REGULAMENTO DO 1º PRÊMIO A NOVA CARA DO SERTÃO

 a-nova-cara-do-sertão4.jpg 

01.  Da Apresentação:

1.1.  O Prêmio A Nova Cara do Sertão tem por objetivo incentivar, valorizar e reconhecer jovens empreendedores rurais do Território do Médio Curu (Pentecoste, Apuiarés, General Sampaio e Tejuçuoça), apoiar empreendimentos inovadores e de impacto local, e divulgar, através da premiação, jovens empreendedores rurais e empreendimentos que se destacam;

1.2. O Prêmio A Nova Cara do Sertão é instituído e organizado pela Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel), Organização Não Governamental com sede na Rua Francisco Nunes, 318, Acampamento, CEP: 62630-000 em Pentecoste – Ceará, inscrita no CNPJ sob o nº 09.347.574/0001-05, doravante denominada Organizadora.

1.3.  O Prêmio A Nova Cara do Sertão, é voltado exclusivamente para pessoas físicas, jovens empreendedores rurais, que possuem ou liderem empreendimentos individuais ou em grupos, formalizados ou não, que participam da Rede Jovem Empreendedor Rural da Organizadora, elegíveis na forma deste regulamento, e a inscrição se dá através do preenchimento da ficha de inscrição na sede da organização à Rua Francisco Nunes, 318, Acampamento, Pentecoste – Ceará.

1.4.   O período de inscrição no prêmio terá início no dia 07 de abril de 2014 e, término no dia 30 de abril de 2014, podendo ser prorrogado pela Organizadora sem aviso prévio, mediante informação no próprio blog: http://anovacaradosertao.blogspot.com.br

02. Dos objetivos do Prêmio:

2.1 Reconhecer e dar visibilidade a jovens empreendedores rurais, que superaram os desafios e criaram soluções criativas para desenvolver seus projetos e negócios;

2.2 Evidenciar exemplos de sucesso que possam inspirar e estimular os jovens rurais do Ceará e do Brasil;

2.3 Demonstrar a viabilidade social e econômica do desenvolvimento sustentável no semiárido cearense através do protagonismo e empreendedorismo dos jovens.

2.4 Apoiar financeiramente os 03 (três) jovens empreendedores rurais considerados vencedores segundo os critérios de avaliação do Prêmio A Nova Cara do Sertão - formalizados neste regulamento. Os vencedores deverão investir o recurso em melhorias na formação, produtividade e comercialização de seus produtos e serviços, ampliando a capacidade gerencial, produtividade, qualidade e comercialização de seus empreendimentos.

03. Das inscrições:

3.1. Elegibilidade:

3.1.1. Para fins deste regulamento, considera-se elegível a inscrição como “jovem empreendedor rural” a pessoa física, de 16 a 32 anos, que é proprietária ou líder de um pequeno empreendimento, formalizados ou não, no Território do Médio Curu, no Estado do Ceará, e que:

         i.        Participou ou participa da Rede Jovem Empreendedor Rural da Organizadora;

     ii.  Contribui, com o seu empreendimento, para o desenvolvimento local de sua comunidade;

Nos casos de inscrições de grupos produtivos que tenham natureza coletiva, será considerada somente a primeira inscrição efetivada nos termos do presente Regulamento, presumindo-se que o jovem empreendedor rural inscrito foi indicado pela coletividade do empreendimento, cancelando-se todas as demais inscrições posteriores à primeira. A avaliação de duplicidade será efetuada pela organizadora com base nas informações contidas nas inscrições.

3.1.2. Não são elegíveis ao Prêmio, mesmo que preencham os requisitos do item anterior:

         i.        Menores de 16 anos;

 ii.      Pessoas físicas ligadas a partidos políticos ou atividades político-partidárias;

iii.  Jovens empreendedores rurais cuja atividade empreendedora não cumpra com os requisitos de responsabilidade socioambiental, a saber: (1) que utilizem mão de obra forçada; (2) que utilizem mão de obra infantil; (3) que violem os direitos humanos; (4) que adotem práticas reconhecidamente agressivas ao meio ambiente e; (5) que estejam em desacordo com a legislação vigente de regulamentação de suas atividades, seja municipal, estadual ou federal;

iv.  Pessoas físicas ligadas formalmente a qualquer órgão público de governo, das esferas municipais, estadual ou federal;

v.  Jovens empreendedores rurais que sejam associados, sócios, funcionários, estagiários ou voluntários da organizadora do Prêmio.

3.2 As inscrições para o Prêmio A Nova Cara do Sertão começam dia 07 de abril de 2014 e se encerram no dia 30 de abril de 2014 e se darão pelo envio da ficha de inscrição para o e-mail anovacaradosertao@adel.org.br ou entregues impresso na sede da organização à Rua Francisco Nunes, 318, Acampamento, Pentecoste.

3.3. As inscrições são gratuitas;

3.4. A inscrição vale, para todo e qualquer efeito, como forma expressa de aceitação pelo jovem empreendedor rural de todas as condições, normas e exigências constantes nesse regulamento, sobre o qual não poderá ser alegado desconhecimento;

3.5. As fichas de inscrição recebidas dentro ou fora do prazo não serão devolvidas e poderão ser destruídas ao exclusivo critério dos organizadores;

3.6. Só serão aceitas as inscrições elaboradas de acordo com as especificações deste regulamento, relacionadas no item 4 – Requisitos e Critérios de avaliação;

3.7. Os jovens empreendedores rurais selecionados no Prêmio como finalistas serão avisados individualmente através de e-mail e telefone pela Organizadora e também através de divulgação do resultado no site no dia 12 de maio de 2014;

3.8. A ficha de inscrição do Prêmio deverá ser integralmente preenchida nos campos não opcionais, sob pena de nulidade da inscrição;

3.9. Todas as informações preenchidas na ficha de inscrição (respostas, justificativas, entre outras) deverão ser apresentadas de forma clara, completa, concisa e objetiva, pois se destinam a possibilitar ao Comitê Avaliador conhecer e compreender o trabalho desenvolvido pelo jovem empreendedor rural, sendo responsabilidade do inscrito a veracidade dos dados informados;

3.10. A inscrição é única por empreendimento: no caso de ser um grupo produtivo ou uma associação de produtores liderada por um jovem empreendedor, deverá ser realizada por algum dos representantes legais do empreendimento;

3.11. Em caso de descumprimento de qualquer uma das disposições deste regulamento relativas a prazo, conteúdo, pertinência e veracidade das informações, ou qualquer outra disposição, a pessoa física estará sujeita a ser desclassificado do Prêmio, a qualquer momento, mesmo após ter sido selecionado, oportunidade em que deixa de fazer jus à continuidade no processo de seleção;

3.12. Na hipótese do item anterior, os candidatos serão informados da desclassificação por email e telefone pela Organizadora, com os motivos que justificam a desclassificação;

3.13. Caso os motivos de desclassificação sejam detectados após o empreendedor ser declarado como um dos vencedores do concurso, ou ainda no caso de o valor recebido não ser aplicado em exata conformidade ao Relato de Utilização (relacionado no item 4.6), o empreendedor também será desclassificado e deverá efetuar a devolução dos valores eventualmente repassados a ele, cabendo exclusivamente à Organizadora decidir como o montante devolvido será utilizado.

04. Dos requisitos e critérios de avaliação

4.1. As informações prestadas na Ficha de Inscrição devem, obrigatoriamente, contemplar todos os critérios definidos a seguir, informações que servirão de insumo para a avaliação do jovem empreendedor rural pelo Comitê Avaliador;

4.2. Critérios de seleção do Prêmio A Nova Cara do Sertão:

4.2.1. Dos critérios de avaliação:

   i.    Criatividade – capacidade do jovem empreendedor de utilizar os saberes, conhecimentos e recursos disponíveis para criar e desenvolver modelos interessantes de negócios e soluções inovadoras para aprimorar seu empreendimento.

 ii. Mobilização – capacidade do jovem empreendedor de mobilizar e envolver suas comunidades, assim como outros jovens e parceiros para começar e desenvolver seu empreendimento.

iii.   Aprendizado – capacidade do jovem empreendedor identificar e acessar o conjunto de saberes tradicionais e conhecimentos técnicos e tecnológicos necessário e de aprender com seus próprios acertos e erros para iniciar e desenvolver seu empreendimento.

iv. Resiliência – capacidade do jovem empreendedor de identificar oportunidades e aproveitar suas potencialidades para contornar os desafios de seu contexto e suas próprias limitações para começar e desenvolver seu empreendimento.

v.  Articulação com o desenvolvimento local – capacidade do jovem empreendedor de entender o contexto de sua atuação e de relacionar o seu modelo de negócios a oportunidades e ações para promover o desenvolvimento local e para lidar com impactos positivos e negativos: sociais, ambientais, econômicos e culturais.

vi.          Visão de futuro – capacidade do jovem empreendedor de planejar e implantar estratégias para o desenvolvimento de seu empreendimento com base em objetivos de médio e longo prazos.

vii.  Sustentabilidade – capacidade do jovem empreendedor de planejar e desenvolver seu negócio considerando sua viabilidade econômica, técnica, ambiental e operacional.

4.3. Todos os inscritos serão avaliadas por pelo menos 2 (dois) avaliadores;

4.3. A classificação das inscrições se dará pela média aritmética das notas, de acordo com os critérios avaliados;

4.4. As informações cedidas pelo jovem na ficha de inscrição devem ser escritas de forma precisa, não podendo faltar dados para a avaliação do jovem empreendedor e do empreendimento liderado por ele, de acordo com os critérios previstos nesse regulamento;

4.5. Opcionalmente, pode-se enviar para o e-mail (anovacaradosertao@adel.org.br) vídeos, materiais explicativos e fotos do empreendimento;

4.6. O formulário de utilização do valor do recurso concedido às vencedoras deve ser descrito de forma clara e precisa quando for solicitado para os finalistas e deverá conter, no mínimo:

(i)    Descrição e cronograma das etapas de aplicação dos recursos financeiros;

(ii)   Descrição das atividades do empreendimento que serão realizadas durante o período de aplicação dos recursos recebidos; e

(iii) Descrição dos resultados esperados decorrentes do uso dos recursos recebidos.

4.7. Em caso de empate, as inscrições serão avaliadas novamente por todos os avaliadores;

4.8. O Comitê Avaliador será composto por membros escolhidos a exclusivo critério da Organizadora, dentre eles: representantes da Organizadora, profissionais parceiros da Organizadora e especialistas em negócios e empreendedorismo;

4.9. Os vencedores serão conhecidos no evento de premiação do Prêmio no dia 29 de Maio de 2014 em Fortaleza-Ceará.

4.10. O resultado final, com o nome dos 03 (três) vencedores também será divulgado através do blog: http://anovacaradosertao.blogspot.com.br a partir do dia 30 de maio de 2014;

4.11. Será realizada uma visita presencial da equipe da Adel em cada empreendimento selecionado como vencedor, nos meses de Junho e Julho de 2014, para monitorar a aplicação do recurso financeiro em seus negócios.

05. Da premiação aos vencedores:

5.1. Os vencedores do Prêmio A Nova Cara do Sertão serão conhecidos no dia 29 de Maio de 2014, durante evento social, e no dia 30 de Maio de 2014 será divulgada publicamente a lista dos vencedores através do blog: http://anovacaradosertao.blogspot.com.br

5.2. A premiação acontecerá em Fortaleza (capital do Ceará), em local e horário a ser definido pela Organizadora;

5.3. Os três vencedores do Prêmio A Nova Cara do Sertão receberão:

1º Lugar: 01 placa confeccionada especialmente para a ocasião com a identificação da respectiva colocação; 01 Certificado especificando tal reconhecimento; Apoio no valor de R$ 2.500,00 para o desenvolvimento do negócio; 01 Notebook; Treinamento ("coaching") individualizado de 16 horas sobre gestão financeira, operacional e/ou estratégica, presencial ou à distância, no segundo semestre de 2014; e Oito horas de tutoria ("mentoring") em aceleração de comunicação estratégica e marketing.

2º Lugar: 01 placa confeccionada especialmente para a ocasião com a identificação da respectiva colocação; 01 Certificado especificando tal reconhecimento; Apoio no valor de R$ 1.500,00 para o desenvolvimento do negócio, 01 Notebook e treinamento ("coaching") individualizado de 08 horas sobre gestão estratégica, presencial ou à distância, no segundo semestre de 2014.

3º Lugar: 01 placa confeccionada especialmente para a ocasião com a identificação da respectiva colocação; 01 Certificado especificando tal reconhecimento; apoio no valor de R$ 1.000,00 para o desenvolvimento do negócio e treinamento ("coaching") individualizado de 08 horas sobre gestão estratégica, presencial ou à distância, no segundo semestre de 2014

5.4. A utilização do recurso cedido aos três vencedores deverá seguir o combinado na “ficha de utilização do recurso” apresentado pelo empreendedor para a Adel.

06. Da propriedade Intelectual

6.1. Os participantes do Prêmio A Nova Cara do Sertão concedem à Organizadora, em caráter não exclusivo, gratuito, irrevogável e irretratável, autorização para utilizar a sua voz, a sua imagem, os seus dados pessoais e demais direitos de personalidade, bem como tais direitos relativos aos empreendimentos para uso em todos os materiais e atividades que tenham por finalidade divulgar o Prêmio A Nova Cara do Sertão bem como seus resultados, mediante qualquer meio de publicação;

6.2. A organizadora reserva-se o direito de não usar a imagem dos participantes que não forem vencedores do Prêmio, a seu exclusivo critério.

07. Disposições Gerais e Finais

7.1. O descumprimento, pelo inscrito, das disposições deste Regulamento, das instruções fornecidas durante o Prêmio A Nova Cara do Sertão ou, ainda, a constatação de eventual incompatibilidade entre a inscrição do jovem empreendedor e a legislação em vigor, implicará na nulidade da inscrição e consequente desclassificação da empreendedora;

7.2. A organizadora poderá divulgar, por si ou por terceiros, o Prêmio A Nova Cara do Sertão, assim como seus resultados, durante e após a sua divulgação em todas as mídias e meios físicos, eletrônicos ou outra forma de divulgação que lhe aprouver;

7.3. Ressalvada a obrigação de indicação da autoria, a inscrição do jovem empreendedor implica a autorização para publicação dos projetos inscritos, com ou sem associação das imagens dos vencedores à imagem da Organizadora;

7.4. Para difundir o empreendedorismo no Brasil, os jovens empreendedores rurais inscritos autorizam a Organizadora a promover a divulgação de seu nome, voz e imagem pessoal ou do empreendimento;

7.5. As situações não previstas neste regulamento serão analisadas e decididas soberanamente pela Organizadora;

7.6. As decisões do Comitê de Avaliação e do Júri Final serão soberanas, vedada a interposição de recursos;

7.7. O Prêmio poderá ser modificado, suspenso ou cancelado pela Organizadora por razões justificadas, sem necessidade de prévio aviso, bastando para isso à comunicação pelos mesmos meios de divulgação de seu regulamento. Tal situação não gerará responsabilidade para a Organizadora, tampouco qualquer direito às participantes;

7.8. Todos os direitos do Prêmio A Nova Cara do Sertão estão reservados à Adel, organizadora do concurso cultural;

7.9. A comunicação com a organização do Prêmio A Nova Cara do Sertão, se dará através do seguinte e-mail anovacaradosertao@adel.org.br e telefone (85) 9199-8416.

08. Calendário do Prêmio A Nova Cara do Sertão

Período de inscrição

07/04/2014 à 30/04/2014

Divulgação dos finalistas

12/05/2014

Evento de premiação em Fortaleza

29/05/2014 (18h às 21h)

Divulgação dos vencedores através do site

30/05/2014

Visitas de monitoramento nos três empreendimentos vencedores que receberão o recurso financeiro

Junho e Julho de 2014

 

 

Pentecoste, 07 de abril de 2014.