Estado do RGS passa de réu a credor recebendo uma lancha http://bit.ly/lancha-bm 

 Tarefas difíceis eram imputadas com intuito de provocar insucesso criando pretexto para me responsabilizar. Entre as “impossíveis” de ganhar estava a ação civil pública nº 01191381357, praticamente perdida: dano ambiental documentado em perícia. Ordenada por liminar, a empresa poluidora havia corrigido as suas operações. Só faltava definir o valor do dano ambiental e a sucumbência, a ser imposta ao Estado devido à omissão de zelar pelo meio ambiente. O Governo do Estado do RGS era PMDB, o tentáculo principal do engodo globalista cuja estratégia é “alegar falta de recursos para privatizar”. Ampliam o estado de torpor pré pânico da violência programada atrasando e parcelando os vencimentos. Criam uma crise deixando a população indefesa, quase inerte. Ai, entregam setores importantes da economia por muito menos do que valem! Por negarem recursos para manutenção, a lancha da Patrulha Ambiental da Brigada Militar deteriorou-se. Patrulhavam “a pé”, caminhando por margens de rios e lagos onde fosse possível! Seria cômico não fosse trágico. Mais do que acabar com o processo, desejava resolver aquela situação absurda! Convenci o Diretor da empresa Ré a oferecer uma lancha para a Patrulha Ambiental e ao Ministério Público a aceitar, o tamanho, potência do motor e prazo de entrega, e o Juiz de Direito Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, hoje Ministro do STJ, homologou o acordo. A solução foi digna de manchete pelo ineditismo: Estado do RGS passa de réu a credor recebendo uma lancha confira aqui:

https://docs.google.com/document/d/e/2PACX-1vRBJ7nIxz0QqGZIyBWVJA6G3VaJVqFrMhl62pP0PTODaSLI3AwYWOPQ_Orn9Fo0S4uCiWYwzpyazLL_/pub

Porto Alegre

19 de dezembro de 1996

Espaço Vital

MARCO ANTONIO BIRNFELD

Estado do RGS passa de réu a credor de uma lancha

Jornal do Comércio

Porto Alegre. 19 de dezembro de 1996 Quinta-feira Número 145. Ano 64. Venda avulsa, RS 1.00.

ACAO CIVIL PUBLICA 01191381357 - MINISTÉRIO PÚBLICO ( AJE JUANITA RODRIGUES TERMIGNONI E SILVIA CAPPELLI) X DHB COMPONENTES AUTOMOTIVOS S A (PP. MARCELLO MARQUES MAGALHÃES), ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (PP. LUIZ ROBERTO NUNES PADILLA), MUNICIPIO DE PORTO ALEGRE (PP.ROSANE VALLS HOFMEISTER), FEPAM FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (PP. PAULO REGIS ROSA DA SILVA). - CIÊNCIA AO AUTOR SOBRE OS DOCUMENTOS JUNTADOS PELO RÉU, BEM COMO DO PEDIDO DE EXTINCAO DO FEITO.

 5GW: a escravidão dissimulada pelo "mecanismo" http://bit.ly/5guerra      Pesquisa, compilação e edição: Professor PADilla, UFRGS

  Na Guerra de 5ª Geração, a 5GW, a nossa capacidade de lutar é anulada. O inimigo nos confunde com o falso-humanismo jogando-nos uns contra os outros. A batalha é dissimulada no plano das crenças-valores.

  O combate é desigual. O ambiente foi dominado pelo inimigo: controla a mídia e uma rede de desinformantes, são mais de um milhão de ativistas. Instalaram a acultura da superficialidade e do medo. O falso-humanismo desorganiza a resistência patriota, desmobiliza ações eficazes e promove a idiotização.

  Para aumentar a confusão, as estruturas governamentais são usadas para nos envolver em um cipoal de paradoxos e fomentar o medo.

  A 5GW segue a lição de Sun Tsu em A Arte da Guerra, o mais importante manual da vitória.  

https://padilla-luiz.blogspot.com/2019/03/jose-sperb-sanseverino-paulo-de-tarso-e.html