Professor Padilla é pesquisador transdisciplinar. Realizou centenas de trabalhos em prol do desenvolvimento humano: https://vimeo.com/223571654 

 "Precisamos de muitos anos para aprender a ser jovens" Pablo Picasso

http://bit.ly/PADilla  

 Professor Padilla é pesquisador transdisciplinar com centenas de trabalhos em prol do desenvolvimento humano - confira, por exemplo: http://bit.ly/saude-cuidados  - reconhecido como Embaixador da Paz, Lifetime Achievement Awards of  Outstanding Service, Comendador, etc. por entidades internacionais, como a Boduryu Netherland, e nacionais, como a Associação dos Boinas Azuis. Idealizou a Rede de Conscientização difundindo informações de qualidade para vencermos a espiral do silêncio http://bit.ly/espiral-silencio 

20160409 Embaixador da Paz com Katia Marcone.jpg

Para dispor de informações de qualidade em primeira mão, sugerimos seguir a nossa página https://www.facebook.com/ProfessorPadilla/

Aliás, o que achas de convidar os teus contatos?

Assim, estarás ajudando-os a terem acesso à uma boa dose de realidade.

Verdade acima de tudo!

Faz sentido?

Abraços

Professor Padilla

PS: Sou um os precursores da onda de conscientização e reencontro da ciência e espiritualidade, combato a superficialidade globalista desde os anos oitenta.

Desde 1992, alertei FHC mentir, sobre o fim da inflação, a revisão constitucional ser uma farsa, etc.

Desde 1995, impedi o controle da produção de alimentos pelas multinacionais, alertei sobre o desmanche do sistema judicial e do ensino superior.

Sofri represálias desumanas dos controladores e seus departamentos especializados em assassinar reputações.

Ainda assim, criei o Rotary Moinhos de Vento, ajudei a construir entidades assistenciais como a Kinder, defendi a liberdade profissional dos instrutores de lutas, yoga, dança e Artes Marciais http://bit.ly/cref-5gw

Ativista, Professor, Instrutor, Terapeuta, Mestre, um resumo de suas atividades pode ser acessado em http://bit.ly/PADilla

Sempre lutei contra a corrupção e a idiotização promovidas pelo falso-humanismo globalista. Juntos seremos mais fortes. Sou pré-candidato a Deputado para limpar a política precisamos entrar nela! Junte-se a nós! http://bit.ly/pad-face

Abraços

Professor Padilla

Conscientização - Direitos humanos para humanos direitos - Meritocracia

 

 Ativista social, fundador e 1º presidente (reeleito para a 2ª gestão) do Rotary Clube Moinhos de Vento, auxiliou a construir a sede própria da Kinder para atender crianças e adolescentes como multi-deficiência, física e mental, médium espírita na Casa de João Pedro desde o ano 2000;
  Árbitro, desde 1990, do karate, no qual é instrutor 6th dan, auxiliou a evoluir as regras e o transformar no mais novo esporte olímpico  com intensas modificações no desenvolvimento humano
http://bit.ly/karate-olimpico 

   No final dos anos noventa, o professor Padilla foi um dos que mais lutou contra a tentativa globalista de sufocar o desenvolvimento das artes marciais atrelando-as ao CREF. https://padilla-luiz.blogspot.com/2017/10/cref.html 

    Professor Padilla já lutava contra o Globalismo, embora nem soubesse da existência desses controladores manipulando a sociedade e impedindo o bem estar e progresso de alcançarem a todos. Combateu-os ao agir conforme o senso de justiça.

  Lutou contra a extorsão das multinacionais de medicamentos (1997); impediu os controladores dos transgênicos de assumir o controle da produção de alimentos (1995-9), estava na lista negra dos globalistas desde 1993 quando denunciou a farsa, anunciada por FHC. o qual alegava que iria “acabar com a inflação”: http://padilla-luiz.blogspot.com.br/1994/06/porque-existe-inflacao.html 

  Mesmo sofrendo a desumana perseguição globalista, o assédio moral, o bullying e o assassinato de reputação, o Professor Padilla encampou a luta das Artes Marciais e, vencendo a divisão entre as modalidades, aglutinou-as e desenvolveu e editou a fundamentação através da qual as Federações Esportivas de Artes Marciais, Esportes de Luta, Yoga e Dança do RS desencadearam a atuação do MPF/RS originando o ajuizamento da ação civil pública derrubando a exigência ilegal: http://www.padilla.adv.br/cref/absurdo 

   
  Mestre por Salamanca, desde 1992 é professor da Ufrgs, a melhor Universidade do Brasil na avaliação do MEC.
 Único estudante admitido membro, em 1981, da ADR,
Ação Democrática Renovadora, criada pelo psicólogo e político Clóvis Stenzel, pelo General Mena Barreto e outros líderes, empresários e produtores rurais gaúchos cuja finalidade exclusiva era defender a Pátria e a liberdade.

  Fundador do movimento Cruzada pela Liberdade, criado na residência do professor Padilla dia 13/11/2014 em reunião por ele convocada com a ideia de criar um meta grupo unificando e fortalecendo o movimento patriota o qual se encontrava dividido e fragilizado. O Cruzada pela Liberdade terminou apropriado por Daniel Barbosa o qual usou a ideia do Professor Padilla para dividir ainda mais o movimento e retirar recursos de patriotas mediante exibicionismo e dramáticos apelos emocionais como quando, no CMS, postou foto em um simulacro de continência com os pés afastados e joelhos arqueados, algo que patriota algum faria https://docs.google.com/document/d/1MLoLsv3TAHauzTQbZVpUwfATXL6q35TdMHkA1llEJN0/pub 
 Fundador do meta grupo A.C.O.R.D.E., em 20/6/2015, posteriormente explodido por Marcelo Penha auxiliado pelo já mencionado Daniel Barbosa e suas
entourage. Penha é o criador do boato sobre a "prisão do general Mourão" em 1º/11/2015, véspera de um feriadão, entorpecendo todos os intervencionistas e a maior parte dos ativistas patriotas, anulando qualquer iniciativa de ação eficaz durante cinco meses, até março do ano seguinte. Confira o áudio do boato malígno criado por Marcelo Penha em https://docs.google.com/document/d/1Kp8IweXBvToZoTW1QFIJlqvd6N4sPogqehxi9-OOiFA/pub 
 

   

   Um fraterno abraço

   Professor PADilla http://bit.ly/PADilla 

https://docs.google.com/document/d/1KdmD3nX4s2uhBNyS-4_iw-Q5a3GRQ1ZYZhjT0xvN1b4/pub 

 

  “Uma das principais lições aprendidas foi a ressignificação: diante de adversidade, perguntar-se: " ´o que posso aprender com isso?´ "  Professor Padilla, 2017

  Temos tecnologias para o mundo ser muito melhor. Por que isso não acontece? Quem impede? Conhecer o inimigo é necessário para vencermos 🥋 Sun Tzu “A Arte da Guerra” http://bit.ly/5guerra 
 O Professor Padilla é pré candidato a Deputado no Rio Grande do Sul para poder atuar melhor em defesa da
Verdade Verdadeiramente Verdadeira!

  Combate o mal desde os anos noventa quando (ainda) nem sabia contra o que lutava.
Com garra de karateka 🥋, conseguiu alguns resultados como impedir a transgenia total dos alimentos.
Hoje, temos orgânicos e acesso a uma alimentação funcional porque o professor Padilla conseguiu impedir a privatização da Emater-Ascar, principal plano globalista, por ser errado deixar os produtores rurais sem amparo.
 Os globalistas querem privatizar tudo, até a Ascar e Emater para controlarem a agropecuária artesanal pela assistência técnica rural privatizada e acabar com a produção de alimentos não transgênicos! É o principal plano globalista desde o final dos anos 80.

 Ao bater de frente com os globalistas, sofreu intensa perseguição e assassinato de reputação. Foram necessários muitos anos de estudo e pesquisa para entender o mecanismo: http://bit.ly/nova-ordem 
Também conseguiu brecar o intento de sufocarem as artes marciais em 1998. Saiba mais aqui:
http://bit.ly/cref-5gw 
Nem tudo funcionou: em 1993, expos a mentira da idolatria de FHC prevendo que iriam manter a inflação, apenas mascarando os índices:
http://bit.ly/inflacao-imposto 
Nos anos seguintes, denunciou o golpe das multinacionais de medicamentos criando doenças e espalhando pânico, assim como o desmanche da justiça:
http://bit.ly/mazelas 
Combateu o monopólio do crédito pelos bancos:
http://bit.ly/lei8009 
Esses e outros trabalhos permanecem escondidos pela
http://bit.ly/espiral-silencio  globalista.
Muitos que o conhecem nada ou pouco sabem das lutas e do que sofreu e ainda sofre embora o esforço de alguns em destacar
http://bit.ly/embaixador-paz 
🙏
Como Deputado Estadual, poderá fazer muito mais:
http://bit.ly/pad-face

 Com a tua participação simplesmente divulgando esta proposta iremos vencer e o nosso Gabinete 🤗 o NOSSO espaço! ✨ será o...
QG dos direitos humanos para humanos direitos!
Verdade para meritocracia e qualidade de vida!
E para lutar pelas propostas, conheça-as aqui:
http://bit.ly/pre-candidato 
Um resumo do nosso passado de lutas contra o falso-humanismo está neste arquivo
http://bit.ly/PADilla 

    Uma boa ideia para se conhecer alguém é examinar a sua trajetória de vida.

  Advogando desde 1983, o professor PADilla começou a lecionar Processo e a sua Teoria Geral em universidades federais no final dos anos oitenta, quando cursava o mestrado em Direito da UFRGS, onde ingressou no quadro de professores em 1992.

  Pesquisava intensamente e percebia as dificuldades de acesso à informação pelos advogados no início dos anos noventa, quando não havia internet. As notícias demoravam a se espalhar e as sobre inovações jurídicas levavam muitos anos. Para suprir esse problema afetando dezenas de milhares de advogados gaúchos, criou e editou o Ipsis Litteris, o informativo mensal encartado no jornal da OAB/RS.

 De 1990 a 1992, a atualização chegava, todo mês, até cada um dos advogados do Rio Grande do Sul mediante o esforço voluntário do professor Padilla trabalhando gratuitamente milhares de horas sem nada receber, nem mesmo uma condecoração pois, até agora, a OAB ainda está ofuscada pela espiral do silêncio...

  As pesquisas resultaram trabalhos somando mais de 200 publicações impressas antes da internet surgir. Depois dela, na WEB, publicou milhares de trabalhos com teses, muitas até hoje inéditas por conta da espiral do silêncio.
 Procurador do Estado concursado, combateu a corrupção e o desperdício de recursos públicos. Impediu a privatização da Ascar/Emater, o principal plano da
Monsanto, tornando-se alvo desta multinacional, a qual possui um departamento para desacreditar pesquisadores que “ameaçam” o holograma de mentiras!

 http://www.anovaordemmundial.com/2015/04/funcionario-da-monsanto-admite-que-existe-um-departamento-para-desacreditar-cientistas.html 

(sobre os males causados por essa multinacional, confira http://www.anovaordemmundial.com/2015/02/monsanto-o-veneno-transgenico.html )

   Anos depois, a perseguição acentuou-se pois, aos interesses globalistas conjugaram-se os do Foro de São Paulo o qual pretende emparelhar a OAB-RS. Exatos 18 dias antes das eleições da Ordem dos Advogados do RS, em 18/10/2006, surpreendente publicação no Diário Oficial: o professor Padilla foi demitido da PGE-RS  mediante um processo ilegal onde não lhe foi permitido defesa nem recurso com efeito suspensivo desestruturando a sua vida pessoal. Saiba mais aqui: https://drive.google.com/file/d/0B2CNDxRTI8HAZmIxYzg1MDAtOWY0ZS00NjYyLWI5YTAtM2M2MzM4MjI5N2My/view?usp=sharing 

   Mesmo sofrendo da síndrome de burnout,  atendeu súplica de Claudio Lamachia, atual presidente do Conselho Federal da OAB o qual temia, com razão, o aparelhamento da OAB-RS em 2006. Conforme já realizara em 2003, 3 dias antes da eleição de 2006, promoveu uma Onda de Conscientização entre os advogados do RS protegendo a entidade contra os planos petistas.

   Sofrendo bullying e assédio moral, os esforços do professor Padilla em concluir o Mestrado na UFRGS ou o Doutorado em Direito na Universidade de Santiago de Compostela, foram sendo sabotados por mais de uma década em uma teia de paradoxos envolvendo desde o desaparecimento de processos pedindo licença para viagem de qualificação, até a sobrecarga desumana de trabalho quando chegou a ter 3 vezes mais processos judiciais com prazos preclusivos do que os seus Colegas de Equipe de Defesa na PGE.

  Após muitos anos de esforços, conquistou o título de Mestre pela oito centenária Universidade de Salamanca.

  Desde 2006, pesquisa qualidade de vida e a libertação da manipulação falso-humanista e anti Cristã.
 Árbitro desportivo 6º Dan em Karate, em janeiro de 2017 foi eleito Diretor de Arbitragem do mais novo esporte olímpico:
http://bit.ly/karate-olimpico  

Kata Sepai executado em condições adversas para forçar a performance: em terreno inclinado, irregular, e com gravetos, de pés descalços, sob o sol a pino de verão, com ruídos e distrações, na parte externa da Praça Shiga. https://instagram.com/p/BgeTT3HgAM0/

.:.

Goju é base da trocação, golpes circulares, usar bloqueios neutralizantes, uma luta a menor distância do que Shotokan e sem a preocupação do Wado de, sempre, esquivar...

aiba mais em http://bit.ly/sindiplam 

  Visionário, o professor Padilla, criador do Direito Desportivo como ciência transdisciplinar - confira http://bit.ly/ufrgs-direito - previu: embora reprimidas, as Artes Marciais seguiriam em crescimento vegetativo, em analogia com o espraiar das plantas cujas semente germinam nas proximidades. O caráter pedagógico da prática das artes marciais seria observado pelas pessoas próximas aos praticantes e semeariam novos adeptos. A dissimulada repressão cultural e midiática contra as artes marciais iniciou nos anos sessenta quando elas difundiam-se rapidamente. Impregnadas da metafilosofia-zen, negam o ego e priorizam o uptime, portanto, as artes marciais promoviam o oposto do globalismo egocentrista. Os lobistas da "globalização" passaram a promover uma sistemática infâmia para fragilizar as Artes Marciais e acabar com a sua disseminação. Durante as décadas seguintes, a proliferação das artes marciais foi sufocada, porém, não foi contida.

 O professor Padilla também previu isso, desde 1997, que seria ultrapassado o “ponto de não retorno” e as as artes marciais tornar-se-iam um esporte espetáculo de elevado interesse e um importante fator na reversão da egocentrização promovida pela acultura da superficialidade globalista: https://docs.google.com/document/d/10wOijRgHtJEPfE2-iwscbfoScRkkrj8xIAsShNf3snc/pub 

  Entenda o fenômeno da Artes Marciais e descubra os fundamentos do caráter pedagógico aqui: http://bit.ly/sindiplam  http://sindiplam.blogspot.com/2013/03/lutas-e-artes-marciais-tripartem-o-foco.html


 Mesmo sofrendo perseguições, o professor Padilla nunca abandonou o ativismo social nem deixou de ajudar quem lhe pedia. Fundou entidades como o Rotary Moinhos de Vento e o Sindicato dos profissionais em Artes Marciais para proteger o setor.
Ajudou a construir as sedes da Kinder de assistência às crianças de necessidades especiais e da Casa de João Pedro, onde trabalha há 18 anos e participou do atendimento de milhares de pessoas. O GAS, Grupo de Ação Social, ampara creche e asilo de idosos.

  A vida enfrentando e sobrevivendo às dificuldades demonstra Albert Einstein estar certo:
 "
O Amor é a força mais poderosa do Universo."╰☆╮Prova disto, também, apesar de todo poder acumulado pelos 2% mutantes controladores globalistas, pilotam a mídia e tudo o mais, os reptilianos ainda não conseguiram sufocar e escravizar os humanos decentes!  Saiba mais aqui: https://docs.google.com/document/d/18lZMvSQe8D6jQX7SONzg2z7gMg_nlr7dnyFqPpS6qHQ/pub   ❤


 Pelas causas humanitárias foi dignificado como Comendador, Embaixador da Paz e Paladino da Paz.

   Devido ao seu elevado potencial conscientizador contrário ao holograma globalista, o professor Padilla tornou-se um dos principais alvos do assassinato de reputação promovido pelos controladores.  

  Portanto, para conhecer uma pessoa, ignore boatos, especialmente os adjetivos espalhados pelos detratores.

  O assassinato de reputação e a “desidratação financeira” são as principais estratégias dos falso-humanistas contra as verdadeiras lideranças, isto é, os humanos capazes de desencadear 1 MMM, um Mundo Muito Melhor.

   Todos os potenciais líderes verdadeiros são humanos e, portanto, são imperfeitos!

  Ampliando e distorcendo as imperfeições humanas, os falso-patriotas e a bandidagem dissimulada fingem ser perfeitos enquanto destroem a reputação dos líderes autênticos, pessoas reais e portadoras de defeitos,.

 

 Covardes http://bit.ly/desumanos, os manipuladores espalham mentiras para desacreditar e disseminam a infâmia escondidos, em grupos ou conversas onde a vítima não tem acesso e não poderá se defender.

  Criam uma rede psicopateta, composta pelos idiotizados-idólatras, usando-a para espalhar e repetir as mentiras por variados ventríloquos http://bit.ly/perigosos ao ponto de, mesmo pessoas com discernimento, podem ser induzidas a acreditar.

  Algumas pessoas decentes percebem a mentira e, sem se darem conta, ajudam a espalhar o mal.

 Se permanecermos calados diante de uma mentira evitando sair da zona de conforto, a falsidade é validada pelo nosso silêncio!

  Cada um de nós próprio já fizemos isso sem nos dar conta porque, diante de uma manifestação não verdadeira, nenhuma reação esboçamos...

   Defender verdade coloca-nos em conflito com os mentirosos.

  Propagando mentiras, o nazismo empurrou o trabalhador e ordeiro povo alemão a um regime genocida, envolvendo-o num dos piores conflitos da história!

 Portanto, se queremos a paz, precisamos defender a verdade sempre e intransigentemente acima de tudo.

 

   

  Se deixarmos, a mentira envolve o grupo acabando com a justiça e a paz! Como na Alemanha nazista e em outros momentos da história, se cada um não contestar a mentira domina enredando todos na maldade.

  Construimos 1 MMM - um Mundo Muito Melhor - defendendo a verdade sempre evitamos da mentira prevalecer!

  Ao analisar uma pessoa, ignore os adjetivos que a própria pessoa afirma sobre si mesma.  O que uma pessoa ostenta e diz ser e querer e, até mesmo as propostas pelas quais HOJE luta, tudo isso pode ser encenação para convencer você e os demais.

  Conhecemos uma pessoa pela sua trajetória de vida: o que fez? A maneira como agiu e age diante das situações reais e das dificuldades que enfrentou.

   Quem é o Professor Padilla?  http://cev.org.br/qq/padilla   http://lattes.cnpq.br/3168948157129653

 Um dos precursores da onda de conscientização, combate a “acultura da superficialidade” desde a segunda metade dos anos setenta.

  Sofreu crescente assédio moral e bullying nos anos noventa. O assassinato de reputação foi coordenado pela Monsanto, empresa a qual possui até um departamento especializado e desacreditar os pesquisadores que ameaçam os interesses globalistas:  http://www.anovaordemmundial.com/2015/04/funcionario-da-monsanto-admite-que-existe-um-departamento-para-desacreditar-cientistas.html 

    Apesar dos problemas enfrentados, naquela época desenvolveu uma visionária abordagem transdisciplinar http://bit.ly/1mmm-face + http://bit.ly/transdisciplinar-news 

      Do assédio moral, bullying e assassinato de reputação:

   Em 1995, mediante esforço e criatividade, o professor Padilla, impediu a privatização da assistência técnica rural do RS, Rio Grande do Sul, o Sistema Emater Ascar, porque acreditava ser necessário o estado continuar a proteger os produtores de alimentos.

  Na época, nem imaginava estar atrapalhando o principal plano da NOM, a Nova Ordem Mundial, a qual queria controlar a produção de alimentos no RS, então, o principal celeiro do país, permitindo-lhes disseminar as suas sementes transgênicas causadores de doenças. Conheça algumas das monstruosidades que pretentiam implantar no RS aqui: http://www.anovaordemmundial.com/2015/02/monsanto-o-veneno-transgenico.html

  Na campanha presidencial em 2016, durante a qual ele foi alvo de infâmia pela mídia controlada pela NON, Donald Trump alertou a respeito do "complô da Ordem Mundial" e da capacidade desses controladores de mentir, assassinar reputações, etc. Confira nesse vídeo: https://youtu.be/xdfYiFpaxao 

   Portanto, em 1995, o professor Padilla não imaginava, como descobriria na década seguinte, estar impedindo o principal plano da Monsanto para controlar a produção de alimentos no RS, Rio Grande do Sul, então, o principal celeiro do Brasil.

O plano de controlar a produção de alimentos no RS havia iniciado na década anterior, antes de Tancredo Neves morrer. Após duas décadas de regime militar duramente criticado pela imprensa - por todos assista https://youtu.be/CRbZwM7fjYM?t=58m39s e leia https://docs.google.com/document/d/1MM-Bxh7ybsRWwl3gakBuaGOo_f2d-7DvjcymkPpPjEU/pub - o primeiro presidente civil eleito representava as esperanças de uma vida melhor.

A revelação de sua morte antes da posse foi maquiado por uma sucessão de boletins de saúde pelo “porta voz” Antonio Brito o qual, de mediano jornalista, passou a ser idolatrado! Embalado no apoio dos controladores globalistas, conseguiu votação expressiva como Deputado Federal e virou Ministro. No MPAS, Ministério da Previdência e Assistência Social, prestou um dos maiores desserviços ao Estado do RS que o elegeu: “criou” uma dívida artificial da Ascar e Emater-RS junto ao INSS equivalente, na época, a US$ 160 milhões - cento e sessenta milhões de dólares. A dívida, de duas décadas atrás, atualmente representa mais de um bilhão de reais.

A pergunta que não quer calar: “Porque um gaúcho faria tal desserviço ao seu Estado?” Era parte de um plano dantesco! A seguir, eleito Governador do Estado do RS aproveitando a mesma idolatria, Antonio Brito usou a dívida criou por ele como pretexto para, alegando estar “falido” o Sistema Emater-Ascar, querer privatizá-lo. Leia-se, entregar aos controladores multinacionais a produção de alimentos no RS então, frise-se, o líder do setor no país!

  Na época, nada se sabia desses planos. A ligação de Antonio Brito com a mega-multinacional Monsanto, um dos principais braços da indústria da morte, escancarou-se só recentemente:

http://www.anovaordemmundial.com/2015/11/processo-decisivo-contra-a-monsanto-e-ignorado-pela-grande-midia.html 

  Contudo, lá atrás, nos anos noventa, a destruição provocada pelo governo Brito o impediu de se reeleger sendo vencido por Olívio Dutra; este, posava de chefe de estado enquanto o governo estadual era exercido pelo grupo do Foro de São Paulo, liderado por Miguel Rosseto.

  Cedo, na manhã do 1º dia do governo PeTista, o Secretário da Agricultura empossado, Jose Hermeto Hoffmann, telefonou ao professor Padilla indagando da possibilidade de uma reunião para relatar o caso Ascar-Emater. O professor  voluntariamente cuidava desse caso sem nada receber! A defesa da Ascar e a Emater não fazia parte das suas atribuições como procurador do Estado e nada lhe era pago pela atividade. O professor Padilla fez a defesa porque sabia da importância fundamental da produção de alimentos como o setor primário sem o qual nada funciona. Opôs-se à privatização porque, no seu entendimento, contrariava os princípios constitucionais e os interesses públicos porque:

a) a produção de alimentos é o principal setor tutelado e subsidiado em todo o planeta porque é preciso evitar o desabastecimento em decorrência de problemas climáticos ou econômicos;

b) privatizar a assistência técnica rural deixaria ao desamparo centenas de milhares de produtores rurais no Estado.

Na tarde do primeiro dia do governo do PT no RS, o professor Padilla relatou todas as atividades desenvolvidas até então, trabalhos fora de suas atribuições institucionais de procurador do Estado e com considerável prejuízo de seus estudos, pesquisas e atividades docentes, além da vida pessoal em foram milhares as horas de envolvimento. Hoffmann, Secretário da Agricultura que presidia a audiência, qualificou aquela atuação como “o processo mais importante do Estado do RS” informando ao professor Padilla, na frente de todos que assistiram à exposição, de que deveria receber alguma medalha ou condecoração, ainda iriam decidir, por impedir a privatização desejada pelos interesses multinacionais. Foi só ali que o professor Padilla começou a perceber o que havia feito.

 Contudo, a gestão petista promoveu o desmanche institucional do serviço público para, evidentemente, provocar a evasão dos concursados possibilitando partidarizar o setor. O professor Padilla entrou em rota de colisão com essa estratégia. A promessa de condecoração por salvar a produção de alimentos dos controladores globalistas foi esquecida. Pior, o professor, que já sofria assédio moral e bullying pela NOM, passou a ser alvo também do Foro de São Paulo, intensificando os malefícios e desestruturando a sua vida pessoal. Literalmente foi impedido de promover a sua progressão acadêmica. O processo administrativo no qual pedia afastamento para poder ultimar o Doutorado na Espanha foi "engavetado" durante anos e devolvido com um despacho afirmando que, devido ao tempo decorrido (na gaveta!), o pedido estava prejudicado porque os fatos haviam mudado.

Na PGE-RS, o aparelhamento foi muito acentuado. Ocorreu a evasão de mais de 200 procuradores do Estado de um quadro, inicialmente, com menos de 180 membros em um período relativamente curto de alguns anos. Note, por exemplo, ter havido quem abandonasse a carreira de procurador do Estado para ser assessor do Ministério Público, como Daniel Cozza Bruno conforme demonstrado em http://www.padilla.adv.br/pgers/desmanche.

   Em 2003, o PT estava por concluir o plano, iniciado em 2000 para partidarizar a OAB-RS. Contudo, o professor Padilla percebeu e desencadeou uma onda de conscientização entre os seus colegas procuradores os quais, por sua vez, ampliaram-na a todos advogados a quem repassaram. Por isso, três anos depois, queriam a todo o custo o impedir de interferir no processo eleitoral. Sofreu sobrecarga de processos com prazos preclusivos; chegaram a lhe serem impostos até 3 vezes mais do que aos colegas da Equipe de Defesa. Em detrimento de sua vida pessoa, atendia aos casos de forma a ter um índice de sucesso superior à média sem quaisquer erros técnicos. Num verdadeiro assassinato de reputação, dezoito dias antes da eleição da OAB no RS em 2006, foi demitido da PGE-RS mediante um procedimento ilegal, decidido no Conselho Superior da PGE-RS por cinco votos contra quatro, 5x4.

O ato desestabilizou-o desencadeando a fase aguda da Síndrome de Burnout e, deprimido e sem recursos financeiros, nem pode contratar advogado e demorou, em causa própria, quase 120 dias para ajuizar a ação mandamental.

Dúvida houvesse a respeito da perseguição na demissão por haver defendido seus interesses em processo judicial, meses depois a mesma administração da PGE-RS aposentou, com vencimentos integrais, Flavio Roberto Luiz Vaz Neto, procurador do estado preso por corrupção e denunciado na operação Rodin:

 A Ata do Conselho Superior da PGE sumiu e, anos depois, apareceu fraudada para esconder o fato do instaurador do processo haver sido o voto decisivo para a demissão.

Obviamente, tudo foi feito para o desestabilizar, causando síndrome de burnout, e o impedir de interferir no processo eleitoral da OAB/RS de 2006.

    Em meados dos anos noventa, o professor Padilla também tentou começar a denunciar as mudanças na Magistratura e o risco que representavam à efetividade e à paz social. Entenda como a acultura da superficialidade compromete a paz social em http://bit.ly/mazelas 

  Os 3 pilares da sociedade:

 A sociedade contemporânea depende do equilíbrio da interseção de três Sistemas sustentando a paz social, sem a qual, não há progresso. Contudo, tudo vem sendo escondido de nós: https://vimeo.com/131249709 

  São pilares dos quais depende a manutenção da sociedade:

1. O sistema de direito. Compreenda-o melhor na perspectiva antropológica e humanista transdisciplinar TgpT aqui: https://t.co/3cxdCLbFR7  

2. O sistema desportivo. Entenda o papel e a importância do esporte e do direito na sociedade aqui: http://bit.ly/4plano 

3. O sistema de crenças e valores. Como as crenças falsas são disseminadas mediante HEM, a hipnose em massa, subvertendo os valores: https://t.co/1cg9ZLeFbT  e mais  http://bit.ly/1mundomelhor 

    Para calar a sua voz, os interessados no desmanche institucional acentuaram o assédio moral e promoveram o assassinato de sua reputação. Em poucos anos, o cenário jurisdicional estava contaminado de preconceito e praticamente todas as postulações apresentadas pelo professor Padilla eram rejeitadas sem serem examinadas.

  Exemplo, o mandado de segurança contra a demissão ilegal arquivado com uma desculpa contrariando o conteúdo dos próprios autos e, apesar de oito embargos de declaração julgados apenas formalmente com variações dos modelões nada a declarar”, não houve exame. No último recurso, foi agregada a ameaça de sanção. Por isto, o Recurso Ordinário ao STJ. Confira o ato jurídico aqui:

 https://drive.google.com/file/d/0B2CNDxRTI8HAZmIxYzg1MDAtOWY0ZS00NjYyLWI5YTAtM2M2MzM4MjI5N2My/view?usp=sharing 

  Em 2006, a demissão agravou os problemas ao desencadear a Síndrome de Burnout. Contudo, quatro dias antes da eleição da OAB-RS, o professor Padilla deslocava-se de ônibus para Santa Maria/RS quando recebeu telefonema do Dr. Cláudio Lamachia - atual presidente do Conselho Federal da OAB. As ligações duraram mais de 90 minutos, acabando com as baterias dos dois celulares. Noticiava o fundado receio com a estratégia de manipulação subliminar petista e solicitava ajuda do professor o qual, em 2003, havia sido o principal articulador da derrota petista na OAB. Ao chegar na cidade universitária situada no centro do Estado, a motivação cívica sobrepujou a dor e, deixando de lado todos os seus afazeres, trabalhou até o final da madrugada redigindo e enviando aos advogados gaúchos uma provocação a respeito da farsa petista querendo partidarizar a OAB-RS.

  Novamente, como em 2003, a onda de conscientização foi decisiva para impedir a concretização do plano reptiliano de partidarização da OAB-RS. Portanto, a conduta do Professor PADilla durante as eleições do Conselho Seccional da OAB-RS de 2003 e 2006 foram fundamentais para, em 2016, Claudio Pacheco Prates Lamachia, advogado militante e desvinculado da influência petista, tornar-se Presidente do Conselho Federal da OAB.
  Foi preciso muito tempo e sofrimento para perceber o PMDB e PT promoverem o desmanche institucional por motivos diversos, contudo, igualmente danosos.

 A NOM, Nova Ordem Mundial peemedebista, destrói para “justificar” o Estado entregar, ao controladores globalistas, o monopólio de setores de atividade econômico importantes.

  O Foro de São Paulo petista promove o desmanche para provocar a evasão permitindo-lhes aparelhar o quadro de servidores com a sua entourage psicoPaTeta, a qual é facilmente corrompida e manipulada pelos controladores globalistas.

  Portanto, tanto PMDB quanto PT, e a quase totalidade do cenário político fragmentado em 35 partidos, estão a serviço dos globalistas, os controladores  do mercado mundial!

 A (mu)treta do coquetel anti HIV:

como age a indústria da morte!

 Ainda em 1995, uma das piores preocupações da população era a nova “epidemia”, a de HIV, então conhecida como AIDS, doença que se dizia incurável e sobre a qual jamais se ouvira falar. Nesse clima de pânico, os cofres públicos passaram a pagar o fornecimento do coquetel anti HIV aos dois mil soropositivos do RS, Estado do Rio Grande do Sul.

  O Professor PADilla, como Procurador do Estado, elaborou uma manifestação contrária a esse fornecimento  porque:

 I. Os laboratórios estavam cobrando um preço extorsivo. O custo mensal do tratamento, equivalente a 2 mil dólares americanos por pessoa, era elevado demais! Só no RS, como os dados eram de dois mil soropositivos, a sangria era da ordem de quatro milhões de dólares norte americanos mensais.  Pior, os laboratórios diziam que “não cura”, apenas “prolonga a vida”. Provocando sobrevida do paciente, ampliará ainda mais os gastos porque continuará precisando do coquetel.
 Uma década depois, ficou comprovado o valor de dois mil dólares mensais cobrado pelos laboratórios ser extorsivo pois, diante de pressões e ameaça de quebra de patente,
reduziram o preço dos coquetéis anti HIV em mais de 20 (vinte!) vezes e continuam lucrando muito! Portanto, em 1995, o valor era extorsivo conforme registrou o professor Padilla e os quatro milhões de dólares mensais pagos durante anos fizeram muita falta à saúde do povo gaúcho!

  Os controladores não cederam por ficarem bonzinhos e apenas porque desenvolveram outros nichos de superfaturamento com drogas viciante de uso permanente! Há centenas de milhões de consumidores viciados em drogas “lícitas”!

  Há os viciados nas sexuais, como o viagra; há os viciados em pretensos "estabilizadores" de humor, na verdade, entorpecentes robotizantes esvaziando o conteúdo emocional humano reduzindo o ser a alguma coisa similar ao psicopata, conforme demonstradado em  http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2011/06/criancas-drogadas-por-pais-entorpecidos.html

Evite as armadilhas da desinformação do governo e da mídia promotores de enfermidades:  http://bit.ly/saude-cuidados 


 II. O poder público não fornecia tratamento para doenças curáveis como tuberculose, pneumonia, etc., e nem mesmo aplicava vacinas para evitar enfermidades nos anos noventa. Portanto, era desproporcional canalizar vultosas verbas daquela forma.
 Era declarado, pela medicina de então, ser de dois anos a expectativa de vida dos soropositivos. Para fornecer o coquetel anti HIV a apenas um aidético, na época, eram necessários US$ 24.000,00 - vinte e quatro mil dólares americanos. Essa quantia permitiria CURAR mais de 500 pessoas com tuberculose ou pneumonia, doenças que matavam milhares de pessoas. Portanto, havia uma inversão de valores ao usar a para prolongar apenas uma vida quando podia salvar meio milhar da morte!

  Em consequência do trabalho do professor Padilla, tuberculose e outras doenças curáveis passaram a ter seu tratamento custeado pelo poder público em prol dos carentes. Até hoje, não houve um reconhecimento estatal ao mentor da importante mudança.

 III. O poder público estadual alegava falta de recursos e não pagava os vencimentos dos servidores. A mesma estratégia empregada hoje, vinte anos depois, para provocar o desmanche institucional e criar clima para "privatizar" setores de atividade - leia-se: entregar monopólios de mercados aos controladores!

  IV. O coquetel podia agravar a epidemia. Quando surgiu, em meados dos anos noventa, o coquetel anti HIV não era apresentado como uma cura e apenas como um meio de reduzir sintomas e prolongar a vida do infectado. Ajudado pelo coquetel, salvo quem se encontra em estágio terminal, o infectado não apresentaria sinais ostensivos da doença e, sem os sintomas, ampliava as chances de transmitir a outras pessoas as quais não iriam perceber quaisquer sinais da moléstia a qual o infectado pode esconder por uma série de fatores.
 Hoje, há teorias verossímeis sobre, quando foi criado e espalhado esse vírus, os
controladores das multinacionais de medicamentos sabiam poder conter a epidemia e, contudo, esconderam essa e outras informações para evitar suspeitarmos terem sido criadores da doença para faturar uma fortuna trilhonária sobre o desespero humano!
Apenas no relativamente pequeno Estado do RS, eram US$ 50 milhões por ano; a sangria durou uma década, portanto, só do povo gaúcho carregaram meio bilhão de dólares! Quanto bem estar poderia gerar tamanha fortuna surrupiada dos cofres públicos?

  Ainda houve um ganho secundário para os controladores: o temor criado pela doença incurável auxiliou a instalar o torpor prê-pânico na população facilitando a manipulação coletiva pela HEM, "Hipnose em Massa". Saiba mais aqui: http://bit.ly/hipnose-massa

O professor Padilla começava a desatar a trama e os
controladores precisavam desviar a atenção do sortilégio engendrado. Do último argumento acima, descontextualizaram o aspecto sobre ampliar as chances de contágio. Distorceram os fatos, criticando-o severamente. Uma das mais ácidas, foi do jornalista da Band, Boechat, sempre de prontidão a defender os interesses dos controladores.
 A imprensa infamou intensamente o professor Padilla o qual, concomitantemente, foi procurado pelo Secretário da Saúde o qual, simulando o querer ajudar, sugeriu desaparecer, não tocar mais no assunto para se “proteger” da Imprensa e evitar problemas.

 Na época, o professor Padilla vivenciava um cipoal de complicações decorrentes do assédio moral iniciado quando começou a impedir a privatização da assistência técnica rural no RS e consequente entrega do agronegócio aos controladores. Sobrecarregado, não tinha condições de perceber o que realmente se passava e seguiu o “conselho”, omitindo-se de contestar a infâmia.

   A medicina, a indústria de “alimentos” (entre aspas porque a maior parte dos produtos consumidos são tóxicos!) e o agronegócios são cuidadosamente controlados através da publicidade, tanto a ostensiva quanto a dissimulada, e pelo controle das notícias e reportagens. Além disto, financiam as pesquisas, os congressos e as publicações decidindo o que e como será divulgado.

 Os controladores decidem quem falará e até o que será propalado como “ciência médica” e gerenciam as notícias e o merchandising para induzir padrões de consumo e de comportamento.  Implacavelmente, destroem quem ousar falar a verdade. Assassinar reputações, promover assédio e bullying fazem parte do cotidiano dessa gente desumana e, se não funcionar, promovem uma grande quantidade de assassinatos camuflando os latrocínios encomendados.
 Os
controladores escondem as informações essenciais sobre como preservar a saúde e o funcionamento da sociedade manipulando, desinformando e promovendo a robotização http://bit.ly/6ondas - Não se importam com o sofrimento de bilhões de humanos e agem visando o poder. Enriquecem duplamente: mediante o agronegócio intoxicante causando doenças e vendendo a esperança de saúde em medicamentos e tratamentos que combatem as consequências das enfermidades e não as causas.

 Recentemente, a coisa escancara-se já havendo empresas controlando laboratórios farmacêuticos e agronegócio com a fusão da Dow e Dupont; a Bayer comprou a Monsanto; a Chemchina comprou a Syngenta, e por ai vai…


Direitos humanos para humanos direitos! Valorizar a meritocracia. Punir os bandidos.
 
https://t.co/IKT0BEBzQm

   Da colaboração para 1 MMM:

 Compulsivo pesquisador, coletando e processando informações, e desprendido, compartilhando-as acreditando fomentar sabedoria, publicou, no Direito, entre 1988-94, mais de duzentos trabalhos. Alguns desses escritos eram tão inovadores que persistem atuais embora ofuscados pelo assédio e bullying os quais continuam a ser praticados contra o Professor.
 A partir do início da internet, preferiu divulgar as ideias pela
WWW webe onde, além da agilidade, a interação era facilitada. Publicou milhares de teses ou análises, a maioria no portal html http://www.padilla.adv.br e

no blog http://padilla-luiz.blogspot.com.br/ 
 Professor e pesquisador na Ufrgs, desde 1992, desenvolvia pesquisas em TGP focado na efetividade da Justiça visando à conclusão do Mestrado. Em 1995, começou a perceber o paradoxo: ocorreu intensa reforma processual em 14/12/1994 revolucionando o CPC brasileiro e o tornando o mais moderno do mundo na opinião de juristas como os professores italianos Tarzia e Verdi, expoentes do Congresso Internacional de Direito Processual realizado em Brasília em 1997. Contudo,
apesar de possuir a melhor legislação do mundo, os problemas processuais acentuaram-se no Brasil onde a efetividade da Justiça começava a escassear e a desaparecer.  
  As alterações legais, por melhor que fossem, resultavam inócuas e a realidade cada vez mais distante da efetividade. Decidiu investigar o que, naquele momento, poderia parecer absurdo: a hipótese dos problemas percebidos no Direito não estarem no Sistema Jurídico. Essa investigação partiu da base formada quando do estudo da
Teoria Geral do Direito em 1988 chegando a compilar a tese de livre docência de Luiz Fernando Coelho, a Teoria Crítica do Direito, cujas 487 laudas resumiu em apenas oito. Quando o Autor tomou conhecimento, teceu encômios ao resumo e providenciou a sua publicação na Revista de Direito Civil RT v. 49 p. 21.
   Contudo, devido as consequências sobre a vida pessoal e acadêmica do intenso assédio moral e
bullying sofridos, pouco evoluiu durante uma década embora tenha conseguido publicar um manual de TGP cuja 1ª edição foi impressa, as demais virtuais em e-book, onde, no capítulo sobre o 4º poder, o Poder Controlador, foi usada pela primeira vez a expressão estelionato eleitoral para descrever o comportamento de prometer falsamente enganando para angariar votos http://www.padilla.adv.br/processo/tgp/ 

  Em 2006, despertou para a necessidade de estudar outras disciplinas embasadoras da análise transdisciplinar.

    Aos cinquenta anos, conseguiu aprovação no vestibular da UFRGS de Psicologia, o 2º curso de ingresso mais difícil na Ufrgs. Contudo, foi impossível acompanhar às aulas no período vespertino devido à colisão com audiências, sessões e reuniões da advocacia, a qual intentava desenvolver desde quando demitido da PGE; nesse labor, deixou-se envolver na defesa dos interesses de vítimas, como a de uma idosa viúva filha de um ex-aluno tomando-lhe muito tempo sem retorno financeiro porque, devido à acultura da superficialidade, os julgamentos não observavam a lógica jurídica: focados apenas em celeridade, os operadores jurisdicionais usam qualquer meio para evitar o trabalhoso e relativamente demorado exame do caso concreto.

   Na imensa maioria, os processos de reparação de danos é arquivado ou indeferido por qualquer pretexto. Nas raras procedências, os valores são pífios e incapazes de reparar.

  Conforme expressão criada pelo professor Padilla nos anos noventa, acontece uma encenação jurisdicional. As falsas crenças semeadas pelos Controladores impregnaram o inconsciente dos gabinetes da magistratura resultando em uma total inversão do valores. Hoje, ignoram a paz social e não se preocupam em solucionar corretamente as demandas. Desejam produzir estatísticas surreais de centenas de julgamentos semanais e acham “normal” decidir sem examinar e longe de compromisso com a reparação das injustiças http://www.padilla.adv.br/processo/morosidade/ 

  Pois essa injustiça das decisões judiciais incentiva os maus comportamentos, tornando lucrativo agir ilicitamente!

 As grandes empresas lesam os consumidores cada vez mais. Por exemplo, desde o final de 2014, as operadoras de celular passaram a inserir cobranças indevidas nas contas de praticamente todos os usuários ao mesmo tempo que tornaram uma via crucis o SAC, único meio do consumidor reclamar, onde é o consumidor é vítima de tortura psicológica  planejada para desistirmos: somos obrigados a passarmos por torturantes e demorados menus e musiquinhas; somos instados a repetirmos tudo, diversas vezes, até perdermos a paciência. Quando nos irritamos, o atendente desliga alegando que nós, os incomodados, faltamos com a educação! Se o consumidor tiver paciência de ir até o final,  prometem resolver. Contudo, salvo exceções, não estornarão a cobrança indevida a qual, geralmente, se repete nos meses seguintes. Ai, o consumidor está vencido e se sequer encontra tempo e energia para se submeter, novamente, a essa tortura psicológica para reclamar duas dezenas de reais. Multiplique por muitos milhões de usuários da telefonia e constatará: as operadoras roubam centenas de milhões de reais todo mês devido à falta de efetividade da Justiça! Porque, se Justiça houvesse condenando-a a indenizar o tempo e o sofrimento dos consumidores, as operadores iriam parar de agir assim!

  No estágio atual da tecnologia, é inconcebível as reclamações não poderem ser formuladas por escrito no site da operadora gerando, inclusive, relatórios em tempo real para a Antel e para os órgãos de defesa do consumidor os quais, pelo simples volume dos erros, perceberia serem uma estratégia de extorsão!

  Os causadores de danos não os reparam por ineficácia da Justiça. Como consequência, aumentam os litígios porque cresce a insatisfação e há cada vez mais problemas e mais demandas. Contudo, os consumidores comuns não tem acesso à Justiça:  http://www.canaleletronico.net/index.php?option=com_content&view=article&id=503:os-consumidores-vivem-sendo-lesados-porque-nao-ha-efetivo-acesso-a-justica&catid=47:artigos&Itemid=84  e  http://www.consumidorrs.com.br/rs2/inicial.php?imgm=c&case=2&idnot=17770   

  Com o novo CPC 2015 outorgando liberdade de forma ao juiz (leia-se, ao estagiário?), a tendência é agravar-se.

   Embora abandonado o curso formal, o professor Padilla continuou a estudar e pesquisar a psicologia dedicando à formação em PsicoNeuroLinguística durante três anos até o nível trainer obtendo a certificação Master na DolphinTech. Imediatamente, passou ao estudo aprofundado do ser humano conquistando o Mestrado em Antropologia pelas Universidades de Salamanca, Valladolid e Leon.
 Toda essa perspectiva foi elaborada concomitante aos estudos sobre o Direito Desportivo e o seu processo e à vivência como árbitro e auditor desportivo.

   Assim, desenvolveu-se a TgpT, uma Teoria Geral do Processo Transdisciplinar conjugando Direito, Psicologia, Sociologia e Antropologia sob perspectiva do desenvolvimento humano e da qualidade de vida com plena saúde!

   Nessa abordagem inovadora, encontra-se a tese sobre os quatro planos de atuação humana: toda a atividade humana acontece em 4 planos e suas interseções.

4 planos nada.jpg

   Percebemos o Sistema de Direito como um aplicativo dependente do sistema operacional onde funciona, isto é, no processo de pensamento e de comunicação o qual acontece no Plano das Crenças e Valores.

  Note a área preenchida com a cor vermelha:  é a interseção do Plano do Direito com o Plano das Crenças e Valores

  Nessa área estão todos os problemas do Sistema Jurídico.

 4 planos Direito todos problemas na intersecao.jpg

   Os problemas aparecem na interseção dos Planos das Crenças e Valores com o Plano do Direito. Contudo, algumas mazelas não estão neste. Por isto, algumas alterações legais, por melhores que sejam, resultarem inócuas.

   Todavia, ao procurar a solução da mazela insolúvel no Plano das Crenças e Valores, encontramos distorções na aplicação das leis. O processo de pensamento e de comunicação dos operadores está influenciado por crenças falsas e valores corrompidos ou até invertidos. Eliminando-as, resolvem-se os problemas. Portanto, os problemas jurídicos insolúveis estão no Plano das Crenças e Valores.

   Desde 2014, idealiza um Sistema de Conscientização combatendo a desinformação do governo terrorista do crime organizado o qual intensificou o assédio moral e o bullying ao ponto de manipularem até os alunos da UFRGS para criarem problemas visando desviá-lo do foco. Em março de 2015, o dislate foi ao nível de proporem represálias visando cercear a sua liberdade de manifestação junto ao ConSun, o Conselho Universitário, instância máxima da UFRGS.

   As emoções, a fé e a fórmula dos milagres:

  A TGT, Teoria Geral Transdisciplinar, simplificação dos nomes TGPs, Teoria Geral dos Processos, e TGPT, Teoria Geral do Processo Transdisciplinar, contextualiza o ser humano, viciado em emoções e manipulado através delas e dos mecanismos desenvolvidos, ao longo de milhares de gerações, nos processos de pensamento e de comunicação. Aponta como a Fé permite controlar e canalizar as as emoções e apresenta a fórmula para o princípio da egrégora explicando os fatos os quais se costumam chamar de “milagres”.

    A quantidade de energia necessária para a realização de um milagre é enorme, pois se trata de produzir alteração no plano físico. Compare a uma simples fissão, de uma pequena estrutura em uma ogiva nuclear, causa uma devastação total em uma extensa área de muitos km.

   Dentre os milhares de relatos de milagres, entre os mais conhecidos  estão os de Jesus Cristo, o qual caminhou sobre um rio; transmutou hectolitros de água em vinho; converteu o ar em pães; provocou a ressurreição de um corpo morto e a sua própria materialização, de um espírito de Luz.

 A quantidade de energia para tais feitos é imensa, comparando a ogivas nuclares, seria capaz de destruir mais do que um planeta. Como Jesus e outros autores de milagres conseguem essas proezas? De onde vem essa energia?

A fórmula da Apometria:

  Segundo a TGT, Teoria Geral Transdisciplinar, Teoria Geral dos Processos, o resultado de um CU, ou campo unificado, é proporcional ao V, volume de cada campo unificado, e inversamente proporcional ao A, o grau de assincronia dos campos:

                       CU = V1 + V2

                                      A

  Quanto mais houver sincronia, tanto maior o resultado!

  Cristo, luminar de primeira grandeza, possuía a capacidade de sintonizar o

Amor Universal e incondicional de forma plena.

 Assim, em estado alterado de consciência, conseguia uma sincronicidade quase absoluta entre os campos energéticos gerados pelo racional (neocortex) e pelo emocional (Sistema Límbico, o cérebro mamífero ou intermediário somado ao Sistema de Hiss).

 Com uma sincronicidade praticamente total, a assincronicidade dos campos energéticos gerados pelo racional e pelo emocional tendia a zero.

 Desde forma, a força do campo energético de Jesus era praticamente infinita pois, qualquer número inteiro dividido por quase zero resulta uma quantia estupenda!

 Para referências, confira as equações de física do Dr. José Lacerda de Azevedo em "Espírito-matéria, os novos horizontes para a medicina" ainda pouco conhecido, assim como o Livro de Urântia, apesar de ser ainda mais antigo.
Essa obra, é a revelação derradeira: de onde veio Cristo e como são as Moradas de Deus, como tudo se formou e porque aconteceu, em primorosa compilação de décadas onde os Ultradimensionais, ou Anjos, enfim, os Espíritos de Luz contam como e porque decidiram salvar a humanidade, aquele povo atrasado, dominado pela minoria (2%) mutante desalmada, habitando o 4º planeta daquela minúscula estrela dentre as mais de cem bilhões de estrelas da Via Láctea, uma pequena galáxia pois as constelações já detectadas pelo obsoleto Hubble - está sendo preparado para ser lançado, em maio de 2018, um novo telescópio 5 vezes mais potente - as galáxias tem, em média, mais de 200 bilhões de estrelas e já foram detectadas 250 bilhões de galáxias.

 Multiplique 250.000.000.000 galaxias por 200.000.000.000 estrelas e você terá uma pequena ideia do Universo conhecido que, com o novo telescópio 5 vezes mais potente, ficará muito maior!
Enquanto o nosso planeta Terra tem cerca de 4,6 bilhões de anos, com esse telescópio obsoleto já vimos estrelas com 13,86 bilhões de anos…

 Assim, está comprovado haver áreas  do Universo 9.360.000.000 de anos mais antigas do que o nosso Planeta, portanto,  detém tecnologias inimagináveis e nós somos muito menos do que o vice-treco do sub-troço e Cristo decidiu nos salvar há mais de três mil anos. Agora, aproximando-se a Data Limite, enviou legiões de indigo e cristal para ajudar a libertar o planeta do domínio mutante.

 Os índigos e cristal nascem com uma noção superior devido à intuição altamente desenvolvida - daí o esforço desumano dos psicoPaTas e de sua entourage psicoPaTeta em impedir o desenvolvimento sadio das nossas crianças com a absurda "ideologia de gênero" e acentuando a drogalização iniciada nos anos setenta.
Uma boa ideia para se preparar para as cada vez mais surpreendentes mudanças que acontecerão nos próximos anos, é ler o
Livro de Urântia.   Leia suas duas mil páginas aqui, https://drive.google.com/open?id=0B6QVNULEDAG8MXNsWWpsS3psX2M 

 Dispondo de pressa em entender, confira o resumo em http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2015/06/livro-de-urantia.html?m=1 (artigo publicado em junho de 2015, na USAL, a oitocentenária Universidad de Salamanca, onde se debateu a descoberta da América, cuja expedição foi autorizada pela Rainha Izabel na cidade de Jaén, onde nasceu Geronimo Padilla, o meu pai, 4 séculos depois)

 Valiosa, também, esta abordagem, contando a origem do Livro de Urantia https://drive.google.com/open?id=0B6QVNULEDAG8QW1MbnQ3UzN0aUE

Slide59.JPG
Recentemente, pesquisando o aparelhamento dos movimentos sociais controlados pelos 2% psicopatas amparados em uma
entourage de psicoPaTetas cada vez fica mais ousados devido à impunidade, compilou o roteiro da manipulação mutante revelando a maneira como os humanos decentes tem sido anulados sendo jogados uns contra os outros:
http://bit.ly/desumanos 
http://bit.ly/perigosos 
Vivemos o final da última era de trevas. Os meios de comunicação ainda são controlados e desinformam. Escondem a realidade da qual mostram trechos pífios escolhidos a dedo e distorcidos. Tratam como
"normal" viver de forma desumana.

  Acredite: ou nós mudamos o mundo, ou os psicopatas desumanos escravizarão toda humanidade! A cada minuto, inventam novos roubos, pesadelos e mentiras.
 O domínio psicopata é a causa de todos problemas da sociedade:
http://bit.ly/BNDs 
Os conscientes estão se aglutinando e promovendo a onda de

conscientização http://bit.ly/adulto-indigo 

  Construímos 1 MMM, um Mundo Muito Melhor, semeando a verdade e combatendo a desinformação!  Cada um de nós fazendo a sua parte podemos libertar a humanidade do controle dos criminosos mutantes. http://bit.ly/Prof_PADilla 

  Orgulha-se por não se afastar do ideal de construir 1MMM um Mundo Muito Melhor apesar de mais décadas de assédio moral e bullying.

  Tem a satisfação de ter 3 filhas índigo e ter criado uma nova disciplina lutando por inovar a percepção da ciência jurídica.

  Nessa conjunção de fatores de bullying, assédio moral e assassinato de reputação, as distinções recebidas pelo Professor Padilla tem valor ainda maior:

 Notório Saber;

 Invulgar Proficiência;

 Louvor;  

 Embaixador da Paz;

 Lifetime Achievement Award of outstanding service in the true spirit of Bushido, whilst living and serving within the confines of kun, honour, duty, respect, humility outorgado pelo BRI Budo-Ryu International, Holanda;

  Comendador, Conselho Estadual de Honrarias e Mérito do Governo do Estado de São Paulo;

 Doutor Honoris Causa, Academia de Santo Estêvão de Jerusalém.

  Em sucessivas edições das "listas" de humanos perseguidos pelos psicoPaTetas,  o Professor PADilla costuma estar entre os primeiros... Sofrer foi, sobretudo, um aprendizado possibilitando chegar ao nível de entender a origem de todo o mal. Foi necessário aprender transdisciplinarmente e passar por tudo.

Professor PADilla by NickFoto  20222.jpg

“Sejamos a mudança que queremos ver no Mundo!" Gandhi

  Faz sentido?

   Siga-nos http://twitter.com/Prof_PADilla

         http://www.facebook.com/padillaluiz 

 

 Pioneira em currículo transdisciplinar, como no Direito Desportivo, desde 2011 a UFRGS é a 3ª melhor Universidade latinoamericana Webometrics Ranking of World Universities; com 4,28 no Índice Geral de Cursos, o mais alto entre as brasileiras na avaliação do MEC 2011-5 a UFRGS é a melhor universidade do Brasil.

" Não se transforma uma sociedade por meio de leis. As leis e as instituições nada são sem os costumes, sem as crenças elevadas." Léon Denis

 

​O que cada um de nós pode fazer para construir um mundo melhor​?

 Entender o jogo de manipulação:

 http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2013/08/tgp-transdisciplinar.html

"Estudos Transdisciplinares sobre Espiritualidade" https://www.facebook.com/groups/IPPB.Projeciologia/

  Oscar do melhor filme de animação, tem apenas 5 min os quais o diretor precisou 3 anos para picturizar.
 
Piper mostra o quanto vida pode mudar quando dominamos o medo. Assista aqui: https://vimeo.com/215828022 
👇 Alberto Einstein, Pablo Picasso e Hans Seyle estão certos: ╰☆╮ O Amor é a força mais poderosa do Universo!╰☆╮
http://bit.ly/amor-universo  ❤

 ╰☆╮Precisamos muitos anos para aprendermos a ser jovens!╰☆╮ http://bit.ly/saude-cuidados 

 ╰☆╮Para realizar grandes sonhos precisamos de grandes sonhos! ╰☆╮ http://bit.ly/1mundomelhor 👍

 Ao perceber divulgarem o discurso do advogado Claudio Lamachia ao assumir a Presidência da OAB como um sinal de novos tempos sinto-me, em parte, compensado pelos sacrifícios enfrentados. Eu e a minha família sofremos devido ao assédio moral, ao bullying e ao assassinato de reputação em represália a, desde 2003, combatermos o plano psicoPaTa de partidarização da OAB/RS: http://bit.ly/Prof_PADilla 

 Discurso histórico do novo presidente da OAB: “O país derrete… parece uma nau à deriva”
http://www.diariodobrasil.org/discurso-historico-do-novo-presidente-da-oab-o-pais-derrete-parece-uma-nau-a-deriva/ 

  Lamachia mitou e, como Jair Messias Bolsonaro​, o vídeo inicia com ele sendo carregado: https://www.facebook.com/foraforodesp/videos/590244517798096/  Pode ser candidato à Vice-Presidência da República em 2018 com o Mito? O que achas Eduardo N. Bolsonaro​ de um Outsider? Uma satisfação assistir esta cena, o Presidente do Conselho Federal da OAB pedir o impeachment! Lutamos muito para isso acontecer. Não foi fácil a conscientização para evitar o aparelhamento da OAB/RS. Em 2003, quando nos demos conta, a entidade já estava parcialmente aparelhada desde 2000 quando PT coligou-se com grupos do PDT (Valmir Marques Batista) e originários ao PC (Luiz Carlos Levenzon​) preparando tomar conta da presidência da OAB-RS na eleição seguinte jogando um grupo contra o outro. Lutamos contra a corja, não é Sérgio Borja​ ? Foram sucessivas eleições de 2003 a 2015 combatendo e derrotando a máquina governista a cada 3 anos. Agora, o Presidente do Conselho Federal é o Advogado com A maiúsculo Claudio Lamachia. Saiba um pouco da história da luta gaúcha contra o aparelhamento petista e o quando nós sofremos em bullying, assédio moral e assassinato de reputação em http://bit.ly/Prof_PADilla  sabia disso

"Para realizar grandes sonhos...

 Precisamos GRANDES sonhos."

  Na nossa luta, a principal arma é a verdade!

 O coronel Enio Gomes Fontenella, o ex-diretor de Telecomunicações e Eletrônica do SNI, Serviço Nacional de Informação do governo Figueiredo, consegue resumir décadas de história explicando os bastidores da geo-política http://youtu.be/DkpcAKyO7lY 

  Assista e divulgue este vídeo produzido pela Marta Serrat sobre o plano comunista de domínio global digno de destaque! onde cada segundo dos seus 50 minutos é valioso para entender TUDO o que está acontecendo! Provavelmente, será um dos melhores investimentos de seu precioso tempo!

 Nós, os interessados em construir 1 MMM, um Mundo Muito Melhor começamos a perceber estarmos em uma guerra não declarada contra a dissimulada escravidão psicopata.

  Resumo da história de um adulto índigo despertando, conectado aos Aliados para salvarmos a Humanidade da escravização psicoPaTa-reptiliana:    

 Dia 15/3/2016 iniciou com as históricas capas de mais de 30 principais jornais: o povo acordou e quer o fim do governo psicoPaTa terrorista do crime organizado! O registro das manchetes históricas e o áudio do planejamento da nomeação como ministro para obstruir a Justiça estão em  http://padilla-luiz.blogspot.com/2016/03/povo-acorda-do-torpor.html

  Notastes? Reclamam de escuta judicialmente autorizada fundamentado na investigação do maior esquema de corrupção do mundo. Contudo, em 2010, lularápio elogiou as escutas clandestinas de Edward Snowden de conversas da diplomacia americana ordenando o registro em vídeo no canal oficial do Palácio do Planalto! Veja em http://padilla-luiz.blogspot.com/2016/03/povo-acorda-do-torpor.html

  Humanidade acordando! Desperta do torpor da Acultura da Superficialidade psicoPaTa http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2016/03/acordar-da-acultura-da-superficialidade.html 

UBER usei e aprovei! Quer testar? Faça uma viagem grátis de até R$20. Inscreva-se usando este código de promoção: uberprofessorpadilla 

   Por que a lição dos lobos é tão importante?

   Entenda o que está acontecendo em nossa sociedade… https://t.co/69WOAMR52Y 

 Há uma guerra civil não declarada onde nós, os humanos, estamos sendo, disfarçadamente, escravizados pelos mutantes psicoPaTas e a sua "entourage" psicoPaTeta.
 Essa gente desumana promove a idiotização mediante uma teia de paradoxos criando uma
acultura da superficialidade e egocentrismo consumista. As armas deles?

 - Disseminam falsas crenças promovendo a inversão de valores e a idolatria de hipócritas, fubangos e bandidos de todo gênero.

 - Perseguem os decentes usando as corriqueiras fraquezas humanas para assassinar reputações e jogar uns contra os outros. En passant, por ser um adulto cristal educado em princípios morais, o deputado Jair Bolsonaro não deixa rastro de falhas para a bandidagem agarrar-se. Por isto, inventam mentiras e distorcem frases como pretexto para infamá-lo. Fazendo do limão uma limonada, e das pedras que jogam construindo um castelo, a campanha contra o pré-candidato da Presidente da República J. Messias B. ilustra didaticamente como os esquerdopatas agem no estudo a seguir recomendado.
- O que esperar de bandidos capazes de contaminar as águas potáveis com flúor?
Flúor é um veneno dezenas de vezes mais mortal do que o chumbo, sabias?  Além de drasticamente reduzir a capacidade cognitiva, o flúor também bloqueia a glândula pituitária com cristais impedindo a comunicação extra sensorial e demais habilidades.
- A gentalha do mal também promove a
HEM, hipnose em massa, a manipulação subliminar, e utilizam ondas para alteração a genética e causar doenças.
Resumindo, perto da realidade cotidiana escondida por trás da aparência de “estar tudo normal”, a
Teoria da Conspiração é um conto de fadas para nos distrair. Aliás, o humor é sempre usado para causar a falsa crença de não haver perigo (nesse link https://t.co/ITOuvu5gu4 veja como isso acontece e o que você pode fazer).

 Portanto, para vencer essa guerra civil devemos promover a conscientização, despertar as pessoas do holograma (ou matriz). Isso começa pelos cuidados com a própria saúde para a preservação do livro arbítrio e, sobretudo, entender uma lei da vida: o acerto das nossas escolhas será, sempre, proporcional à qualidade das informações cuja coleta demanda tempo e esforço.

 Os coordenadores da Rede de Conscientização passaram mais de quarenta anos, desde a metade dos anos setenta, coletando informações transdisciplinares as quais, a pouco mais de dois anos, começaram a consolidar e as divulgar em publicações, vídeos, hangouts e palestras.

  Sem esforço em coletar e analisar informações não é possível decidir com sabedoria e, em um ambiente contaminado pela manipulação psicoPaTa, as escolhas serão induzidas. O ser possui uma falsa sensação de liberdade, contudo, tudo é decidido pelos Controladores, a começar pelos próprios movimentos sociais os quais, em grande parte, ainda estão liderados por fantoches.

 Precisamos aprimorar a nossa capacidade cognitiva desenvolvendo a curiosidade pelas opiniões alheias, o respeito aos humanos e, sobretudo, um desprezo visceral por toda a forma de hipocrisia e de preconceitos. Os preconceitos são apenas estratégias psicoPaTas para nos jogar uns contra os outros: https://docs.google.com/document/d/1caXe50FJ9lH9wcLpm04rjIB9P2IQtUOuTUi50MYP-Qo/pub 
 Uma boa ideia é começar aprendendo a identificar os mutantes dissimulados infiltrados no meio de nós. Eles são especialistas em manipular e, certamente, estão entre as pessoas que você mais gosta justamente porque eles fazem tudo para conquistar a simpatia e a idolatria de você enquanto, discretamente, destacam os defeitos das pessoas de verdade para que você se afaste delas. Por isso, dedique um bom tempo ao exame da postagem a seguir onde todas as palavras ou expressões sublinhadas contém o link para uma página, PDF ou
powerpoint com informações complementares da Rede de Conscientização.  Provavelmente, daqui a pouco você vai perceber a importância desse aprendizado e agradecerá por insistirmos em examinares e entender isso que está aqui:   http://bit.ly/1mundomelhor
Pode ser um dos melhores investimentos de tempo e energia até agora!
Aprendendo a identificar, em meio a tantos humanos com falhas, os falso humanistas e quem finge ser patriota, você nunca mais será usado pelos inimigos da humanidade e deixará de perder tempo e energia.

 Ao observar trabalhos antigos, há mais de 20 anos quando a internet era incipiente, notarás:   desde o início dos anos 90, sonhamos em construir 1 MMM -> um Mundo Muito Melhor
Toda aquela coleta de informações e saberes transdisciplinar desde os anos setenta foi a preparação para o momento atual quando nós todos juntos transformaremos em realidade o sonho de 1 MMM acabando com o controle psicoTaTa.


Humanos unidos jamais serão vencidos!

Derrotaremos os psicoPaTetas vendidos


que idolatram os psicoPaTas bandidos.


Todos os desumanos serão banidos!

 O Universo oferece a você um presente: o acesso a essa pasta - https://drive.google.com/open?id=0B6QVNULEDAG8OXZnci1UaG9TLWc - -- - contendo muitos livros e outras preciosidades necessárias para entender o que move o Mundo!

  Desperte do holograma percebendo O processo de manipulação pelo qual os 2% mutantes usam o discurso falso-humanista para controlaram toda a sociedade, anulando a maioria dos decentes simplesmente nos jogando uns contra os outros e induzindo, nos desavisados, a HEM, a hipnose em massa.   Os serviços de informação denominam isso de 5GW, a guerra psicológica, de 5ª geração!
Faça bom proveito e a divulgue!

   Professor Padilla

 Pesquisador transdisciplinar idealizador da Rede de Conscientização http://bit.ly/PADila 

Para entender a HEM, hipnose em massa, examine https://docs.google.com/document/d/13RnOYN1QAy2W2StSZHtL6LwBEWx7iKBLYHPr2LOzlws/pub       

  Para saber sobre a 5GW, Guerra de  5º Geração, clique aqui: https://t.co/NydYnzAQd7  

    Promova a Conscientização:  

   A acultura da superficialidade e as mazelas forenses:  

 Quem quer mostrar celeridade, acreditando ser mais importante que fazer o que é certo em cada caso, usando qualquer meio evitar examinar o caso concreto porque é trabalhoso e demorado! O tempo necessário para examinar um caso para poder decidir corretamente o mérito é muito comparado a possibilidade de prolatar centenas de decisões formais apenas editando modelos de indeferimento ou de extinção sem, na verdade, ter examinado caso algum.

   A maioria de quem age assim são pessoas bem intencionadas que ainda não perceberam: estão minando a paz social estimulando a violência e os maus comportamentos mediante a impunidade dos maus porque,  a maioria das reparações de dano é arquivada. "Quem não pune o mal o está incentivando!" Leonardo Da Vinci https://docs.google.com/document/d/1hrYl7B9mZjEHsPSPOQopLcQkgoIFYdp6C1QUt0PDHqQ/pub

  O que mais os controladores não querem que você descubra?

  Mesmo sofrendo perseguições, nunca abandonamos o ativismo social. Fundamos entidades como o Rotary Moinhos de Vento e o Sindiplam para congregar os Profissionais em Artes Marciais, pois estas são importante fator de defesa humana contra o holograma mutante. Ajudamos a construir as sedes da Kinder de assistência às crianças de necessidades especiais e da Casa de João Pedro, onde trabalhamos desde o ano 2000 participando do atendimento de milhares de pessoas e, no GAS, Grupo de Ação Social, ajudamos a manter creche e asilo de idosos. Saiba mais aqui: http://bit.ly/PADilla

 

http://padilla-luiz.blogspot.com.br/2016/04/cervantes-shakespear-iluminismo-400-anos.html 

energias.jpg

  Os 3 pilares da sociedade:

   Entenda como fomos envolvidos nesse holograma através da acultura da superficialidade e do medo e de técnicas de propaganda desenvolvidas a partir de estudos de Freud http://bit.ly/espiral-silencio para promoverem a idiotização e facilitar a escravização humana!

   A egocentrização promovida pela acultura da superficialidade está na raiz de todos os problemas da sociedade, desde a violência até o desmanche da educação e dos serviços de saúde:  http://bit.ly/aculturadasuperficialidade

   Deperte da escravidão dissimulada em impostos caros, consumismo, superficialidade: http://bit.ly/escravizacao 

   Descubra como escaparemos dessa prisão sem correntes  http://bit.ly/1mundomelhor  vencendo a 5GW http://bit.ly/5-guerra 

  A sociedade contemporânea depende do equilíbrio na interseção de três Sistemas os quais sustentam a paz social, sem a qual, não há progresso. Contudo, tudo vem sendo escondido de nós.

 Compreenda a acultura da superficialidade e do medo, criada para escravizar a humanidade, a partir de uma coletânea de vídeos: https://vimeo.com/album/3144893/

  São pilares dos quais depende a manutenção da sociedade:

  1. O sistema de direito, o qual foi tornado ineficaz por falsas crençãs e alteração de valores http://bit.ly/mazelas

 Compreenda melhor o Sistema Jurídico na perspectiva antropológico e humanista transdisciplinar da TgpT aqui: http://bit.ly/tgp-t       https://t.co/3cxdCLbFR7 

  2. O sistema desportivo. Entenda o papel e a importância do esporte e do direito na sociedade aqui: http://bit.ly/4plano 

  3. O sistema de crenças e valores. As crenças falsas são disseminadas mediante HEM, a hipnose em massa, subvertendo os valores. Saiba mais aqui http://bit.ly/hipnose-massa https://t.co/1cg9ZLeFbT 

   Livros promovem a conscientização!   Os controladores globalistas não querem que você descubra a verdade como a registrada por São Tomás de Aquino: https://docs.google.com/document/d/1D9Irlmze80RwJiDN9ZpgaLKEwoYV4W_pjsqZjIpOXQs/pub

  Os segredos que não querem que você descubra estão aqui: 

https://drive.google.com/open?id=0B6QVNULEDAG8OXZnci1UaG9TLWc

 https://drive.google.com/drive/folders/0B6QVNULEDAG8OXZnci1UaG9TLWc?usp=sharing 

Teologia ortodoxa[editar ...

Da série "o que eles não querem que eu descubras!"

   Como vencer a manipulação coletiva disfarçada na estrutura da oração mais rezada, o Pai Nosso   saiba aqui: https://t.co/vPhxCKRJaf  

Cuide da saúde tua e dos teus entes queridos: http://bit.ly/saude-cuidados 

Alimente-se da genialidade de Da Vinci: certamente melhorará a tua vida! http://bit.ly/7davinci   

Como nos libertarmos disso?

A nossa percepção do mundo é muito diferente da realidade.

Somos manipulados através de paradoxos e falsas crenças.

A boa notícia: podemos despertar das falsas crenças,

romper o holograma,      libertarmo-nos construindo

1MMM,     um Mundo Muito Melhor!

Para começar a acordar e a vencer, assista ao filme

Quem Somos Nós?

Um dos trechos mais importantes é este: https://youtu.be/lafj4SqVrqM?t=8m32s 

Assista ao filme completo aqui: https://youtu.be/lafj4SqVrqM

http://www.padilla.adv.br/evoluir/quemsomosnos/

  Para entender onde estamos, em meio a uma dissimulada 5GW, Guerra de  5º Geração, descubra neste resumo: http://bit.ly/5guerra 

Descubra o que não querem que saibas: na Rede de Conscientização: 

http://bit.ly/conscientizar

https://drive.google.com/folderview?id=0B2CNDxRTI8HAcVl3cFc0M09hZ3M&usp=sharing

Como a HEM, a hipnose em massa: http://bit.ly/hipnose-massa 

   Um fraterno abraço
 
http://bit.ly/PADilla