Disciplina: História

Série/Ano: 5ª série/6º ano

Vol/Bim: Vol 1/2ºBm

CADERNO DO ALUNO

Situação de Aprendizagem (Número/título)

Sequência Didática

Recursos audiovisuais e/ou de TIs  sugeridos no caderno

Recursos audiovisuais e/ou de TIs sugeridos pelo PCOP

Interfaces interdisciplinares / Temas transversais

Situação de Aprendizagem

5 – O Rio Nilo e o Trabalho dos Camponeses no Egito Antigo.

Objetivos: analisar  dois documentos que abordam a visão dos historiadores gregos Heródoto e Diodoro, que, surpreendidos pelo regime das  cheias do Nilo, escreveram sobre sua importância para a agricultura egípcia; estabelecer relações com a importância da água doce na sociedade atual.

Competências e habilidades: análise de documentos históricos; coleta e seleção de dados; estabelecimento de relações para produção de texto de tipo historiográfico.

Sondagem e sensibilização:

Esta Situação de Aprendizagem foi planejada para ocorrer após as aulas sobre o desenvolvimento do tema Egito Antigo, que devem contemplar os seguintes tópicos: os períodos da história do Egito Antigo; a escrita egípcia: os hieróglifos; o Rio Nilo;  o Alto e o Baixo Egito; cidades e aldeias no Egito Antigo; a sociedade egípcia;  as crenças egípcias; o cotidiano no Egito Antigo.

Pergunte para os alunos qual é a importância dos rios para os diferentes povos da atualidade e quais são as informações que eles têm sobre as propostas feitas para preservação da água doce.

Você pode explorar a reportagem sobre a falta de água em São Paulo como motivação para o estudo do tema.

Apresente os documentos dos historiadores Heródoto e Diodoro, que se encontram no Caderno do Aluno, na seção Leitura e análise de texto.

Solicite que respondam às questões:1.Como Heródoto e Diodoro apresentam a importância do Rio Nilo para os egípcios? 2.Quais argumentos são apresentados nos documentos para justificar a importância do Rio Nilo? 3. Como Heródoto e Diodoro apresentam a

importância do trabalho dos camponeses para os egípcios?

1ª etapa:

Apresente um roteiro para a pesquisa em livros didáticos ou sites na sala do Acessa. Sugestão de tópicos para a pesquisa: O Rio Nilo; A escrita egípcia: os hieróglifos; A religião egípcia.

Você poderá também exibir trechos de documentários sobre o Egito.

2ªetapa:

Após a pesquisa realizada você pode explorar textos sobre - Os rios e as civilizações e Trocas culturais, e utilizar os mapas para abordar a localização geográfica e comentar sobre as civilizações que coexistiam, desenvolviam-se de acordo com as possibilidades proporcionadas por seu meio. Posteriormente, elas entravam em contato umas com as outras, fosse por meio do comércio, fosse por causa de conflitos.

Avaliação:

Leitura e análise de textos e imagens; produção de textos e pesquisa individual, podem ser utilizadas de acordo com seus critérios e preferências.

Questões propostas no Você aprendeu? Qual é o significado da expressão “Crescente Fértil”? Apresentando argumentos históricos, explique esta frase: “A religião egípcia era politeísta, baseada na existência de muitos deuses”.

Propostas de Situação de Recuperação:

Escreva na lousa os grupos de palavras  para que os alunos possam compor frases historicamente corretas e completas a partir dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula e das leituras feitas sobre o Egito Antigo.

Exemplos: a) Egito – Rio Nilo – África.b) Camponeses – Egito – irrigação.

c) Rio Nilo – egípcios – agricultura.d) Hieróglifos – escrita – Egito.

e) Religião – politeísta – deuses.

Análise de Imagens sobre o Cotidiano dos Camponeses no Antigo Egito.

 Estudo de mapas da Região estudada

BAKOS, Margaret. O que são hieróglifos. 2. ed.. São Paulo: Brasiliense, 2009. (Primeiros Passos). O livro explica os fundamentos da escrita hieroglífica, narra a sua decifração, descreve técnicas dos escribas e desenvolve,

ainda, outros temas relacionados a esse conteúdo.

CARDOSO, Ciro Flamarion. O Egito Antigo.

São Paulo: Brasiliense, 1982. A obra apresenta uma visão bastante clara sobre o Egito Antigo.

JAMES, T. C. H. Mitos e lendas do Egito Antigo. São Paulo: Melhoramentos, 1993. Esse livro trabalha com diversas manifestações da vida cotidiana no Egito Antigo.

Filme

Nenhum a menos (Yi Ge Dou Bu Neng Shao). Direção: Zhang Yimou. China, 1999. 106 min.

12 anos. O filme conta a história do professor Shuiquan, que tem de se ausentar durante um mês e deixa a adolescente Wei Minzhi para substituí-lo e cuidar de seus alunos com a missão

de não deixá-los abandonar a escola.

Reportagem com pesquisa  sobre a falta de água em São Paulo

O professor poderá utilizar esta reportagem para aproximar o tema abordado aos problemas da atualidade.

Documentário sobre o Egito Antigo.

http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-national-geographic-piramides-do-egito-segredos-revelados-dublado-online.html

Geografia/ Ciências / Arte

Situação de Aprendizagem

6 –O Código de Hamurabi: Os princípios de justiça na Mesopotâmia.

Objetivos: analisar algumas penalidades previstas no Código de Hamurábi, avaliando-as a partir de valores sociais e princípios de justiça da época, registrando, por meio da discussão em sala de aula, as opiniões dos alunos sobre justiça e direitos do cidadão,  considerando-se o período que está sendo estudado.

Competências e habilidades: estabelecimento de relações entre diferentes povos antigos; pesquisa, seleção e organização de informações; produção de pequenos textos; desenvolvimento da capacidade de síntese e do pensamento lógico.

Sondagem e sensibilização: é importante que seja feita a introdução do tema e que seus alunos tenham em mãos um mapa da Mesopotâmia antiga, imagens de escrita cuneiforme e do rei Hamurábi.

1ª etapa:

Solicite aos alunos que observem minuciosamente a imagem da peça de Hamurabi, realizem a leitura do texto presente no Caderno do Aluno- sobre a vida Hamurabi e respondam as questões: a) Utilizando as ideias centrais, escreva um título para o texto; b) Circule no texto dez palavras-chave; c) O que era o princípio de talião? d) Qual é o significado da expressão “olho por olho, dente por dente”?

2ª etapa:

Leitura e interpretação do texto sobre O Código de Hamurabi, oriente os grupos para que pesquisem no dicionário o significado das palavras desconhecidas e registrem as informações iniciais e possíveis hipóteses em um rascunho, discutindo a importância da interpretação.

Você pode solicitar que os alunos produzam um cartaz sobre as punições, reflitam e apontem serviços sociais que um suposto culpado pode realizar para benefício da sociedade.  

Avaliação:

As questões a seguir estão incluídas na seção Você aprendeu?, do Caderno do Aluno.

A partir da leitura de um texto de apoio sobre a Epopeia de Gilgamesh, escrita entre 2500 e 2000 a.C. os alunos podem respondar as qquestões propostas:a) Qual é o significado da palavra dilúvio? b) Que relação podemos estabelecer entre a catástrofe narrada pela obra e as características do local em que foi produzida?

Propostas de Situação de Recuperação:

Solicite aos alunos que pesquisem em diferentes materiais – enciclopédias, livros de apoio didático, livro didático e sites – informações sobre a Mesopotâmia. Oriente-os a escrever no caderno, em folha de papel sulfite ou jornal, dez curiosidades sobre a Mesopotâmia, abordando diferentes temas, como, por exemplo, a escrita, a sociedade, os templos sagrados, os escribas e o sistema de irrigação dos rios Tigre e Eufrates.

Interpretação de texto.

A Pré-história e as primeiras civilizações, v. 1. Coleção História da Humanidade. SBJ Produções.

Brasil, 1994. 25 min. Sem classificação etária.

Após descrever a chamada Pré-história da humanidade, o filme aborda as civilizações mesopotâmicas: sumérios, assírios, babilônios etc.

Mesopotâmia: retorno do Éden. (Civilizações Perdidas). Direção: Robert Gardner. Inglaterra, 1995. 48 min. Sem classificação etária. Documentário sobre a origem das civilizações da região mesopotâmica.

Aula do telecurso sobre a Mesopotâmia com 15min. de duração. A aula foi elaborada para o Ensino Médio, mas pode ser utilizada com os devidos recortes para o 6º ano.

https://www.youtube.com/watch?v=Szh6hqMIJaY

Atividades de Cruzadinhas sobre Egito Antigo e Mesopotâmia

http://www.imagem.eti.br/palavras-cruzadas/palavras-cruzadas-egito-e-mesopotamia-online.php

Pode ser realizado on line ou impresso para os alunos.

Geografia/ Ciências/ Arte.

Situação de Aprendizagem

7 – África o Berço da Humanidade.

Objetivos: analisar a importância do continente africano para as pesquisas arqueológicas relativas a diversos períodos da história da

humanidade; estimular a pesquisa de informações sobre diferentes artefatos e vestígios da história humana no período classicamente

denominado Pré-história.

Competências e habilidades:pesquisa, obtenção e estabelecimento de relações entre diversas informações, construção argumentativa, compreensão da noção de processo histórico e elaboração de

legendas.

Sondagem e sensibilização: Mostre que a história da África é tão rica quanto a dos outros continentes, enumerando suas especificidades, e destaque o fato de essa região ser conhecida como o “berço da humanidade”. Utilize o texto do Caderno do Aluno que aborda a história da África.

1ª etapa:

Sugestão de pesquisa em sala de aula: Sociedades coletoras; Grupos sedentários; Artefatos líticos; Vasos cerâmicos e a produção de alimentos na Pré-história da África. Socialização da pesquisa em grupo.

2ª etapa e 3ª etapa:

Peça aos alunos que pesquisem – em sites especializados, enciclopédias, livros sobre a Pré-história e didáticos – imagens de artefatos líticos africanos, como raspadeiras, pontas de seta triangulares, machado polido, faca em forma de disco, goiva polida, lascas, brocas, fragmentos de vaso cerâmico com decoração ponteada e de linhas ondeadas, que estão relacionados ao desenvolvimento da agricultura no continente africano durante a Pré-história, para a montagem de um painel sobre artefatos africanos. As indicações estão dispostas na seção Pesquisa em grupo do Caderno do Aluno.

É importante também que você auxilie os alunos a escrever legendas explicando  cada artefato pesquisado.

Realize uma exposição com os cartazes confeccionados  nos grupos.

Avaliação:

A pesquisa sobre a cultura africana, a confecção dos cartazes e leitura dos textos pode ser complementada com atividades propostas no livro didático para a avaliação dos alunos.

No Caderno do Aluno as questões propostas também podem ser utilizadas como avaliação.

Propostas de Situação de Recuperação:

Oriente os alunos na elaboração de uma lista de conceitos e definições relacionados à Pré-história da África.

Montagem de Painel - Trabalhando com artefatos africanos.

Este infográfico pode ser utilizado para pesquisa sobre a cultura dos povos africanos.

http://revistaescola.abril.com.br/swf/animacoes/exibi-animacao.shtml?187_africa_info.swf

 Este vídeo de 26 min. mostra um sítio arqueológico na África, museus, fósseis e  a evolução do homem. Pode ser um grande estímulo e motivação para a aprendizagem.

http://tvbrasil.ebc.com.br/novaafrica/episodio/berco-da-humanidade#media-youtube-1

Geografia/Ciências/  Arte.

Situação de Aprendizagem

8  – Heranças Culturais da China e trocas culturais em diferentes épocas.

Objetivos: estimular a pesquisa sobre as heranças culturais chinesas em diferentes fontes; investigar, com os alunos, como os artefatos  produzidos pelos chineses chegaram a outras regiões e foram incorporados às culturas de diferentes povos; desenvolver as competências dos alunos para a leitura de mundo e o estabelecimento de relações entre diferentes temporalidades.

Competências e habilidades: desenvolver capacidades de levantamento e sistematização de dados em pesquisa; desenvolver habilidades de escrita; identificar as características de diferentes culturas e reconhecer a presença de elementos de uma cultura na outra em diferentes épocas; relacionar trocas comerciais e culturais.

Sondagem e sensibilização:

Você pode utilizar os textos propostos no Caderno do Aluno para a introdução do tema e um vídeo como introdução ao tema.

1ª etapa: 

Solicite aos alunos que realizem, como lição de casa, uma pesquisa preliminar a respeito das heranças culturais chinesas reconhecíveis em nosso cotidiano. Eles poderão utilizar livros e materiais de apoio didático, como revistas e outras publicações disponíveis na biblioteca da escola. Além disso, você pode orientá-los a buscar informações na internet.

2ª etapa:

Agende um dia para os alunos tragam suas pesquisas e organizem um painel com as seguintes invenções chinesas citadas no texto “Heranças

culturais da China”, presente na seção Leitura e análise de texto, do Caderno do Aluno: porcelana, seda, pólvora, macarrão e papel. Você poderá ampliar esse número em função do interesse dos seus alunos e da

disponibilidade de tempo para discussão.

3ª etapa:

Solicite aos alunos que escrevam textos explicativos contando a história de um objeto, com base na observação das etiquetas de vários produtos, no supermercado mais próximo (roupas, brinquedos, utensílios domésticos etc.), e anotem quais foram fabricados na China (feito na China, made in China), no caderno ou em uma folha avulsa.

Propor que eles se reúnam em grupos e listem os produtos encontrados e  auxilie-os a observar a diversidade dos produtos e a refletir sobre a padronização deles, de acordo com os costumes do capitalismo mundializado.

Para encerrar a atividade, proponha que cada grupo faça o seu registro, que constará na segunda parte do álbum, denominada “produtos da China atual”. Por fim, solicite que cada grupo sintetize oralmente o que pôde concluir depois de toda a Situação de Aprendizagem.

Avaliação:

Você pode utilizar as questões propostas no Caderno do Aluno ou atividades do livro didático, bem como a pesquisa, o relato oral e os registros escritos.

Propostas de Situação de Recuperação:

Solicite aos alunos que façam uma pesquisa sobre as atuais condições do Rio Amarelo, e compare-as com o papel que ele teve na constituição da civilização chinesa antiga.

Pesquisa sobre: A Muralha da China.

KAN, Lai Po. Os chineses. 4. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1996. (Povos do Passado).

Esse livro relata o dia a dia do povo chinês sob as dinastias Han e Tang. Destaca a maneira como viviam, a importância conferida pelos chineses às tradições, à vida em família e aos

ancestrais. Aborda também o surgimento da religião budista.

Vídeo de 7 min. mostra a cultura chinesa.

https://www.youtube.com/watch?v=463-YroVsts

Geografia/ Ciências / Arte .

Desenvolvida pela PCNP Luciana Fachini a partir de 29/03/2012, atualizado em novembro e dezembro de 2014.