GRUPO DE BTT

PAPA TRILHOS

NORMATIVO 4

PARTICIPAÇÕES EM EVENTOS

VERSÃO

DATA

APROVADO

OBSERVAÇÕES

0

2010-04-12       

-

criação do documento

1

2010-04-23

APROVADO


  1. A participação em eventos oficiais - passeios, maratonas, provas, etc, é facultativa e deverá constar na listagem do Plano de Actividades.
  2. Qualquer Papa Trilho pode sugerir a participação neste tipo de eventos, através da divulgação do respectivo evento e, em caso de adesão do Grupo, da respectiva actualização do Plano de Actividades.
  3. A inscrição em qualquer evento é da responsabilidade do Papa Trilho participante, assim como o respectivo pagamento, à excepção nas seguintes situações:
  1. comparticipação parcial ou total no valor da inscrição por decisão da Direcção ou por maioria em Reunião Geral.
  1. A inscrição no evento deverá ser efectuada com o nome da equipa - "Papa Trilhos". Ter especial atenção à forma como é escrito para não gerar confusões em situações de pesquisas (2 palavras iniciadas por letras maiúsculas).
  2. A intenção de participação deve ser comunicada à Direcção, podendo a mesma ser manifestada publicamente como comentário à respectiva mensagem no site. Esta situação deve-se à facilidade de controlar o número de participantes que vão a um determinado evento com vista a facilitar a eventual programação de transporte e Pontos de Encontro.
  3. A participação em eventos deverá ter sempre presente o seguinte:
  1. o disposto no Capitulo 4, ponto 2 dos Estatutos.
  2. ter em consideração de que o uso do equipamento Papa Trilhos permite identificar-nos junto do restante Grupo, mas também dentro do evento, logo, o Papa Trilho deverá ter um comportamento que dignifique o nome "Papa Trilhos".
  1. A inscrição num evento e a não participação obriga o Papa Trilho ao pagamento de uma coima nos seguintes termos:
  1. caso ainda não tenha efectuado pagamento do evento: pagamento de uma coima de valor igual à inscrição no evento até ao máximo de 10€.
  2. a excepção ao pagamento das coimas definidas será apreciada pela Direcção sempre que o respectivo motivo seja devidamente justificado e fundamentado.