1. Para entender a Inquisição (Prof. Felipe Aquino - de 1 a 11 de janeiro)

2. Teresa de Ávila ou o divino prazer (Elizabeth Reynaud - de 11 a 23 de janeiro)

3. As grandes questões sobre a fé (Jonathan Hill - de 23 de janeiro a 14 de fevereiro)

4. Enquanto houver luz (Agatha Christie - de 14 a 28 de fevereiro)

5. O leopardo (Tomasi di Lampedusa - 28 de fevereiro a 11 de março)

6. 1964: golpe ou contragolpe? (Hélio Silva - 11 de março a 6 de abril)

7. Poemas selecionados (Gregório de Mattos e Guerra - de 2 a 4 de maio)

8. É bicho mau, o homem e outros contos de Cyro Martins (5 a 16 de maio)

9. O delírio de Dawkins (Alistair McGrath & Joana McGrath - de 16 a 23 de maio)

10. Bíblia do peregrino: Levítico - Comentários de Luís Alonso Schökel (de 23 de maio a 6 de junho)

11. 2666 (Roberto Bolaño - de 7 de abril a 16 de junho)

12. Dez contos de Machado de Assis (7 a 19 de junho)

13. A história de José, o carpinteiro - Apócrifo (19 a 21 de junho)

14. O livro de Mórmon - Primeiro livro de Néfi (de 22 de junho a 4 de julho)

15 . A divina comédia (Dante Alighieri - 7 de abril a 26 de julho)

16. Se eu morrer telefone para o céu (José Cândido de Carvalho - de 18 a 28 de julho)

17. A casa dos Budas ditosos (João Ubaldo Ribeiro - 5 de julho a 3 de agosto)

18. Imagem e semelhança de Deus na mídia (Org. João Carlos Almeida - 28 de julho a 9 de agosto)

19. Guia politicamente incorreto da América Latina (Leandro Narloch e Duda Teixeira - de 18 a 28 de agosto)

20. Evangelho de Nicodemus e Descida de Cristo ao Inferno - Apócrifos (de 29 a 31 de agosto)

21. Evangelho de Bartolomeu - Apócrifo (de 31 de agosto a 2 de setembro)

22. Evangelho de Pedro - Apócrifo (2 de setembro)

23. A cantora careca (Eugène Ionesco - de 4 a 5 de setembro)

24. Evangelho segundo Tomé, o dídimo - Apócrifo (5 de setembro)

25. Zadig ou do destino (Voltaire - de 5 a 8 de setembro)

26. A casa de Bernarda Alba (Federico García Lorca - de 6 a 9 de setembro)

27. O primeiro e segundo livros de Adão e Eva - Apócrifo (de 6 a 13 de setembro)

28. Da tranquilidade da alma (Sêneca - 13 de setembro)

29. A lição (Eugène Ionesco - 12 a 14 de setembro)

30. O casamento do pequeno burguês (Bertold Brecht - de 15 a 19 de setembro)

31. O evangelho de Felipe - Apócrifo (de 16 a 22 de setembro)

32. Agrapha extra-evangelho - Apócrifo (22 de setembro)

33. O sentinela do nada e outros contos de Harry Laus (de 14 a 26 de setembro)

34. Da felicidade (Sêneca - de 23 a 29 de setembro)

35. A Nova Era e a revolução cultural (Olavo de Carvalho - de 21 de setembro a 6 de outubro)

36. Simonal: quem não tem swing morre com a boca cheia de formiga (Gustavo Alonso - 27 de setembro a 19 de outubro)

37. Bíblia do peregrino: Números - Comentários de Luís Alonso Schökel (de 30 de setembro a 19 de outubro)

38. As seis lições (Ludwig Von Mises - 7 a 21 de outubro)

39. O guia do mochileiro das galáxias (Douglas Adams - 19 a 25 de outubro)

40. Corrupção de Sarney a Lula (Eduardo Graeff - de 21 a 26 de outubro)

41. Alceste (Eurípedes - de 26 a 31 de outubro)

42. O messias antes de Jesus (Israel Knohl - de 26 a 31 de outubro)

43. O livro de Mórmon - Segundo livro de Néfi (20 a 31 de outubro)

44. Ciclo de Pilatos - Apócrifo (de 1 a 5 de novembro)

45. As três irmãs (Anton Tchekov - de 31 de outubro a 8 de novembro)

46. As mil e uma noites - Volume 1 (16 de junho a 14 de novembro)

47. A lei (Frederic Bastiat - de 8 a 18 de novembro)

48. Crônicas de Rubem Braga (de 7 a 26 de novembro)

49. As mil e uma noites - Volume 2 (de 14 de novembro a 28 de dezembro)

50. Bíblia do peregrino: Deuteronômio - Comentários de Luís Alonso Schökel (de 28 de novembro a 29 de dezembro)