Aula de Evangelização Espírita -NEEB

Prece inicial.

 “A Parábola do Bom Samaritano”.

Leitura do Texto

Lançar a pergunta: Quem nesse momento é o meu próximo e por quê?

  1. Contar a história da Parábola do Bom Samaritano.
  2. Questionar.
  3. Pedir para que eles representem em forma de Teatro.
  4. Que mensagem esse tema trata?

Desenvolvimento:

* Criar dois grupos para representar a Parábola do Bom Samaritano.

* Apresentação dos grupos

Avaliação:

Disse Jesus: - Fora da Caridade não há salvação? O que ele quis dizer com essas palavras?

PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO

             Certa vez, estando Jesus a ensinar, eis que se levantou um doutor da lei e lhe disse, para experimentá-lo:

-Mestre, que hei de fazer para alcançar a vida eterna?

Respondeu-lhe Jesus:

-Que está escrito na lei? Como é que lês?

Tornou aquele:

-“Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, com todas as forças e de toda a tua mente; e a teu próximo como a ti mesmo”.

-Respondeste bem, disse-lhe Jesus. Faz isto, e viverás.

Mas ele querendo justifica-se, perguntou ainda:

E quem é o meu próximo?

Ao que Jesus tomou a palavra e disse:

Um homem descia de Jerusalém a Jericó e caiu nas mãos dos ladrões que logo o despojaram do que levava: e depois de o terem maltratado com muitas feridas, retiraram-se, deixando-o meio morto. Casualmente, descia um sacerdote pelo mesmo caminho; viu-o e passou para o outro lado. Igualmente, chegou ao lugar um levita: viu-o também passou de largo.  Mas, um samaritano, que ia nesse mesmo caminho, chegou perto dele e, quando o viu, se moveu à compaixão. Aproximou-se, deitou-lhe óleo e vinho nas chagas, em seguida, fê-lo montar em seu cavalo, conduzindo-o a uma hospedaria e teve cuidado com ele. No dia seguinte, tirou dois denários e deu-os ao hospedeiro, dizendo: Toma conta dele, e o que gastares a mais, pagar-te-ei na volta. Qual desses três se houve como próximo daquele que caíra nas mãos dos Ladrões?

Respondeu logo o doutor:

-Aquele que usou de misericórdia.

Então disse Jesus:

- “Pois vai, e faze tu o mesmo”.

Prece de agradecimentos.