AGMI – ASSOCIAÇÃO DOS GUARDAS MUNICIPAIS DE ILHÉUS

      Fundada em 18 de Dezembro de 2001

 

                                                 REGULAMENTO DO BABA DA AGMI

 

                                                       DOS ASPECTOS GERAIS

 

 

Art. 1º - O presente Regulamento tem como principal finalidade disciplinar, organizar e orientar os associados e convidados na participação dos babas. Lembramos que juntos iremos proporcionar divertimento, lazer e congraçamento entre todos, com enfoque especial para a disciplina em campo e nas dependências dos locais nos quais as mesmas terão lugar.

 

Art. 2º - Compete a todos os sócios e convidados cumprir e fazer cumprir o presente Regulamento, levando ao conhecimento da Comissão Organizadora do Baba qualquer transgressão as regras nele estabelecidas.

 

Art. 3º - Sugestões ou reclamações poderão ser dirigidas à comissão organizadora do baba, verbalmente ou por escrito;

 

Art. 4º - A comissão organizadora do baba é composta pelos seguintes membros: Hamilton Peruna (Secretário de Esportes), Arthur Luis e Cleidson.

 

Art. 5º - Compete a Comissão Organizadora do Baba:

A)           Organizar as regras do baba;

B)           Julgar os atletas que praticarem infrações disciplinares no ambiente do baba;

C)          Aplicar as penas de advertência, suspensão ou eliminação aos atletas que comportarem de maneira inconveniente, contrário aos bons costumes.

Parágrafo Único - Os atos de infração praticados por algum membro da Comissão Organizadora, deverão ser deliberados por um associado substituto, sendo este, escolhido ou representado pelo Presidente da AGMI – Associação dos Guardas Municipais de Ilhéus.

DOS ASSOCIADOS E DOS CONVIDADOS

 

Art. 6º - Participarão do Baba da AGMI todos os associados e Sócios Convidados;

 

Art. 7º - Sócios Convidados são aqueles que participam do baba pagando de forma avulsa a quantia definida pela comissão do baba. O pagamento deverá ser efetuado até o 5º (quinto) dia útil de cada mês que o convidado participar do baba.

 

Art. 8º – O Sócio Convidado não poderá trazer convidados, para participar do Baba da AGMI.

 

 

DA ORGANIZAÇÃO E DAS REGRAS DO BABA

 

Art. 9º - A formação das equipes será por ordem de chegada, onde haverá uma “lista de presença”, que será aberta para assinaturas, com letras legíveis, até às 08:00hs pela manhã e às 14:00hs à tarde. Caso o associado chegue ao local do Baba acompanhado de outro associado, a prioridade de assinatura obedecerá aos seguintes critérios: A) Motorista (se for o caso); B) tempo de admissão na AGMI; C) Tempo de Serviço na GCMI.

 

Art. 10º - Fica estabelecido que o inicio do Baba será conforme o horário da maré. As equipes serão escolhidas na forma do Art. 9º.

 

Parágrafo Único - O preenchimento será mediante a presença do associado.

 

Art. 11º - Na Divisão dos babas, serão escolhidos os primeiros 22 atletas respeitando a ordem de chegada, até às 8:00hs, desses 22 sairá 02 (dois) para escolher o baba.

 

Art. 12º - Os reservas também obedecerão à ordem de chegada e também deverá assinar seu nome na lista de presença. Quem chega primeiro entrará em qualquer um dos babas de acordo com a necessidade do jogo.

 

Parágrafo Único – O Jogador substituído retornará para o último lugar na lista dos reservas, podendo retornar ao Baba se não houver substituto dos Jogadores titulares, desde que na mesma equipe.

 

Art.13º – A ordem de saída nos intervalos dos jogos, obedecerá a lista de presença, isto é, os últimos a assinarem a lista de presença serão os primeiros a serem substituídos do Baba.

 

Art.14º – Caso faltem os associados “Goleiros”, a Diretoria de Esporte, poderá convidar atletas goleiros, sem a necessidade dos mesmos pagarem a taxa de participação.

 

Parágrafo Único: Estes convidados, só poderão atuar exclusivamente no gol.

 

Art.15º – As regras básicas do Baba da AGMI serão as mesmas praticadas em Jogos de Praia:

 

I - Não há impedimentos;

                    II- Pegar de mão ou fazer falta a menos de 11 passos do gol, é pênalti;

                    III- Após o gol confirmado dá-se a saída do meio de campo;

                    IV- O tempo de jogo será de 90 (noventa) minutos dividido em 02(dois) tempos de 45 (quarenta e cinco) minutos com ou sem juiz;

V- Qualquer associado que tiver noção de arbitragem poderá apitar uma partida normalmente com as mesmas regras, direito e respeito como se fosse um arbitro profissional, e terá direito a ser primeiro da lista do próximo baba mesmo chegando depois de outros associados, válido, até às 8:00Hs.

 

Art.16º – As punições obedecerão aos seguintes critérios:

 

I – Cartão Amarelo – Advertência

II – Cartão Azul – 5 Minutos de fora da partida

III – Cartão Vermelho - Será expulso e terá suspensão automática equivalente a 01 (um) Baba, submetido a julgamento de acordo com este Regimento, podendo ficar até mais tempo impedido de jogar o Baba da AGMI.

 

Parágrafo Único - Nos casos de expulsão não é permitido à entrada de outro associado

 

Art.17º – Qualquer atleta que receber cartão vermelho será julgado pela Comissão. O mesmo será informado posteriormente caso haja penalidade complementar, até 72 horas antes do Baba.

 

Art.18º – As punições poderão ser por:

 

I – Agressão ao Arbitro - 1 a 3 Jogos

II – Agressão a outro sócio ou convidado – 1 a 3 Jogos

III – Abandono de Campo – 2 Jogos

IV – Recusa em sair do campo após expulsão – 2 Jogos

V – Agressões Físicas ou Moral – 2 a 5 Jogos

VI – Reincidentes – uma partida a mais da punição prevista.

 

Parágrafo Único - Será dado direito de defesa ao atleta expulso, a ser exercido no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas após o jogo.

 

Art.19º – O jogador não poderá tirar a camisa no meio de campo, bagunça nem abandonar a partida sem que haja reserva, (substituto) se não tiver árbitro o jogador só pode sair de campo se estiver visivelmente machucado.

                    

Parágrafo Único - Pena de 02 (dois) ou 03 (três) jogos de suspensão

 

Art. 20º- O jogador (associado) que estiver visivelmente embriagado não poderá participar das partidas de futebol, seja ela onde for, e se o mesmo se recusar a cumpri essa determinação estará sujeito a penalidades.

 

Art. 21º - Todo e qualquer atleta que venha a colocar seu nome na lista de presença, estará automaticamente concordando com este regulamento, não sendo facultado criar impasse ou desordem após haver sofrido alguma punição, e caso assim proceda, estará aumentando sumariamente a condição de uma pena maior.

 

Art. 22º – Os casos omissos, fatos novos e interpretação divergentes deste Regulamento deverão ser decididos pela Comissão Organizadora do Baba.

 

Art. 23º – A fim de disciplinar, bem como coibir com rigor os abusos, a Diretoria de Esportes fará cumprir rigorosamente este regulamento.

 

Este Regulamento entra em vigor em Setembro de 2013.

 

HAMILTON PERUNA DE JESUS, ARTHUR LUIZ MATOS AMARAL E CLEDSON SANTOS SILVA