CONCURSO DE IDEIAS URBANÍSTICAS DA AMECICLO

1. Objeto do concurso

1.1 O Concurso de Ideias Urbanísticas da Ameciclo é uma iniciativa de caráter sociocultural, sem fins lucrativos, da Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife - Ameciclo.

1.2 O objetivo do concurso é promover a reflexão e o debate sobre  democratização do espaço público, acesso à cidade e humanização do trânsito,  por meio da proposição de soluções de  desenho urbano aplicado à melhoria da segurança viária nos deslocamentos de ciclistas, notadamente para a infraestrutura cicloviária do Recife, objeto deste concurso. 

1.3 Deverão ser apresentadas propostas de Anteprojeto de Desenho Urbano para requalificação de vias urbanas existentes no Município do Recife avaliadas como piores estruturas com mais situações de risco segundo o Índice de Desenvolvimento Cicloviário da Região Metropolitana do Recife - 2018 (AMECICLO, 2018).

1.4 As propostas de requalificação viária deverão atender às necessidades urbanísticas, paisagísticas e de mobilidade, considerando portanto a conectividade da malha viária, a continuidade da infraestrutura de transporte, a eficiência do sistema de mobilidade como um todo e as normas urbanísticas vigentes.

2. Condições de participação

2.1 A participação é aberta a estudantes de graduação em Arquitetura e Urbanismo e áreas correlatas, individualmente ou em equipe, sem restrição de nacionalidade.

2.2 Incentiva-se a composição de equipes multidisciplinares, sob a coordenação de estudante de graduação em Arquitetura e Urbanismo, com a participação de estudantes de outros campos do conhecimento, interessados na temática da mobilidade urbana, notadamente a mobilidade ativa.

2.3 Profissionais de Arquitetura e Urbanismo e outras áreas afins podem integrar as equipes como consultores, orientadores ou colaboradores, desde que o responsável pela equipe seja estudante de Arquitetura e Urbanismo.

2.4 A inscrição é gratuita e deverá ser feita em formulário eletrônico na página oficial da Ameciclo, em nome do estudante responsável, que ao submeter a inscrição e a proposta, assume as responsabilidades civis sobre as informações declaradas e sobre a autoria das propostas submetidas, nos termos da legislação brasileira.

2.5 Demais orientações sobre inscrição, homologação e submissão dos trabalhos serão divulgadas pela coordenação do concurso na seção específica do site da Ameciclo: www.ameciclo.org.

2.6 Não podem participar do concurso pessoas que, no semestre em curso, tenham vínculos acadêmicos, profissionais ou familiares com membros da Comissão Julgadora ou da Coordenação do concurso.

2.7 Não podem ser submetidas propostas já premiadas(ou que receberam menções ou destaques) em outros concursos.

2.8 Podem ser submetidas propostas resultantes de trabalhos acadêmicos.

2.9 Cada estudante responsável ou equipe participante deverá realizar uma inscrição individual para cada proposta, sendo admitida mais de uma inscrição por participante individual ou equipe.

2.10 Cada proposta inscrita deverá apresentar proposta de requalificação de  apenas uma via, indicada na lista de vias  urbanas existentes nas áreas da Cidade do Recife avaliadas como mais perigosas para o uso de bicicleta no Índice de Desenvolvimento Cicloviário da Região Metropolitana do Recife - 2018.

3. Estruturas objeto do concurso

3.1 As estruturas e locais que são objetos desse edital são:

  1. Ciclofaixa da Av. Brasília Teimosa
  1. Na rua Marechal Hermes a entrada a curva é em 90º sem sinalização ou redutores de velocidade
  1. Ciclofaixa da Estrada do Forte do Arraial Novo do Bom Jesus
  1. Todos os pontos de ônibus no mesmo lado da ciclofaixa provocam invasão dos motoristas em especial no sentido oposto ao do ciclista
  1. Ciclovia da Av. Consul Joseph Noujaim (antiga República Árabe Unida)
  1. Não há conexão entre os trechos de ciclovia e ciclofaixa no cruzamento com a ponte estaiada e o ciclista é jogado na contramão em estrutura.
  2. No trecho de ciclofaixa, no cruzamento com a República do Líbado, há uma troca de lado de uma via larga e sem semáforos.
  1. Ciclofaixa da Estrada do Arraial
  1. Cruzamento com a Padre Lemos é bastante largo e com muito fluxo de veículos motorizados
  2. Cruzamento com a Ferreira Lopes tem muito fluxo diário de veículos motorizados
  1. Ciclofaixa da Av. General Mac Arthur
  1. Há um bueiro com um buraco muito grande aberto
  2. Cruzamentos semaforizados sem o foco do ciclista que transita sentido praia
  3. Cruzamento com a Jorge de Lima é permitido ir em frente e é possibilitado por um semáforo de pedestres
  4. Entradas e saídas de veículos debaixo dos viadutos com sinalização precária e curvas de velocidade
  1. Ciclofaixa da Av. Inácio Monteiro
  1. Pontos de ônibus do lado d a ciclofaixa
  2. Troca de lado na via no término da ciclofaixa
  3. Estrutura termina na contramão
  1. Ciclofaixa da Estrada do Encanamento
  1. No cruzamento com a Estrada das Ubaias
  2. Na chegada da Praça Dr. Lula Cabral
  1. Ciclofaixa e Ciclorrota da R. Mauriceia
  1. Cruzamento perigoso com a rua Gáspar Pérez
  1. Ciclovia da Av. Norte Miguel Arraes de Alencar
  1. no cruzamento da Cruz Cabugá o ciclista é colocado por cima da faixa de pedestres, sem sinalização e com uma sarjeta bem profunda
  2. na entrada da Praça General Abreu e Lima a entrada em 45º por cima da ciclovia não é sinalizada e faz com que ônibus e BRTs façam a curva em alta velocidade
  1. Av. Beira Rio (entre o Fórum Joana Bezerra e a ponte)
  1. Os trechos são desconectados, com muro separando as estruturas
  2. Após a ponte, o ciclista é jogado na contramão após passar por cima do meio fio

4. Formato e envio dos projetos

4.1 As propostas deverão ser enviadas pela internet de acordo com o cronograma estabelecido. O formulário específico disponível em http://bit.ly/formconcursoideciclo2018 e na página da Ameciclo (www.ameciclo.org)

4.2 Deverão ser submetidas no mínimo de 02 (duas) e no máximo de 04 (quatro) pranchas formato A3 em PDF, na posição horizontal, em um único arquivo, com tamanho máximo de 30MB. A pranchas devem conter:

4.2.1 a identificação das vias avaliadas

4.2.2 A identificação “CONCURSO DE IDEIAS URBANÍSTICAS IDECICLO 2018”

4.3 As pranchas NÃO devem conter o nome dos autores durante inscrição da proposta. Essa informação será pedida após o processo de julgamento para que haja isenção.

4.3 As propostas devem ser submetidas em português.

5. Cronograma

27/09/2018 – Lançamento do Concurso

27/09/2018 - Abertura das Inscrições

10/10/2018 – Data limite para Consultas

27/10/2018 – Data limite para Inscrições e envio do projeto

10/11/2018 – Fim da etapa de Julgamento

18/11/2018 – Divulgação dos resultados

6. Julgamento

6.1 O julgamento será realizado à distância, no período indicado no cronograma. Os premiados serão escolhidos após apreciação individual dos trabalhos e votação, pelos membros da comissão julgadora.

6.2 Integram a Comissão Julgadora os seguintes profissionais, que atuarão de forma voluntária na avaliação dos trabalhos:

6.3 Os procedimentos de julgamento serão definidos pela Coordenação do concurso em conjunto com a Comissão Julgadora. Em caso de impossibilidade de participação de algum membro da comissão julgadora, o julgamento terá continuidade sem necessidade de substituição, desde que haja o registro de votos de pelo menos dois membros.

7. Coordenação

7.1 O concurso é uma iniciativa da Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife - Ameciclo, como parte das atividades de lançamento do Índice de Desenvolvimento Cicloviário da Região Metropolitana do Recife - 2018.

7.2 Cabe à coordenação da Ameciclo a gestão do concurso que, entre outras atribuições, inclui: recebimento e homologação de inscrições; comunicação com os inscritos; resposta às consultas; recebimento das propostas; divulgação do resultado e premiação; mediação do processo de julgamento, sem direito a voto; deliberação sobre os casos omissos.

8. Prêmios, divulgação e disposições finais

8.1 O concurso é uma iniciativa de caráter sociocultural, sem fins lucrativos, com inscrição gratuita.

8.2 Serão atribuídos os seguintes prêmios aos três melhores participantes classificados, de acordo com a avaliação da comissão julgadora:

Primeiro Lugar – R$ 500,00

Segundo Lugar – R$ 300,00

Terceiro Lugar – R$ 200,00

8.3 A critério da Comissão Julgadora poderão ser atribuídas menções ou destaques.

8.4 As propostas premiadas, além de eventuais destaques e menções, serão publicadas nas redes da Ameciclo e, eventualmente, em outros meios de difusão digital ou impressa. As propostas serão utilizadas pela Ameciclo em atividades de incidência junto ao poder público.

8.5 Para receber o prêmio, os(as) agraciados(as) devem apresentar a declaração ou comprovante de matrícula e assinar recibo no valor da premiação.

8.6 Ao se inscrever no concurso os participantes se declaram autores das propostas submetidas e autorizam, sem ônus para a Coordenação do Concurso, a publicação do material enviado, seja em meio digital ou impresso, para fins de divulgação e promoção do concurso.

8.7 Ao se inscrever no concurso os participantes declaram o livre usufruto das propostas, se premiadas, e autorizam, sem ônus para a Coordenação do Concurso, a utilização do material em atividades de incidência junto ao poder público e a doação das propostas pela Ameciclo, bem como sua implantação, para entes públicos ou privados.

8.8 Os participantes não deverão fazer contato direto com os membros da Comissão Julgadora ou da Coordenação. Eventuais dúvidas devem ser esclarecidas pelo endereço: contato@ameciclo.org, e devem ser enviadas tendo o título CONCURSO DE IDEIAS URBANÍSTICAS IDECICLO 2018 no campo ‘assunto’ do e-mail. Os casos omissos serão decididos pela Coordenação do concurso.

9. Anexos e materiais para referência: