Bertalha: chamam-na de espinafre-indiano. Contudo, é muito melhor! Saúde, sabor e qualidade de vida ao alcance da tua mão:

  As folhas de bertalha (nome científico Basella Alba) são comestíveis e muito nutritivas! Ricas em fibras e proteínas, contém minerais essenciais: ferro, magnésio, fósforo, cálcio, potássio, cobre, manganês e zinco; e vitaminas A, B1 e B6, C e E! Possui o mais rico sabor entre todas as folhas além de uma textura incrível. Pode ser consumida crua inteira, picada ou sob a forma de patê. Pode ser cozida, refogada, assada. Pode ser incluída em pães, massas e suflês. Cresce muito rápido: quando as folhas recebem sol e há bastante água, em solo ácido chega a crescer 30 cm por dia! http://bit.ly/bertalha ou https://t.co/JSNFTnSOaJ https://docs.google.com/document/d/1XhaSICaBLtkTbecVdojqZMuCGLL8Vc3gIb2_RBG2rmM/pub https://padilla-luiz.blogspot.com/2018/06/padilla-luiz.blogspot.com.bertalha.html  https://t.co/FafYg53kLs

   Distribuímos, gratuitamente, milhares de mudas de bertalha.    Solicite pelo whatsapp 55-51-9985207954 e terá saúde ao alcance da mão e sem custo algum!

  Cresce em pouca terra. De 2 a 3 kg de terra são suficientes, o equivalente e uma garrafa pet de 1,5 litro. Aceita a acidez do nosso coima e pode ser cultivada em sacadas ou janelas, ou mesmo dentro de casa em um local onde chegue sol em algum momento do dia.

  Gosta de umidade. Mantenha molhada e se puder, borrife água nas folhas quanto não houver mais sol. O sol nas folhas molhadas as prejudica.

  Saiba mais aqui  https://docs.google.com/document/d/1XhaSICaBLtkTbecVdojqZMuCGLL8Vc3gIb2_RBG2rmM/pub. ou aqui  http://bit.ly/bertalha 

 https://docs.google.com/document/d/1XhaSICaBLtkTbecVdojqZMuCGLL8Vc3gIb2_RBG2rmM/edit?usp=docslist_api 

Claudia Calsing crescimento em 6 meses

  Bertalha ou espinafre-indiano também é conhecido por caruru inglês. Essa hortaliça da família Basalácea tem 21 espécies. O nome científico da espécie nutritiva e adaptada ao nosso clima é Basella Alba. Cresce nos países tropicais, sul da Ásia e Sri Lanka. É muito utilizado na cozinha oriental, principalmente na chinesa. Apesar de chamado de espinafre, possui características bem superiores.
 É rico em vitamina A, B6, C, ferro e cálcio (1,2 mg para cada 100 gramas), além de conter uma alta porcentagem de proteínas e fitonutrientes saudáveis. Também contém potássio, magnésio e ácido fólico.

  Pode ser utilizado em uma grande diversidade de receitas, de sopas até frituras.
Além das suas clássicas propriedades, comuns a outros espinafres, você pode aproveitar outros benefícios:
Rejuvenescedor: conter espécies reativas de oxigênio torna o espinafre-indiano um remédio natural para retardar el processo de envelhecimento.

 Laxante: uma planta muito boa para melhorar problemas como a prisão de ventre. Embora nem seja muito poderoso, você deve evitar consumir grandes quantidades para evitar dores e descomposturas.

 Antioxidante: o conteúdo de vitamina C torna-o um excelente antioxidante, ideal para lutar contra os radicais livres e reparar células danificadas. O magnésio e o cobre cumprem uma função similar.

 Cardíaco: o potássio é uma excelente ferramenta natural para melhorar e controlar a frequência cardíaca e a pressão arterial.

  Há várias formas de utilizar esta multifacetada planta:
A pasta das suas folhas pode ser utilizada para tratar abcessos, úlceras e furúnculos; também dores por pancadas e inchaços.

 O seu suco morno é bom para tratar catarro, a dor de garganta e afrouxar a mucosidade.

 As suas flores funcionam como um antídoto, ideal para tratar picadas de vários insetos.

   Como cultivar?

 Cultiva-se em qualquer lugar onde haja sol. Quanto mais sol e água, mais crescerá. Contudo, pode-se tê-la dentro de casa em lugar onde haja bastante luz e sol eventual.

  Para espalhá-la, retire os tubérculos nascidos em meio ao caule e os coloque onde desejar que se desenvolvam.

   Luminosidade flexível:

 Melhor cultivar sob luz solar direta onde crescerá mais rápido. Contudo, tolera sombra parcial com boa luminosidade.

  Colheita
 Com boa luz e umidade, a primeira colheita pode ser feita em dois meses após o plantio. Corte as pontas dos ramos, com aproximadamente 40 cm de comprimento.

  Independente da colheita folhas individuais podem ser colhidas sempre quando necessário.
 A colheita pode ser repetida a cada 20 ou 30 dias. Em regiões de clima quente ou, quando a variedade está adaptada, a bertalha é uma planta perene.

  Por vezes, mesmo na espécie alba, o caule fica avermelhado:

  Florescendo, pode gerar frutos que, embora não tendo quase sabor, são úteis para colorir arroz, suflês, etc.

Receitas com a bertalha:

Salada de bertalha:

Ingredientes:

- Algumas dezenas de folhas e caules de bertalha lavados, escorridos e picadas;

- Repolho roxo picado em tiras;

- 50 a 100 gramas de grãos variados como chia, quinoa real, gergelim preto e farinha de linhaça dourada;

- Tempero verde.

Modo de preparo:

 Misture tudo na travessa agregando um filete de extra virgem azeite de oliva, pimenta a gosto. Experimente não colocar sal! Saboroso e nutritivo, constitui uma refeição completa. Veja foto:

Farofa de bertalha

Ingredientes:

- Algumas dezenas de folhas e caules de bertalha lavados, escorridos e picados;

-  1 cebola média picada em cubos;

- 8 tomates-cereja cortados ao meio;

- 2 colheres de sopa de azeite;

- Alho picado;

- Cebolinha;

- Farinha de milho de beiju em flocos.

Modo de preparo:

   Refogar a cebola na gordura de coco ou banha de porco até dourar.

   Adicione a bertalha e a cebolinha e tempere com sal e pimenta a gosto. Refoge e, quando a bertalha cozinhar, acrescentar a farinha de milho aos poucos, até adquirir o ponto desejado;

   Desligue o fogo, adicione os tomates e misture.

  A receita pode ser variada usando outra farinha, como a de mandioca. Também podem ser agregados, ao refogar a cebola, ingredientes como bacon picado.

Refogado com bertalha:

Ingredientes:

- Algumas dezenas de folhas e caules de bertalha lavados, escorridos e picados;

- 2 dentes de alho picados;

- 1 cebola pequena picada;

- Gordura de coco ou banha de porco;

- Cebolinha e Salsa.

Modo de preparo:

 Refogar a cebola na gordura de coco ou banha de porco até dourar, acrescentando o alho;

  Adicione as cebolinha e salsinha, tempere com sal e pimenta a gosto, e misture bem;

   Acrescente a bertalha e uma colher de sopa de água;

  Coloque um filete de azeite de oliva e tampe a panela. Se for panela de ferro, pode desligar e deixar tampada por alguns minutos para a bertalha cozinhar. Se for uma panela comum que esfria rápido, mantenha o fogo baixo por 2 minutos.

   Esse refogado serve de base para inúmeros pratos, como risotos ou suflês.

 Advertências

 A Bertalha contém ácido oxálico que, em grandes quantidades, está associado à formação de pedras nos rins. Assim, deve-se evitar consumir grandes quantidades, isto é, mais de 500 gramas diárias. Contudo, veja bem, trata-se de uma advertência para situações extremas. Comer, todo dia, meio Kg em folhas de bertalha é um volume considerável. Não se consome tal quantidade, especialmente todo o dia, em condições normais e havendo a presença de outros alimentos.

  Também se alerta gestantes em início de gestação a não comer muita bertalha pois, como é alto o teor de vitamina A, isso pode causar problemas ao feto no início da gravidez.

   Caixa com 24 mudas de bertalha pronta para ser distribuída na Casa de João Pedro. 

 Solicite mudas de bertalha ao Professor Padilla pelo whatsapp 51-98520-7954

 Estudo sobre pães de bertalha e ora-pro-nobis*, outra folha comestível: https://www.dropbox.com/s/bzb2qd3s1v0pjdj/Bertalha%20em%20paes%20Anredera%20e%20Pereskia.pdf?dl=0

 UTILIZAÇÃO DE BERTALHA (ANREDERACORDIFOLIA (TEN.) Steenis) E ORA-PRO-NOBIS (PERESKIAACULEATA MILL.) NA ELABORAÇÃO DE PÃES   ISSN 0103-4235ISSN 2179-4448 on line Alim. Nutr.= Braz. J. Food Nutr., Araraquarav. 24, n. 3, p. xx-xx, jul./set. 2013

  Camila Seffrin MARTINEVSKI, Viviani Ruffo de OLIVEIRA, Alessandro de Oliveira RIOS, Simone Hickmann FLORES, Janaína Guimarães VENZKE; Curso de Nutrição, Faculdade de Medicina FAMED Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS Centro de Estudos em Alimentação e Nutrição CESAN 90035-003 Porto Alegre; Departamento de Medicina Interna FAMED UFRGS CESAN; Departamento de Ciência dos Alimentos, Instituto de Ciência dos Alimentos ICTA UFRGS ; Departamento de Medicina Social FAMED UFRGS CESAN  <janaina.venzke@ufrgs.br>

* Ora-pro-nobis (nome científico Pereskia aculeata) do latim "rogai por nós", é uma cactácea, um cacto trepadeira com folhas. Tem espinhos e pode ser usada em cercas-vivas, se desenvolvendo bem tanto à sombra como ao sol.:  reino Plantae, divisão Magnoliophyta, classe Magnoliopsida, ordem Caryophyllales, família Cactaceae, género Pereskia, espécie P. aculeata, nome binomial Pereskia aculeata,

  Originária do continente americano, encontram-se variedades nativas dessa hortaliça perene, rústica e resistente à seca na Flórida, nos Estados Unidos e na região sudeste do Brasil.
 O nome teria sido criado por pessoas colhendo a planta no quintal de um padre, enquanto ele rezava em latim:
Ora pro nobis. Sendo conhecido também como lobrobô ou lobrobó.
 O nome científico é uma homenagem ao cientista francês Nicolas-Claude Fabri de Peiresc, e o termo aculeata vem do latim e significa espinho, agulha.
Acredita-se o cultivo em larga escala do ora-pro-nóbis e bertalha representam uma revolução nos recursos alimentícios da humanidade devido a seu fácil cultivo em qualquer residência, grande produção e alto valor nutricional.

Bertalha cultivada por Maureen Braz com nossas mudas

     Alimentação funcional e saúde nutricional!  Saiba o que os controladores globalistas escondem para nos impedir de ter SAÚDE e capacidade cognitiva plenas aqui: https://docs.google.com/document/d/1zFbv4sF832iw6GzV26LX9n6rRfoqz9o-1f1bOp0MmeM/pub 

 

Como nos libertarmos disso?

A nossa percepção do mundo é muito diferente da realidade.

Somos manipulados através de paradoxos e falsas crenças.

A boa notícia: podemos despertar das falsas crenças,

romper o holograma,      libertarmo-nos construindo

1MMM,     um Mundo Muito Melhor!

Para começar a acordar e a vencer, assista ao filme

Quem Somos Nós?

Um dos trechos mais importantes é este: https://youtu.be/lafj4SqVrqM?t=8m32s 

Assista ao filme completo aqui: https://youtu.be/lafj4SqVrqM

http://www.padilla.adv.br/evoluir/quemsomosnos/

  Para entender onde estamos, em meio a uma dissimulada 5GW, Guerra de  5º Geração, descubra neste resumo: http://bit.ly/5guerra 

Descubra o que não querem que saibas: na Rede de Conscientização: 

http://bit.ly/conscientizar

https://drive.google.com/folderview?id=0B2CNDxRTI8HAcVl3cFc0M09hZ3M&amp;usp=sharing

Como a HEM, a hipnose em massa: http://bit.ly/hipnose-massa 

Desejamos levar mudas de Bertalha.

Trata-se de uma planta comestível e decorativa, vinda da Índia, altamente adaptada ao nosso clima pelo nosso Grupo Transdisciplinar.

Para tanto, desejamos saber quantas pessoas trabalham com você, a fim de podermos dispor da quantidade suficiente para todos.

Para saber mais sobre essa planta incrível, acesse aqui:  

https://padilla-luiz.blogspot.com/2018/06/padilla-luiz.blogspot.com.bertalha.html 

Fraterno Abraço

Professor PADilla

Criador da disciplina DIR2007, ​Direito ​Desportivo, desenvolvida com abordagem transdisciplinar: http://bit.ly/Ufrgs

Diretor de Arbitragem do Karate Olímpico no RS rumo a Tokio 2020

  Deixá-las-ei, ai, com a mesma quantidade de "colinhas", isto é, um resumo de dicas sobre a planta, o endereço da web onde obter todas informações (e receitas!) e meu contato de whatsaap +55-51-98520-7954 caso queiram mais mudas ou sanar eventuais dúvidas. Abraços

https://www.facebook.com/ProfessorPadilla/

https://www.instagram.com/padilla.luiz/