A antropologia do futuro: http://bit.ly/asimov-isaac 

 Isaac Asimov o visionário criador das três leis da robótica. https://docs.google.com/document/d/e/2PACX-1vTH6tHxRdkBfTVlrC8Fcs0t7gFPZO_zZn7wQfl_wcJngxA5OoYszugulufSR4eSr9nHlePdKBe68YE_/pub 

 O autor russo nasceu em 1920. Sua família foi para os Estados Unidos quando tinha três anos de idade. Cresceu em Nova York. Foi professor de bioquímica na Universidade de Boston. Escreveu e editou mais de 500 obras sobre tecnologia e o futuro da humanidade tratando de temas complexos em linguagem simples com narrativas empolgantes, quando vemos foram capítulos em um piscar de olhos!

 Asimov era um visionário com pensamentos muito além de sua época.

  Acertou muitas previsões tecnológicas com meio século de antecedência.

 Ler Asimov é, vamos dizer, obrigatório. O autor está entre os três principais escritores do gênero e, mais do que isso, traz a antropologia do futuro.

 Na série Fundação, mostra como seriam galáxias e planetas dominadas pelo homem. Foi eleita a melhor série de ficção científica e fantasia de todos os tempos pela World Science Fiction Society, em 1966.

  Outra obra notável é Eu, Robô. A partir dela foi chamado o “pai do robôs”.

 Isaac Asimov criou as Leis da Robótica, definindo regras básicas sobre como robôs devem conviver pacificamente com os seres humanos:

 1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por ócio, permitir que um ser humano sofra algum mal.

 2ª lei: Um robô deve obedecer às ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei.

 3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência, desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e Segunda Leis.

  Depois de um tempo, criou uma quarta lei:

 Lei Zero: Um robô não pode fazer mal à humanidade e nem, por inação, permitir que ela sofra algum mal.

  Leia o Livro!

 Há muita diferença entre o livro "Eu, Robô", cuja leitura se recomenda, e o  filme, estrelado por Will Smith. Lançado em 2004, foi inspirado nas obras de Isaac Asimov; contudo, não no livro cujo nome adotou.

 No livro "Eu, Robô", publicado em 1950, Isaac publicou as leis da robótica e delas trata nos nove contos da obra. As histórias trazem uma visão diferente dos robôs, sejam domésticos, especializados, da Terra ou do espaço e, particularmente, são incríveis!

 O filme inicia sem ligação com a obra de Asimov. Depois, as leis da robótica aparecem com a personagem Dra. Susan Calvin de pouca relação com a obra homônima de Asimov Eu Robo e sim com outra história de Isaac: As Cavernas de Aço.  

 Muito à frente do tempo, na metade do Século XX, previu muitas coisas na área tecnológica. Algumas de suas previsões em 1964, 50 anos depois, a BBC listou comentando a concretização das previsões como:

- “As comunicações serão audiovisuais; a poderá escutar e também ver a pessoa pelo telefone.”.

- “Será possível “telefonar para qualquer ponto da Terra, inclusive as estações meteorológicas na Antártida.”.

- “Os robôs não serão comuns nem muito bons em 2014, contudo, vão existir.”.

Incrível, não é mesmo? Segue o artigo na íntegra.

Isaac Asimov estava certo: as previsões do escritor para 2014 que viraram realidade

Kim Gittleson, da BBC News,  em Nova York, 22 abril 201

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/04/140422_isaac_asimov_previsoes_rb

Estamos em 2014, e todos deveríamos estar indo à terapia.

Ao menos é o que dizia Isaac Asimov, um dos mais conhecidos autores de ficção científica do século 20, que em 1964 publicou um ensaio em que previa como seria a realidade de hoje.

Apesar da sua insistência na psiquiatria, o mundo não passava por uma crise mental massiva, mas sim pela inauguração da Feira Mundial no bairro do Queens, em Nova York.

Apesar do tema oficial da feira, que durou seis meses, ser "a paz por meio da compreensão", o evento hoje é lembrado pela visão do futuro exposta ali.

E, mesmo que algumas das suas tecnologias futurísticas nunca tenham chegado ao público, como a casa submarina e o carro voador, ao olhar mais de perto as previsões de Asimov divulgadas na feira percebemos que sua "bola de cristal" era bastante precisa.

Assim ele via o ano de 2014 em 1964:

1. "As comunicações serão audiovisuais e uma pessoa poderá não só escutar, e também ver a pessoa que a telefona."

A primeira chamada de vídeo transcontinental foi feita em 20 de abril de 1964 usando uma tecnologia desenvolvida pela empresa Bell Systems (que depois se converteria nos Laboratórios Bell). Isso pode ter inspirado a Asimov.

Direito de imagem AP Image caption Na Feira Mundial de 1964, havia cabines telefônicas para realizar chamadas de vídeo

Mesmo assim, ele se surpreenderia com os baixos custos de serviços como Skype e Facetime, da Apple: em 1964, uma chamada de vídeo de três minutos de Washignton D.C. para Nova York custava cerca de US$ 118 (o equivalente a R$ 265) em valores atuais.

2. Será possível "telefonar para qualquer ponto da Terra, inclusive as estações meteorológicas na Antártida".

Hoje, para ligar para a Antártida, basta usar o DDI 672 (para algumas zonas do planeta; em outras, usa-se o DDI 64, da Nova Zelândia).

Image caption Antes uma coisa do futuro, os telefonemas para a Antártida hoje são simples de fazer

3. "Os robôs não serão comuns nem muito bons em 2014, mas vão existir."

É atribuída a Asimov a introdução da palavra robótica no idioma inglês, por isso não é tão surpreendente que ele tinha razão ao prever que nenhum robô estaria a altura da personagem Rosie, do desenho animado Os Jetsons, que estreou na televisão em 1962.

Mas há projetos de robôs para dar notas em provas de universitários no Japão, que fazem cirurgias à distância e cozinham um prato com a destreza de um cozinheiro profissional.

Direito de imagem Getty Image caption O escritor Isaac Asimov fez uma série de previsões precisas sobre como seria o futuro

Asimov também esteve perto de prever o que hoje é um componente crucial da vida moderna: os "minicomputadores", também conhecidos como smartphones, que ele pensou que serviriam como "cérebros" para os robôs.

Qualquer pessoa que tenha tentado conhecer uma cidade estrangeira sem um mapa digital pode se perguntar se Asimov não quis dizer cérebros "humanos".

4. "Quanto à televisão, as telas de parede substituirão os equipamentos de hoje, e também aparecerão cubos transparentes tornando possível a visão em três dimensões."

Um dos aspectos mais notáveis das previsões de Asimov é que elas foram certeiras quanto à criação de certas tecnologias, mas superestimaram o entusiasmo com que elas seriam recebidas.

Para dar a ele o devido crédito, é preciso dizer que as TVs de tela plana substituíram os modelos comuns, e a TV em 3D, mesmo que não em forma de cubo, foram por muito tempo as grandes estrelas das feiras de tecnologia.

Direito de imagem thinkstock Image caption Asimov disse que o balé seria o tipo de programa favorito do público da TV 3D

Mas o público em geral não ligou muito para esta última invenção: a BBC anunciou em julho que suspenderá sua programação em 3D por causa da "falta de interesse dos espectadores".

5. "As comunicações com a Lua serão um pouco incômodas."

Era natural que Asimov se equivocasse nesse ponto. Em 1964, em plena era espacial, o entusiasmo com os avanços neste campo poderia ter deixado o escritor muito otimista quanto às comunicações com a Lua. Segundo ele, as chamadas teriam um atraso de 2,5 segundos

Direito de imagem NASA Image caption A sonda robótica Curiosity percorre a superfície de Marte captando imagens e realizando análises

Mas ele acertou em cheio quando previu que, em 2014, "apenas naves não tripuladas terão aterrissado em Marte".

Mesmo assim, ele não previu que sonda marciana Curiosity teria uma conta no Twitter.

6. "Os móveis de cozinha prepararão refeições, esquentarão água e a transformarão em café."

As máquinas de café automáticas realmente existem.

As previsões de Asimov de que leveduras e algas seriam processadas para simular diversos sabores, como "peru falso" ou "pseudobife", se concretizaram no ano passado, quando os cientistas anunciaram o primeiro hambúrguer feito em laboratório.

Direito de imagem Getty Image caption O hamburguer produzido em laboratório foi anunciado por cientistas no ano passado

Os críticos podem estar divididos se Asimov tinha razão ao dizer que o sabor "não seria de todo mal": algumas das pessoas que comeram o hambúrguer disseram que "sentiam falta da gordura".

7. "Já existirá uma ou duas usinas de fusão de energia experimental."

Diz-se por aí que a fusão - em essência, o aproveitamento da energia que existe dentro das estrelas - é a energia do futuro.

E isso não está tão longe, se levarmos em conta o investimento internacional de US$ 22 milhões para colocar um reator em funcionamento no sul da França até 2028.

Direito de imagem Getty Image caption O escritor foi preciso ao prever centrais de energia solar em áreas desérticas

Mas as previsões de Asimov sobre as grandes centrais de energia solar no deserto e em zonas semidesérticas como no estado do Arizona, nos Estados Unidos, e no Deserto do Negev, em Israel, foram exatas.

As centrais elétricas no espaço "que captam a luz solar por meio de enormes aparelhos parabólicos e irradiam a energia para a Terra" seguem como uma meta em aberto.

8. "Haverá um grande esforço para projetar veículos com cérebros robóticos."

Sem dúvida, esse veículo com cérebro robótico pode ser o automóvel que se dirige sozinho.

Direito de imagem Getty Image caption O Google atualmente desenvolve um automóvel que se dirige sozinho

Outras previsões sobre o transporte feitas por Asimov seguem como ficção. Os "aquafoils", que passam raspando sobre a água e impressionaram os visitantes da feira de 1964, não decolaram. Muito menos seus sucessores: o cinto-foguete e os aerodeslizadores.

9. "Nem toda a população do mundo desfrutará por completo dos artefatos do futuro. Uma porção maior do que a atual será privada deles, mesmo que estejam numa situação material melhor do que a de hoje."

É talvez a observação - ou advertência - mais visionária de Asimov. Isso porque a tecnologia, tanto antes quanto agora, pode transformar vidas, mas sem um esforço para torná-la acessível, pode prejudicar em vez de ajudar no objetivo de atingir a "paz por meio da compreensão".

  Saiba mais sobre a IA, a inteligência artificial, e o alerta de Stephen Hawking, aqui:     http://bit.ly/pad-ia

Como nos libertarmos disso?

A nossa percepção do mundo é muito diferente da realidade.

Somos manipulados através de uma teia de paradoxos e um cipoal de 🙃 desinformação.

A boa notícia: podemos despertar das falsas crenças,

romper o holograma,      libertarmo-nos construindo

1MMM,     um Mundo Muito Melhor!

Para começar a acordar e a vencer, assista ao filme

Quem Somos Nós?

Um dos trechos mais importantes é este: https://youtu.be/lafj4SqVrqM?t=8m32s 

Precisamos acelerar a conscientização, ampliando a quantidade de pessoas despertas, para criar o campo mórfico:

  Apometria é o nome da técnica de trabalhar a espiritualidade potencializando a canalização da energia através da vontade e emoção através de comandos verbais desencadeando um empilhamento de energia conectando os campos e nos conectando até mesmo às demais dimensões:   http://bit.ly/pad-apometria

  A HEM, hipnose em massa, e a espiral do silêncio, serão rompidas, libertando o planeta e a humanidade do domínio do mal quando atingirmos a massa crítica conforme a teoria dos campos mórficos ou da ressonância mórfica. É a teoria do centésimo macaco, de Rupert Sheldrake revolucionando o ramo da biologia e transbordando para demais áreas como a física e a psicologia.

 A Teoria dos Campos Mórficos ou da ressonância mórfica, a teoria do centésimo macaco, de Rupert Sheldrake: https://youtu.be/020k1OqO2_M 

   Acesse a TGT a partir de http://bit.ly/PADilla ou http://bit.ly/pad-apometria

Assista ao filme completo aqui: https://youtu.be/lafj4SqVrqM

http://www.padilla.adv.br/evoluir/quemsomosnos/

   Para entender onde estamos - em meio a uma dissimulada 5GW, Guerra de  5º Geração oriente-se por esse resumo: http://bit.ly/5guerra 

Descubra tudo o que os controladores não querem que tu saibas na

Rede de Conscientização: 

http://bit.ly/conscientizar

https://drive.google.com/folderview?id=0B2CNDxRTI8HAcVl3cFc0M09hZ3M&usp=sharing

Como eles fazem a hipnose em massa, a HEM? http://bit.ly/hipnose-massa  

  Livros para a Conscientização http://bit.ly/livros-pad

https://drive.google.com/drive/folders/0B6QVNULEDAG8OXZnci1UaG9TLWc?usp=sharing 

Estamos todos entrelaçados!  Abraços

Professor   http://bit.ly/PADilla UFRGS

http://bit.ly/pad-face = https://www.facebook.com/ProfessorPadilla/videos/2038395976428299/

http://bit.ly/lattes-pad 

A antropologia do futuro: http://bit.ly/asimov-isaac  Isaac Asimov o visionário criador das três leis da robótica, p.