o significado das expressões: Compro, logo existo. Consumo sustentável. Primeiro, eles devem refletir individualmente para depois produzir, no Caderno do Aluno, na seção Para começo de conversa, um pequeno texto explicando qual sentido atribuem para cada uma dessas expressões.

Para ampliar a discussão acerca dos hábitos de consumo, na seção Lição de casa do Caderno do Aluno, propõe-se aos alunos que indaguem, agora junto aos seus familiares, o significado das frases “Compro, logo existo” e “Consumo sustentável”.

 

Etapa 1 – No mundo das marcas: os encantos da publicidade

Nesta atividade, proposta na seção Pesquisa em grupo, sugerimos que os alunos façam uma análise crítica das mensagens e dos recursos utilizados pela publicidade para dotar as marcas de certos atributos. 1. Em grupos, eles deverão ser orientados a pesquisar campanhas publicitárias que associem uma marca determinada a um dos conceitos listados no Caderno. Cada grupo deve produzir um relatório, explicando as relações entre a marca e o conceito selecionado, identificando os elementos utilizados para estabelecer essas relações. Você pode sugerir que sejam analisados os roteiros, as trilhas sonoras, as características das pessoas contratadas (anônimas ou famosas), o uso de sequências de figuras relacionadas ao esporte, ao lazer e a viagens, por exemplo. 2. Na aula seguinte, quando os relatórios dos grupos estiverem concluídos, você pode promover uma apresentação do resultado do trabalho de cada grupo para a classe. Ao mesmo tempo, solicite aos alunos que registrem individualmente os exemplos selecionados para cada um dos conceitos listados, conforme proposta de finalização da atividade de Pesquisa em grupo.

 

Etapa 2 – Consumo, descarte e riqueza

 

Leitura e análise de texto

Para finalizar esta Situação de Aprendizagem, sugerimos o texto a seguir, disponível no Caderno do Aluno. Depois da leitura, você poderá sintetizar as ideias principais na lousa e esclarecer as possíveis dúvidas dos alunos acerca do vocabulário. Neste caso, é de fundamental importância que a classe seja orientada a acompanhar atentamente a leitura dos colegas, pois as questões de interpretação de texto serão respondidas individualmente no Caderno do Aluno. 1. De acordo com o texto, “quanto mais abastada, mais lixo a nação produz”.  Procure explicar por quê. 2. De acordo com Alan Thein Durning, existem no mundo três grupos de consumo. a) Grife o trecho do texto que apresenta esses grupos. b) Com o auxílio de seu professor, faça um gráfico de setores com a distribuição desses grupos de consumo. c) Qual grupo adota uma atitude que poderia ser classificada como consumista? Por quê? d) Qual grupo não consome o suficiente para atender às suas necessidades básicas? Por quê?

 

Você Aprendeu?

 

Para finalizar esta Situação de Aprendizagem, há a proposta de atividade a seguir. Segundo a jornalista canadense Naomi Klein, “as marcas não vendem mercadorias, mas uma ideia, um estilo, um conceito, um sonho”. Dê exemplos que comprovem essa afirmação.

 

Veículos de Publicidade como cartazes, televisão, revista, etc. 

Obra Sem logo: a tirania das marcas em um planeta vendido, da escritora canadense Naomi Klein

Site do CPTEC, Acesso em: 25 nov. 2013

INSTITUTO 5 ELEMENTOS. A árvore do consumo consciente. Disponível AQUI Acesso em: 25

nov. 2013.

INMETRO/IDEC. Publicidade e Consumo.

Disponível AQUI . Acesso em: 16 dez. 2013

COMCIÊNCIA 99, 10 jun. 2008. Dossiê Consumo.

Disponível AQUI Acesso em: 25 nov. 2013.

GREGORY, Kenneth J. A natureza da geografia

física. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,

1992.

LOVELOCK, James. Gaia: cura para um planeta

doente. São Paulo: Cultrix, 2006.

TEIXEIRA, Wilson et al. (Org.). Decifrando

a Terra. São Paulo: Ibep, 2007.

Análise de Propagandas antigas comparando com novas; Análise de imagens da internet mostrando a presença das marcas na sociedade, independentemente, das classes sociais; Elaboração de Propaganda; texto “ Eu, Etiqueta” de Carlos Drummond de Andrade. Vídeos do Youtube sobre o tema.

Videoaulas  Telecurso

Materiais pedagógicos do Programa EJA no Mundo do Trabalho.

TEXTO DE APOIO

Vídeo - A historia das coisas

Vídeos variados

ACESSE AQUI

Conteúdos e videoaulas

CLIQUE AQUI

Wall - E - Consumo e lixo

ACESSE AQUI

Wall - E - Consumo, lixo e meio ambiente

CLIQUE AQUI

Arquivo de Vídeos

CLIQUE AQUI

Ciências

Biologia

Língua Portuguesa

História

Sociologia

Matemática

PROPOSTAS DE SITUAÇÕES DE RECUPERAÇÃO

Na recuperação, o que se espera é que sejam retomados os conceitos e as noções fundamentais trabalhados ao longo das atividades, para que o aluno recupere o conteúdo essencial abordado e seja capaz de refazer os procedimentos de leitura e interpretação desenvolvidos. Desse modo, sugerimos os procedimentos apresentados a seguir.

De posse do mapa físico do Brasil de um atlas geográfico escolar, localizar o Rio São Francisco para descrever o seu percurso da nascente até a foz.  Após comparar os mapas físico e político do Brasil, explicar a importância do Rio São Francisco para o país, assim como formas de uso de suas águas. De posse dos trabalhos feitos pelos alunos a respeito da modelagem do relevo pelas forças da natureza, solicite a explicação dos processos de erosão, transporte e sedimentação. Elaboração de um texto explicativo das gravuras. Oriente os alunos para acessar o site do CPTEC, disponível em: <http://www.cptec. inpe.br>. Acesso em: 25 nov. 2013. Peça que  coletem informações meteorológicas da região da escola (Estado, município, se possível), como  imagens de satélite, previsão de chuvas, variação de temperatura etc. Peça que os alunos relacionem as condições atmosféricas verificadas com os padrões gerais de circulação das massas de ar. Já com relação aos temas relacionados aos setores produtivos, sugerimos que os alunos representem os seguintes termos e expressões, por meio de desenhos e ilustrações: setor primário; setor secundário; setor terciário; cadeias produtivas. Após essa etapa, sugerimos que seja apresentado ao aluno o esquema da estrutura da cadeia produtiva de frutas no Brasil (Figura 27). Os alunos deverão: 1. Representar a cadeia produtiva de frutas por meio de desenhos que identifiquem cada uma de suas etapas. 2. Identificar os setores da economia que estão presentes na cadeia produtiva de frutas. Para encerrar a Situação de Recuperação, propomos a leitura do texto disponível no material para que os alunos respondam às questões a seguir. 1. Você concorda que a publicidade estimula o consumo desses produtos? Dê exemplos. 2. Você concorda que o excesso de consumo desses produtos pode afetar a saúde? De que maneira?

EM DESENVOLVIMENTO POR CLEUNICE DIAS DE OLIVEIRA - última atualização em 24/10/2014 às 14h27min.

CEDIDO PELO AUTOR PARA USO EXCLUSIVAMENTE DIDÁTICO SOB RESPONSABILIDADE DOS GESTORES ESCOLARES NAS ESCOLAS ESTADUAIS JURISDICIONADAS À DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SÃO VICENTE - PROIBIDA A REPRODUÇÃO FORA DA JURISDIÇÃO OU PARA FINS COMERCIAIS E/OU ACADÊMICOS