Qual o valor dos seus resultados com o desenvolvimento em normas sociais?

Gregorio Bittar Ivanoff

27/04/2015 - 10/05/2015

Resumo:

Certifique seus resultados em um jogo sério sobre o desenvolvimento em normas sociais. A certificação favorece a composição de uma imagem global sobre produção e resgates de capital social! Queremos identificar também que mudança e contribuição de escolas sobre resultados com o desenvolvimento em normas sociais?

Adotamos a hashtag (#) para conduzir o jogo nas redes sociais. As redes sociais inicialmente sujeitas a monitoramento e os resultados do jogo estão indicadas na página capital social em resultados.

Orientações para Inscrição e Participação na Atividade:

O tabuleiro, o desempenho dos participantes e dos grupos, as informações e as regras do jogo estão disponíveis na página resultados em normas sociais.

confronto! é um jogo sério de desenvolvimento de métodos estruturantes [ou de estruturação]. Em sua primeira edição (JOVAED 2011 Confronto! Junho de 2011, entre 11 e 21) concretizou, por 11 dias, uma escola de jogos e aprendizagem. Trata-se de um jogo aberto, simples, sério, social e educacional. No jogo, quatro casas (grupos) competem e colaboram entre si. A participação é aberta a todos os interessados.

A edição do ano de 2015 é uma competição pelas 5 melhores publicações abertas sobre capital social em resultados, com hashtags (#) de perfis de educação indicados.

O jogo se desenvolverá até a data de fechamento (a previsão inicial de data de fechamento em 7 mai. 2015 foi mantida; em 9 mai. 2015 foi obtida autorização da coordenação do evento para ampliar o período de avaliação e codificação de resultados por mais alguns dias; espera-se que toda a atividade esteja concluída e que os resultados sejam anunciados até 13 mai. 2015).

Para os participantes que se inscrevem no evento existe a previsão de emissão de certificados. Para os participantes que se comunicam formalmente com os coordenadores da atividade ou com Gregorio Bittar Ivanoff, responsável pela atividade, existe a possibilidade de emissão de um certificado específico de participação na atividade. As 5 melhores participações podem receber uma expressão de avaliação formal em conjunto com o certificado específico de participação na atividade.

Contato para Dúvidas sobre esta Atividade:

Gregorio Bittar Ivanoff - greg@ilanet.com.br

Resultados com o desenvolvimento de normas sociais:

Encerramento, codificação de resultados e avaliação: Conforme previsão inicial, o jogo foi encerrado no dia 7 mai. 2015. A codificação de resultados e a avaliação estão em andamento, com previsão de encerramento entre 13 e 15 mai. 2015.

Metáfora de jogos em aprendizagem: Esta foi a segunda vez que o jogo confronto! foi aplicado na Jovaed. Houve uma evolução muito grande nas regras entre a edição de 2011 e a edição de 2015. A experiência adquirida sobre o pensar em jogos quando se promove a aprendizagem, adotado como visão do conhecimento em 2011, sustenta a concepção da visão do conhecimento de 2015, envolvendo o valor de resultados com o desenvolvimento em normas sociais. 

Jogos sérios de interesse público: Os comentários recebidos durante a condução do jogo / atividade permitiram identificar um concurso publicado pelo Ministério das Comunicações do Brasil em 2014, para premiar projetos de aplicativos e de jogos de interesse público, na mesma linha do jogo conduzido nesta atividade. Alunos do Centro Universitário UniEvangélica concorreram, na época, com o projeto intitulado Jogo 1.500 que se passa na época do desbravamento do Brasil pelos bandeirantes, onde o jogador através de muita ação e aventura conhecerá a fauna e a flora brasileira, mesclando interatividade e educação. O jogo apresentado no projeto dos alunos da UniEvangélica foi adaptado de jogos convencionais, e estava adequado tanto para aplicativos mobile, quanto para navegadores web.

Perfil em educação: O objetivo direto proposto para o jogo foi a publicação de uma opinião respondendo a pergunta: Qual o valor de seus resultados com o desenvolvimento em normas sociais? As publicações consideradas para avaliação deveriam indicar 4 hashtags: a hashtag do evento (#jovaed2015), a hashtag do jogo (#confronto), a hashtag de um dos grupos (Vermelho, Amarelo, Verde ou Azul), e, finalmente, a hashtag de um perfil em educação. Antes do início do jogo, pensou-se que perfis ligados a jogos, a profissões ou a atividades de educação fossem emergir como os perfis preferidos. O jogo mostrou que os perfis podem seguir interesses ainda mais específicos. Este assunto seguirá merecendo atenção nas próximas edições.

Desenvolvimento em normas sociais: A edição do jogo confronto! na Jovaed 2015 pode demonstrar o valor do conhecimento sobre a relação entre capital social e normas sociais. Uma das áreas promissoras para o desenvolvimento de novas explorações é a que busca analisar a influência do desenvolvimento em normas sociais sobre o capital social. Algumas das descobertas desta edição do jogo estão indicadas neste balanço de resultados.

Valor em normas sociais: A concepção desta edição do jogo levou em conta, principalmente, o interesse pelo desenvolvimento do conhecimento sobre a dinâmica de normas sociais. Nesta direção estavam envolvidas questões de valor e de capital social. Durante o jogo, foi necessário agir intencionalmente para concretizar o valor em normas sociais. Assumiu-se que o capital social existe quando pode ser efetivamente resgatado. Considerou-se que o capital social pode ser percebido mas pode não existir. Há casos em que o capital social pode ser percebido mas não existe ou está diminuído. Nesses casos, o capital social não pode ser resgatado ou não pode ser resgatado completamente. Normas sociais foram consideradas como formas de capital social. Normas sociais são únicas e são criadas nas interações sociais diferenciais e em relacionamentos da vida real. Considerando questões de confiança ou credibilidade, por exemplo, as formas de capital social podem ser aumentadas ou diminuídas. O capital social é um recurso assim como as outras formas de capital são recursos. O comportamento tóxico de jogadores brasileiros em games de multijogadores poderia estar associado a formas de capital social diminuídas. A questão crítica da participação de brasileiros em games de multijogadores seria o esforço necessário para superar barreiras de língua. A verificação desta hipótese é um dos desafios para novas edições do jogo. Algumas soluções sobre o desafio de encontrar valores na dinâmica de normas sociais foram identificadas nesta edição do jogo. Um dos casos interessantes envolveu a proposta de libertação de livros, considerando fenômenos observados tanto em nível local como em nível global (Nível global - Caso BookCrossing: Aracy Machado de Campos / As minhas leituras e as dos outros; Nível local - Caso Floripa Letrada). Na mesma linha da libertação de livros estão as iniciativas envolvendo a libertação de ideias. O fenômeno da inovação aberta segue esta linha. Um outro caso interessante envolve o desenvolvimento do conhecimento sobre negociação, com o interesse, por exemplo, de lidar com conflitos emergentes antes que se tornem problemas sérios. Um último caso envolveu o compartilhamento de infraestrutura virtual para publicação e desenvolvimento do tema central do jogo: a latente relação entre capital social e o desenvolvimento em normas sociais (Luis Fernando Silva / Pensamento em maturidade).

Anúncio e comunicação do jogo: O jogo foi comunicado nesta página oficial do evento, no site Ilanet, nos grupos Modelos em negócios e Gestão de projetos no LinkedIn, na página oficial do Twitter do responsável pela atividade, e, em vários murais no Facebook.

Publicação em mural social de outra pessoa: O debate sobre a publicação de jogadas em murais do Facebook pertencentes a outras pessoas [que não o autor da publicação / jogada] foi realizado durante o jogo / atividade. Demonstrou-se: a importância de estudar o perfil da pessoa proprietária do mural onde seria realizada a publicação / jogada; a importância da comunicação com o proprietário do mural; e, a importância da comunicação social na publicação / jogada esclarecendo os objetivos e resultados da ação.

Atuação de coordenadores e incentivadores: Para que o jogo estivesse disponível em todos os ambientes, contou-se com o apoio e as avaliações de coordenadores voluntários e com incentivadores que não participam diretamente do jogo. Incentivadores e coordenadores voluntários começaram a trabalhar já no início de fev. 2015, muito antes que o jogo fosse anunciado na grade do evento. O jogo impôs a restrição de não identificação de entidades ou instituições a todos os envolvidos sem distinção. As jogadas / publicações do jogo foram livres e puderam ser realizadas em qualquer instância. Os participantes puderam validar suas jogadas para avaliação com a coordenação. Os coordenadores puderam se organizar e apoiar um ou mais dos quatro grupos sugeridos para os participantes.

Apoio à auto-coordenação: Para que o jogo / atividade estivesse disponível continuamente durante todo o período da jornada Jovaed contamos com a operação da infraestrutura virtual Ilanet. As regras do jogo (organização, coordenação etc.) foram debatidas e acordadas entre os coordenadores e incentivadores. Em Ilanet estão disponíveis: regras específicas do jogo criadas e aplicadas para a versão atual; regras aplicadas em todas as versões anteriores do jogo; informações adicionais sobre o modelo de coordenação do jogo.

Produção ética: A relação entre capital social e nomas sociais, adotada na visão do conhecimento do jogo, favoreceu a reflexão sobre ética. Não foi objetivo da edição debater: ações eticistas, a educação em ética, ou, a formação de agentes éticos. O desenvolvimento de valores para a agência ética, como por exemplo, empregabilidade, autodeterminação, sanidade e confiabilidade, pôde ser eventualmente produzido durante o jogo / atividade. Não existiu, no jogo / atividade, qualquer restrição à adoção do perfil de eticista. Durante as atividades de concepção e revisão de resultados do jogo, o perfil de eticista foi identificado como alguém que: faz contribuições sobre ética; é conhecido por um trabalho ético; é identificado como sinônimo de debates éticos; é reconhecido pela elaboração de uma teoria ética. Os eticistas também puderam ser identificados como autores, mediadores, políticos, futuristas ou cientistas.

Trabalho em grupo: Os participantes da atividade puderam se organizar e trabalhar em um ou mais dos quatro grupos propostos para a atividade. Não foram identificadas mudanças entre grupos. Os participantes que se identificaram trabalharam nos grupos azul e verde, de atitude positivista para os outros, e, quando pensando em si próprios, respectivamente, de preferência por conquista de vitórias fáceis e de superação de probabilidades impossíveis. Não foram identificados participantes formais nos grupos vermelho e amarelo, de atitude crítica.  


Inscreva-se gratuitamente na Jovaed para receber seu Certificado.